Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Perdida nas janelas da alma
Olho as cidades sem tempo
Cenários de vidas imaginadas
Distante do trabalho intenso
Mundos no tempo imaginado
Só eu sei
Perdidos à entrada do labirinto
No meio da vastidão, a poesia
De um dia a mais a viver
Janelas da alma
Sol do meio dia
Riquezas de quem não tem o que fazer
Cenários de vidas imaginadas
Frestas de luz ao amanhecer

E se o amor
Bate as asas e voa sobre nós
Eu vou ser feliz
Hoje, amanhã e depois
E se o amor
Bate as asas e voa sobre nós
Eu vou ser feliz
Aqui tão perto de ti

No meio da vastidão, a poesia
De um dia a mais a viver
Janelas da alma
Sol do meio dia
Riquezas de quem não tem o que fazer
Cenários de vidas imaginadas
Frestas de luz ao amanhecer

E se o amor
Bate as asas e voa sobre nós
Eu vou ser feliz
Hoje, amanhã e depois
E se o amor
Bate as asas e voa sobre nós
Eu vou ser feliz
Aqui tão perto de ti

»»Instrumental««

E se o amor
Bate as asas e voa sobre nós
Eu vou ser feliz
Aqui tão perto de ti

Tão perto de ti

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email