Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

marta hugon.jpg

 

 
MARTA HUGON
 
 
Lisbon Living Room Sessions - 26 de Março
 
 
 Lisbon Living Room Sessions é um conceito criado por Joana Hecker e Ricardo Lopes, que desde Janeiro de 2015 organizam concertos em casas particulares. Em cada último Domingo do mês ocorre um destes concertos. Intimistas, estas sessões são inspiradas na tertúlia, para pessoas que gostam de fazer música e para pessoas que gostam de a ouvir. Tendo por base o jazz, o improviso é ilimitado, passando pelo flamenco, fado, folk, blues ou música clássica. Música de todo o mundo.
 
Sara Tavares, JP Simões, Carlos Barretto, Salvador Sobral ou Júlio Resende são alguns dos nomes nacionais, entre muitos, também internacionais, que já passaram pelas Lisbon Living Room Sessions.
 
No dia 26 de Março cabe a Marta Hugon apresentar-se ao vivo, numa sala de estar, em Lisboa, cujo espaço é limitado, e o acesso é aberto a quem se inscreva pelo endereço de mail lisbonlivingroomsessions@gmail.com. Entre as 17h00 e as 20h00, Marta Hugon irá estar acompanhada por  Oscar Graça no piano, Mário Delgado na guitarra, Nelson Cascais no contrabaixo e André Sousa Machado na bateria, e irá interpretar temas, não só, do seu último trabalho "Bittersweet" (2016), mas também dos anteriores "A Different Time" (2011), "Story Teller" (2008) e "Tender Trap" (2005), onde, certamente, não faltará uma boa dose de improviso.
 
Sobre Lisbon Living Room Sessions em
 
Sobre Marta Hugon em
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.