Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Nunca fui tão honesto até aqui
Pois nunca disse o quanto eras para mim
Não consegui escrever-te o que senti
No dia em que apareceste eu renasci

E mesmo que o tempo
Passe la fora
Eu juro que sou o único que nunca te abandona
E mesmo que o vento te leve agora
Sempre serás o fim e o início da minha história
da minha história, da minha história
Sempre serás o fim e o início da minha história
da minha história, da nossa história
Sempre serás o fim e o início da minha história

Nunca estive tão perto como aqui
De estar completo por te ver feliz
E sei que nunca te agradeci
Por seres o que nunca fui pra ti

E mesmo que o tempo
Passe la fora
Eu juro que sou o único que nunca te abandona
E mesmo que o vento te leve agora
Sempre serás o fim e o início da minha história
da minha história, da minha história
Sempre serás o fim e o início da minha história
da minha história, da nossa história
Sempre serás o fim e o início da minha história

 

“História”
Música e letra: Diogo Piçarra

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.