Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

tito paris.png

 

Festim 2016 termina em grande, com Tito Paris!

QUI 21 JULHO, 22:00  Largo 1º Maio (Agitágueda) - ÁGUEDA

http://www.festim.pt/
http://www.facebook.com/dorfeu.festim

O programa do Festim 2016 chega ao fim esta quinta-feira, em Águeda, ao som do cabo-verdiano Tito Paris. Os postais desta 8ª edição do festival intermunicipal de músicas do mundo circularam por Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Ovar, Estarreja e Oliveira do Bairro, num total de 15 grandes concertos, desde 9 de junho. O cartaz deste ano conquistou milhares de pessoas que embarcaram na viagem por quatro continentes. Sextet à Claques (França), Tomás de Perrate (Espanha), Ibrahim Ferrer Jr (Cuba), Tinariwen (Mali), Trilok Gurtu Band (Índia) e Cheikh Lô (Senegal) trouxeram o melhor das músicas do mundo à região, num modelo singular de programação em rede entre seis Municípios vizinhos.


Paris é um dos maiores expoentes da música caboverdiana. A voz quente afirma-se sedutora e a guitarra ostenta uma eloquência ainda mais apaixonante. Toda a morabeza cabe neste filho querido de Cabo Verde, esse arquipélago exportador de talentos musicais para o mundo. A melancolia e os movimentos bamboleantes e insinuantes são uma profunda manifestação de “sodade”. Tito Paris, um artista de eleição e embaixador da alma musical do seu país, preserva o génio crioulo e é uma das propostas felizes do Festim 2016, que começa e acaba com grandes tentações para dançar.

Tito Paris - guitarra e voz
Manuel Paris - baixo
Moisés Ramos - piano
Paulo Figueiredo - guitarra elétrica
António Paris - bateria
Paulino Pina - percussão
Daniel Salomé – saxofone e clarinete
Tomás Pimentel - trompete

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email