Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Pediste calma e eu jurei ouvir
Por cada pessa que te vi despir
Se as saudades chovem

As ruas não dormem
Comigo à espera de ti
Que a madrugada te traga assim
Despida de vaidade até mim
Que os outros não notem
Que sou menos homem sem ti
Adoro quando te mexes ao som
Com a minha camisola e sem batom
Com um olhar tão sério e natural
Com cada tua curva surreal
Amarrotamos lençóis e almofadas
Sussuras ao ouvido que não queres mais nada
A forma como me deixas aluado
Fazes-me querer ter para sempre
O nosso amor desleixado
E sempre pedi para ficares comigo até tarde
Para veres o sol acordar a cidade
Beijar-te os dedos
Contar-te segredos
Sempre que estivermos a sós
Quem sabe um dia sejas a verdade
De quem mente em nome da felicidade
Esquece essas máguas
E pinta palavras com a voz
Adoro quando te mexes ao som
Com a minha camisola e sem batom
Com um olhar tão sério e natural
Com cada tua curva surreal
Amarrotamos lençóis e almofadas
Sussuras ao ouvido que não queres mais nada
A forma como me deixas aluado
Fazes-me querer ter para sempre
Esquece as blusas que compraste ontem
Que as minhas roupas não te abandonem
É tudo mais fácil
Cá dentro fechados em nós
No
Esquece as blusas que compraste ontem
Que as minhas roupas não te abandonem
É tudo mais fácil
Cá dentro fechados em nós
Adoro quando te mexes ao som
Com a minha camisola e sem batom
Com um olhar tão sério e natural
Com cada tua curva surreal
Amarrotamos lençóis e almofadas
Sussuras ao ouvido que não queres mais nada
A forma como me deixas aluado
Fazes-me querer ter para sempre
O nosso amor desleixado

 

Música: Ivo Lucas
Letra: Ivo Lucas / JêPê 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email