Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

kizomba.png

 

Deolinda Kinzimba álbum de estreia chega ao mercado amanhã

Disco homónimo é apresentado pelo single “More Than a 100”

Depois do sucesso dos primeiros singles, “Primeira Vez” e o mais recente “More Than a 100”, é confirmado o lançamento do primeiro álbum de Deolinda Kinzimba, para o próximo dia 10 de novembro.

Com apenas 22 anos e dona de uma voz arrebatadora, Deolinda Kinzimba revela finalmente as várias facetas do seu imenso talento neste álbum que, apropriadamente, se intitula de “Deolinda Kinzimba”, sendo um retrato belíssimo desta personalidade única da nova música portuguesa.

 

A cantora, que se revelou ao país no concurso “The Voice Portugal”, do qual saiu vencedora em 2015, e que cantou este ano na final do Festival da Canção, a convite da compositora Rita Redshoes, mostra com este primeiro álbum como a sua voz única tanto dá corpo a canções de uma grande carga emocional que não deixam ninguém indiferente – é o caso dos inéditos “Fallen Angels”, “Brave New Heart” ou o já conhecido single “Primeira Vez” – como produz temas explicitamente pop e dançáveis, mas sempre com uma mensagem emotiva muito própria – oiça-se o single “More Than a 100” ou os novos “Runnin’”, “Easy Words” ou “Let It Be Me”.

O álbum foi produzido por Miguel Ferrador, exceto “Primeira Vez”, produzido por Diogo Piçarra.
Primeira Vez” foi composto por Guilherme Alface, membro dos ÁTOA, sendo que o vídeo soma mais de 230 mil visualizações no YouTube/VEVO. Neste álbum, Deolinda Kinzimba conta ainda com as palavras e a composição de Diogo Piçarra em “Gosto de ti”, de Héber Marques e Enoqueem “Voltar Atrás” e de Ben MonteiroAlex D’Alva Teixeira (os D’Alva) e Mariana Pacheco em “Gold”.

Desde a participação no “The Voice Portugal” que Deolinda Kinzimba se tornou numa das mais acarinhadas novas vozes da música portuguesa. Quando Deolinda interpretou “I Have Nothing”, de Whitney Houston, deixou mentores e público estupefactos com a sua capacidade vocal e emotiva. O vídeo dessa prova rapidamente se tornou viral, com mais de 3,7 Milhões de visualizações no YouTube, o que marcou a sua caminhada até à grande final, onde se tornou a nova Voz de Portugal.

Desde então, já participou na versão portuguesa do popular filme de animação “Cantar!” e chegou à final do Festival da Canção de 2017 com “O Que Eu Vi Nos Meus Sonhos", uma canção da autoria de Rita Redshoes e Senhor Vulcão.

Agora lança finalmente o seu primeiro álbum em nome próprio, provando como tem uma identidade musical já muito bem definida e que em breve conquistará Portugal de norte a sul.

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email