Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Ela é sensível e sensual sem querer evidencia-lo
Sedução visual num jogo sem querer vicia-lo
É como se eu visse mal e queria ver maldade em tudo
Ya malvado o mundo quando a essência te foge ao habitual
Desculpa tou viciado em ti
Será que há pecado em mim?
Yap na mente custa sempre ter que afirmá-lo
Dar conta que afinal o contacto é mais casual
E no final das contas a intenção foi um toque gestual

Foi que falámos em silêncio
O teu olhar o meu delírio
És só mais fogo num incêndio
Que mergulha no teu intimo
O amor é veneno que transforma que te dá forma que é um vicio
Que te transtorna e que retorna que dá a volta e raramente volta ao inicio

Sonhamos a par com um trio, agora é só vazio
E o espaço que idealizamos já só é uma casa no rossio
Da tentação à atracão na cabeça eu vi o
Tempo a passar de uma incerteza a uma renda e um senhorio
Sentados no terraço a envelhecer a ver o por do sol
Que os putos que sonhavas querem brincar às escondidas com um lençol
Viver em prol um do outro e noutro dia um bom dia acaba sempre em discussão no call
Em que se a chamada cai eu ligo
Se a lágrima cai eu limpo
Princesa a nossa história dava um livro
Que ficou em cima da mesa por nenhum de nós ter lido

Será que ainda ligas pa saber se ainda chama
Pois deixas te alguém sem saber se ainda há xama
E acabamos sempre os dois na mema cama (2x)

Será que ainda ligas pa saber se ainda chama
Pois deixas te alguém sem saber se ainda há xama
E acabamos sempre os dois na mema cama (2x)

Se ainda chama (3x)
Se ainda há chama entre nós
Ainda há chama entre nós (3x)

Agora tou sozinho no memo spot no memo lote
Só que não sinto o teu sabor
Há espera que o móvel toque
Um copo de vinho ou licor
Traço desenhos do teu corpo
Exponho o sonho que tivemos que foi tão difícil compor
Sentado no memo quarto a ouvir loops em replay
A ver que a minha princesa já não quer que eu seja o seu rei
Nem respondes às chamadas deixadas no voice mail
E o pra sempre no presente é só um ''então ta tudo bem''
Porque o orgulho é superior à saudade
Sem nos apercebermos vamos perdendo com a idade
O tempo não volta ''ok'' nem o tenho livre ''ok''
Porque para mim sempre foi mais importante amar-te
Então se a chamada cai eu ligo
Se a lágrima cai eu limpo
Princesa a nossa história dava um livro(2x)

Será que ainda ligas pa saber se ainda chama
Pois deixas te alguém sem saber se ainda há xama
E acabamos sempre os dois na mema cama (2x)

Será que ainda ligas pa saber se ainda chama
Pois deixas te alguém sem saber se ainda há xama
E acabamos sempre os dois na mema cama (2x)

Se ainda chama (3x)
Se ainda há chama entre nós
Ainda há chama entre nós (3x)

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email