Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Nicholas Isherwood.jpg

 

26 de Novembro, 21h30, O'culto da Ajuda
 
Encontro IV: The Electric Voice 
Nicholas Isherwood,
 
O Encontro IV do Música Viva 2014 conta com a participação do baixo-barítono Nicholas Isherwood, que desempenhou o papel de Lucifer nas óperas do ciclo Licht de Karlheinz Stockhausen, e que agora apresenta a terceira edição do seu recital The Electirc Voice, cujo programa inclui a obra Capricorn deste compositor e visionário alemão, e ainda duas estreias absolutas, nomeadamente, Black Fire / White Fire de David Felder e De Fond en Comble de Miguel Azguime, assim como três estreias portuguesas, Mouthfeel de Isaac ShanklerShafts of Shadow de Lissa Meridan e Otro de Jean-Claude Risset.
 
Nicholas Isherwood é uma espécie de “recipiente" humano que contém "espíritos artísticos" de origens diversas. The Electric Voice é um recital explosivo, provocante, irónico e multidimensional, cujo programa junta compositores e estúdios de música electrónica do mundo inteiro, incluindo nesta terceira edição, os Estados Unidos, Nova Zelândia, França e Portugal. Para este projecto, cada compositor convocado compôs uma peça para voz e electrónica e Capricorn de Karlheinz Stockhausen, com quem Nicholas Isherwood trabalhou regularmente durante 23 anos, constitui neste contexto uma referência, tendo sido especialmente escrita para si.
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.