Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

O meu amor por ti, 
meu bem, minha saudade, 
ampliou-se até Deus, 
Os astros alcançou. 
Beijo o rochedo e a flor, 
a noite e a claridade. 
São estes, sobre o mundo, 
os beijos que te dou. 


Todo eu fico a cismar 
na louca voz do vento, 
na atitude serena 
e estranha duma serra; 
no delírio do mar, 
na paz do Firmamento 
e na nuvem que estende 
as asas sobre a terra. 


Vivo a vida infinita, 
eterna, esplendorosa. 
Sou neblina, sou ave, 
estrela, azul sem fim, 
só porque, um dia, tu, 
mulher misteriosa, 
por acaso, talvez, 
olhas-te para mim.


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.