Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Quanto tempo passa
E as histórias ficam
Quantas vezes tenho eu que te dizer
Acreditas nas promessas que são divinas
Mas no fim é o mesmo a perder
Quantas vezes tenho eu que dizer
Vou querer idealizar
Até ao fim
Não quero entender
Não me vou baixar
A luta é assim
Sinto o tempo a prescrever


Quanto tempo passa e nada muda
Quanto tempo falta para perceber
Que hoje é a vida não é nada
Sem ir à luta
E no fim não quero ser eu a perder
Quantas vezes tenho eu que dizer
Vou querer idealizar
Até ao fim
Não quero entender
Não me vou baixar
A luta é assim
Sinto o tempo a prescrever
Sinto o tempo a prescrever


Vou querer idealizar
Até ao fim
Não quero entender
Não me vou baixar
A luta é assim
Quero viver, acreditar
Até ao fim
Não quero perder
Só quero ganhar
Eu sou assim
Quantas vezes tenho eu que dizer

 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email