Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Sabes quando o amor acaba
E tu não tens nada a dizer
Ninguém sabe ainda da desgraça
Só tu sabes e era melhor não saber

Como lidas com tal coisa
Se o coração parou, se a paixão nos deixou
E nunca mais contes com um beijo
Com tanto desejo, daquelas noites de prazer

Guardei aqui esta canção para ti
P’ra te dar no dia em que acaba p’ra mim
É com pena minha que te vais assim
Nunca te esqueças de mim

E sabes quando o amor acaba
E tu não tens nada a dizer
Dizes que te ocupas com os livros
Mas tu nem sabes como viver

Como lidas com tal coisa
Não saber para onde ir, não saber o que sentir
E não ter a certeza se um dia
Como por magia o amor irá aparecer

Guardei aqui esta canção para ti
P’ra te dar no dia em que acaba p’ra mim
É com pena minha que te vais assim
Nunca te esqueças de mim

Sei de quem tenha mudado alguém
Mas nunca p’ra melhor
Sempre para o lado que lhe convém

E tu quiseste mudar alguém
E não foi p’ra pior
Foi para o lado que te convém

Guardei aqui esta canção para ti
P’ra te dar no dia em que acaba p’ra mim
É com pena minha que te vais assim
Nunca te esqueças de mim

 

Não encontrei os créditos desta música

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.