Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Por momentos, relembrei os tempos de outrora,
Passar por tudo o que eu passei, p’ra ser quem sou agora.

Os caminhos por onde andei, os “adeus” que disse já nem sei a quem,
Saber o que só eu sei, mas não mais.

Não mais, não…

Não quero mais ficar na tua chuva.
Não quero mais ficar na tua chuva.

Cada minuto que contei, as badaladas que soam tão além,
Eu não vou mais deixar para trás quem eu sou.

Não, não…

Não quero mais ficar na tua chuva.
Não quero mais ficar na tua chuva.
Oh-oh-oh, Oh-oh-oh, oh – na tua chuva.
Oh-oh-oh, Oh-oh-oh, oh – na tua chuva.

A tempestade que tomou a noite e tudo, tudo de mim.
A tempestade que tomou a noite – e me deixou – e me deixou assim, yeah, oh-oh,
Assim…

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email