Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

keso.jpg

 

 "KSX2016", novo álbum do Keso
lançamento a 6 de Maio numa parceria Biruta e Paga-lhe o Quarto

 

Keso, o original marginal do Porto, um obsessivo compulsivo produtor e multifacetado artista retorna com o seu terceiro álbum KSX2016.

Após 5 anos desde o mítico álbum O Revólver Entre As Flores (2011), um dos segredos bem guardados da cidade invicta e para muitos um ícone da cena musical portuense, continua a desafiar ouvidos desabituados a um artista de fina ironia sem medo de arriscar os limites de concepção no hip-hop português. Keso é um conhecedor enciclopédico do rap feito em Portugal, que facilmente manobra palavras como vínculo de um observador, que reserva a si um espaço de autenticidade onde desenlaça memórias episódicas da sua vida entre Porto, Lisboa e Londres.

Todos os temas de KSX2016 foram escritos e produzidos por Keso com base em recolhas de samples e batidas configuradas na clássica Akai MPC1000, filtradas por sintetizadores analógicos e vozes manipuladas, um combinado que resulta em transversalidade entre o minimalismo da eletrónica e o rap.

Em colaborações recentes Keso trabalhou com os rappers Nerve e Minus entre outros projectos e em Março deste ano deu um showcase especial c/ banda tocando temas do seu primeiro álbum "Raios Te Partam" (2003) e segundo álbum "O Revólver entre as Flores" (2011) no Lisboa Dance Festival (LXFactory) - link 


O disco de Keso, "KSX2016", está disponível desde 6 de Maio nos formatos físico (CD) e digital (nas várias plataformas de venda e streaming online) numa parceria Biruta e Paga-lhe o Quarto.
 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.