Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

13 Jul, 2016

D.A.M.A - Calma

 

Letra

 

Ela chega sem eu estar à espera
E eu não espero mais ninguém
Nós os dois a noite inteira o que é que tem?
Eu já te conheço bem
E lá, vou eu
E lá, vou eu
Como é que consegues?
Mesmo que me negues
Tens me quando queres
E lá, vou eu
E lá, vou eu
Só eu

Tu chegaste pára tudo
Vamos pôr-nos no mood
Não há contraste que afaste
Esse teu jogo sujo baby
Eu não resisto e tu sabes que não
E como por magia, as nossas roupas estão no chão
É a química, virou física
Eu e tu pegamos fogo à Antártida
Não é novidade, temos prática
E a matemática, ah, é simples
Sou eu mais tu a dividir por um quarto
Subtrai a lingerie x3 x4
E eu já perdi a conta, faz de conta que não
E acrescentamos um x à esta nova equação
Por isso vem vem, tu queres o mesmo que eu
E o que tu tens tens, eu só quero que seja meu
Sabes que eu não te nego e eu só quero mais
O meu amor por ti é cego só que eu leio-te em braille ah

Ela chega sem eu estar à espera
E eu não espero mais ninguém
Nós os dois a noite inteira o que é que tem?
Eu já te conheço bem
E lá, vou eu
E lá, vou eu
Como é que consegues?
Mesmo que me negues
Tens me quando queres
E lá, vou eu
E lá, vou eu
Só eu

Digo o que penso e normalmente fica bem
Se nós nos vemos não dá pra ficar sem
Um sorriso de lado, olho brilhante
Confesso fico atrapalhado como o teu encanto
Se fica sério fica médio e faz confusão
E se duvidas que é a sério tens toda razão
Sei que estás à vontade eu estou com vontade
Nós os dois a noite inteira a fazermos maldades
É muito mais que amizade o que nós temos então
Podes ter-me se quiseres mas eu não estou na tua mão
Estou-te a dizer a verdade que até bate a saudade
Se vamos ficar os dois quem sabe?
Dizes, não é amor, é só calor do momento
Mas confessas que comigo fica sempre diferente
E ninguém nos faz frente eu sei
Voltamos costas ao mundo
Deixa-te ir que eu também

Ela chega sem eu estar à espera
E eu não espero mais ninguém
Nós os dois a noite inteira o que é que tem?
Eu já te conheço bem
E lá, vou eu
E lá, vou eu
Como é que consegues?
Mesmo que me negues
Tens me quando queres
E lá, vou eu
E lá, vou eu
Só eu

Ela chega sem eu estar à espera
E eu não espero mais ninguém
Nós os dois a noite inteira o que é que tem?
Eu já te conheço bem
E lá, vou eu
E lá, vou eu
Como é que consegues?
Mesmo que me negues
Tens me quando queres
E lá, vou eu
E lá, vou eu
Só eu

E lá vou eu

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email