Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Estou farto da vida atinada e dos dias normais
Vou saltar a janela subir a ruela
E parar no refugio aonde estão os meus amigos
Há seres imortais

 

E tudo acontece bebe-se um copo e canta-se um fado
Ganha-se a noite em frente seguimos lado a lado
Olhamos as estrelas
E lá está ele

 

Lá vai o cantor cantando com a noite
Traz suas cantigas que fez com seu coração
Com estranhas melodias ele fala sobre nós
Diz que os anjos da noite nunca se sentiram sós

 

O cantor que dança com noite acordou o mundo
Trocam se beijos lavam se almas amor profundo
Todos o conhecem
Todos o adoram

 

E tudo acontece bebe-se um copo e canta-se um fado
Ganha-se a noite em frente seguimos lado a lado
Olhamos as estrelas
E lá está ele

 

Lá vai o cantor cantando com a noite
Traz suas cantigas que fez com seu coração
Com estranhas melodias ele fala sobre nós
Diz que os anjos da noite nunca se sentiram sós

 

E lua olha para ele a cantar
Enquanto a noite chegar sabemos que estará aqui
Cantando alegres e tristes canções
Historias de mil corações que um dia amou sem fim

 

Lá vai o cantor cantando com a noite
Traz suas cantigas que fez com seu coração
Com estranhas melodias ele fala sobre nós
Diz que os anjos da noite nunca se sentiram sós

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email