Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Não sei que contas faça agora
Ao fim do dia vejo que não sobra
Há maneiras e maneiras de o fazer
Já estou farto, mesmo farto
Se ao menos viesses á rua para ver

Que esta vida que escolhes-te para mim
Nada mais há a provar
Dá-me asas para voar
Porque esta vida ainda não chegou ao fim
Mais depressa ou devagar ainda há muito para passar

Não sei que contas faça agora
Parecem tolos a passar a bola
Mas no final são sempre os mesmos a comer
Já estou farto, mesmo farto
E o que eu quero é apenas sobreviver

Que esta vida que escolhes-te para mim
Nada mais há a provar
Dá-me asas para voar
Porque esta vida ainda não chegou ao fim
Mais depressa ou devagar ainda há muito para passar

Sou um abençoado
Faço o que quero quando quero
Este é o meu estado
Se tu ao menos soubesses
Aposto que sugerias, virias ou exigias novas teses
Ja paguei, ja dei, ja sei, ja hey
Onde foi que eu errei
Ja diz, ja quis, ja fiz, ja ris
Tenho orgulho no meu grande pais
Este é o teu povo é a tua voz
Por isso...
Acabou se as mentiras
Eu quero as verdades
Acabou se as manias
Eu quero as verdades
Acabou se os joguinhos
Eu quero é verdades
Acabou se os toninhos
Eu quero é verdades
Verdades so verdades sem falsas metades
Verdades com realidades
Eu exigo e peço
Esse é o teu lugar
E muda..
muda tudo o k tiveres que mudar

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email