Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Se eu soprar pode ser que o vento venha a mudar
Tem de ser não há pior altura pra me perder
Tem de ser
Tem de ser
Desta vez agarro bem o que o destino me deu
Tem tem tem de ser eu faço só
O que vim cá fazer
Tem de ser
Tem de ser
Meu amor enquanto o tempo corre
Eu vou te dar a mão
E vais ter de aturar todas
As pirozadas que eu vou por
Nós vamos passear
Talvez até casar num barco a vapor
Eu não me importo de ficar foleiro se assim for
Meu amor refazer tudo para me por a mexer
Tem de ser não faço mais
Do que me manda o dever
Tem de ser
Tem de ser
Sabes bem, tento evitar mas sou filho da mãe
Tem tem tem de ser
Eu ponho o compromisso a render
Tem de ser
Tem de ser
Meu amor enquanto o tempo corre
Eu vou-te dar a mão
E vais ter de aturar todas
As pirozadas que eu vou
Nós vamos passear
Talvez até casar num barco a vapor
Eu não me importo de ficar
Foleiro se assim for

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.