Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

luzes de passagem
medo à flor da pele
prá nossa viagem
bagaço com mel
roda a engrenagem
e o que é feito dele?
partiu-te o espelho
da casa de banho
do quarto de hotel

e deixou só má recordação
diz-me se ainda esperas pelo seu perdão
cabelo tão leve ficou cor de neve
nos anos do mar e da okupação

são lábios de vinho a mudar-te o gosto
aquele vermelhinho nas maçãs do rosto
vem pró meu caminho faz o que é suposto
diz se o meu destino é não ver quem eu gosto
ai se o meu destino é não ver quem eu gosto

luzes de passagem
noite a arrefecer
foste pra paragem
sozinha sem querer
nem uma mensagem
nada pra fazer
com homens assim
se eu fosse a ti
gostava de mulheres

disse a tua irmã no mesmo serão
em frente ao ecrã da televisão
vai vê-la na tela que a telenovela
há muito que te anda a por fora de mão

são lábios de vinho a mudar-te o gosto
aquele vermelhinho nas maçãs do rosto
vem pró meu caminho faz o que é suposto
diz se o meu destino é não ver quem eu gosto
ai se o meu destino é não ver quem eu gosto

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email