Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

13 Nov, 2014

L - A Tua Amiga

 

Letra

 

Refrão:
Quando parece que está tudo bem
Tu vens a dizer que foi ela e eu pergunto, quem?
A tua amiga que está sem ninguém
E gosta de roubar o pouco que outra gente tem

Tudo o que é demais enjoa
E eu não sabia que ela e tu afinal fazem uma só pessoa
Se é contigo que eu discuto mas ela é que se magoa
Com quem é que hei-de falar para ficar tudo numa boa?
Va la, se ela diz mal de mim vai la busca-la
É uma oportunidade para assim poder conhece-la
Diz que eu não te mereço, nunca me falou na vida
Busca a tua felicidade para bebê-la
“Porque ela diz que arranjo bem melhor com o meu feitio
Que há muitos por aí e eu a perder tempo contigo
Trata-me por amor e diz que só quer o meu bem
Ela é mais velha e sabe bem do que fala olha o que eu te digo”
Só podes estar a brincar
Se sabe tanto de amor porque é que nem da própria vida ela foi capaz de cuidar?
Tem um homem por mês e por aí já se vê
E se ela só quer o teu bem então eu quero o quê? Menos…

Refrão:

Procurei chamar-te a parte para falarmos um pouco
Queria dizer o que sinto para sair do sufoco
Tu vens-me com um olhar de susto a perguntar se estou louco
Tipo que eu lutar por ti para ti é algo novo
E ela vem puxar-te o braço e quer levar-te para longe
Pagar-te um copo com o amigo novo que conheceu hoje
E ele diz “olá tudo bem?” O resto é coro repetido
Diz que avance para o refrão dessa canção do bandido
E eu aqui fico com o meu ar enxabido
Claro que fiquei chateado para não dizer fodido
Conheceu-o a umas horas e diz que é bom partido
Que tem princípios e valores que se combinam contigo?
Quem te avisa é teu amigo e ela não é boa peça
Quer parceira para a má vida, alguém que não a impeça
Por isso se acabares comigo só quero uma promessa
Que seja pela tua cabeça, não por aquilo que esse espetador pensa

Refrão
+
Bridge:
Não contes nada a ninguém
Do que depender dela jamais
Nós ficaremos bem

E eu estou com amigos a pagar-me um copo, Fica com ela que isso passa logo
Já todos tivemos fases iguais, Paz e amor, guerras de casais
Não vás la falar no calor do momento, Bebe um bagaço, toma o teu tempo
As pazes guardam o melhor para o fim, Dá-lhe espaço, vai por mim
E tu no paleio com o amigo bazofe, Que paga-te a noite em copos de eristoff
Que belo partido que a amiga arranjou, Tas com ar de frete e ela nem reparou
E ele vê que não tás nem aí, bazou, Tanta coisa e nem o nome perguntou
E amiga que já faturou, Pisca-te o olho e diz-te: já vou mas…
Nem sabe o que sentes, diz o que esperas ouvir
Sei porque toda a gente teve a espécie de amigo assim
Se é pra falar dos teus problemas ele não está nem aí
Porque no fundo só quer saber de si, e de si

 

Créditos da Música:
Instrumental produzido por: Upgrade 61
Mistura e Master por: Carlos Ferreira
Voz e letra por: L

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email