Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Segundo toque e eu não vou amor
Faço garra, eu quero é ser cantor
Se eu chegar a outro lado
E voltar tudo pra trás

Não quero ser doutor

Sirumba aberta
A ver se acerto desta vez
Daqui, ninguém sai vivo
Nem te digo o que me fez

Do outro lado, vi o prado
Já sem nada que comer
Em frente, nova gente
A ver se deixa de doer

Segundo toque e ninguém me vê
A gente joga sem saber bem porquê
Antes ladrão e salvar todos
Que se vivo e vigor a rodos

Não quero ser doutor

Sirumba aberta
A ver se acerto desta vez
Daqui, ninguém sai vivo
Nem te digo o que me fez

Do outro lado, vi o prado
Já sem nada que comer
Em frente, nova gente
A ver se deixa de doer

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.