Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Letra:
Nunca entendi o que te ia na cabeça,
Após tanta vaidade distrai-me com a beleza,
Dizeres que nao dizes dizeres que nao fazes,
Farta de ir atrás só pr'a fazermos as pazes,
Discussões mais modestas e a arrogância no alto,
A encenação já acabou já podes sair do palco,
Quem não dá atenção vira segunda opção,
Quem não dá valor reconhece o que é a dor,
[Refrão]
A lâmpada que fundiu o respeito que fugiu,
Passas te a rei malvado do quente para o frio,
Tudo bem eu percebi já me tinham avisado,
Que não eras de uma só mas eu tinha confiado

Tudo o que eu queria era te fazer feliz,
Nunca te magoar foi o que eu sempre fiz,
Tu magoas te me de uma maneira,
Paixão não existia esta foi a minha primeira,
Apaixonar-me por ti pior coisa que eu já fiz,
Traição é o teu forte é o que por aí se diz,
Acho te cada vez mais uma pessoa diferente,
Já sei que não me amas pois amor esse se sente,
[Refrão]

Quem gosta sempre passa quem ama sempre sofre
Só ficas a perder se amar for o teu forte,
Esse ar de superior de quem tem tudo o que quer ,
A mim já não me tens vai para outra mulher

 

Letra e Vozes: Diana Lima

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.