Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Hoje o tempo vai estar assim
Boca em cravos e olhos de alecrim
Ondas cobrem o mar
Mas não conseguem calar
O quanto tento só para te descobrir

Desço as escadas em vão
Vejo as caras em contra-mão
Escrevi uma carta
Mas já não sei para quem
Passo pelos dias de cor
Durmo com o despertador
Encontro marcado
Mas não sei se vens

O sonho até os olhos podem ver
Corro até não ter
Nem mais um pé no chão
Para correr
Diz-me onde estás
Que eu sei do que sou capaz
Guardo tanto para dar e receber

Desço as escadas em vão
Vejo as caras em contra-mão
Escrevi uma carta
Mas já não sei para quem
Passo pelos dias de cor
Durmo com o despertador
Encontro marcado
Mas não sei se vens
Já não sei se vens
Já não sei se vens

Passo pelos dias de cor
Durmo com o despertador
Encontro marcado
Mas já não sei se vens
Encontro marcado
Mas não sei se vens

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.