Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

teiasdeseda.jpg

 

 

Caixa de Pandora

apresenta-se publicamente em 2013, com diversas atuações em Portugal e no estrangeiro, mas é em 2014 que definitivamente se afirma com o lançamento do seu 1º CD - Teias de Seda.

 

Os membros que integram este Pandórico trio, já com uma sólida relação musical de 10 anos, inspiram e conspiram por entre o clássico e a world music, assinalado pelo talento e a criatividade na composição dasTeias de Seda.  Sem que possa ser rotulada, a sua música é proporcionadora de uma amplificação-emocional, no sentido que promete suscitar as mais recônditas e tímidas emoções, e transportá-las até onde o espectro criativo, de quem ouve esta música, o permitir.

 

Os músicos:

 

Rui Filipe Reis

Pianista/multi-instrumentista/compositor/produtor musical

 

Começou a estudar música no Instituto Gregoriano e aos 20 anos tornou-se músico profissional.

 

Realizou um vasto trabalho de composição e direção desde a 2ª metade da década dos anos 90, altura em que colaborou com Dulce Pontes - participação em 4 CDs e espectáculos ao vivo - mas é a partir de 2006 que lhe é conferida uma nova etapa artística com os projetos XaileRosaNegra, este último laureado com o prémio Carlos Paredes. Outras colaborações tiveram lugar no seu percurso - Paulo Gonzo, Maria João, entre muitos outros - assim como em programas de TV, música para bailado e peças de teatro.

 

O seu trabalho de composição é cada vez mais premente, e Teias de Seda é prova disso mesmo ao apresentar 16 temas, todos eles originais da sua autoria. Caixa de Pandora revela o lado mais emocional do autor que se deixa levar livre e criativamente para conduzir o seu público a estados de contemplação oníricos versus momentos de pura catarse.

 

                                                                                 

Cindy Gonçalves

Violinista

Nascida em França, de pais portugueses, aos 7 anos inicia estudos musicais ainda em Tourcoing, sua terra natal. Mais tarde, e já em Portugal, ganha o concurso “Juventude Musical”, o que lhe permite continuar e terminar os seus estudos musicais na Academia Metropolitana de Lisboa e, ao mesmo tempo, frequentar um curso de Formação Teatral na Universidade Lusíada.

 

Violonista e performer de rara sensibilidade e curiosidade, Cindy tem diversificado as suas atividades, entre os quais se destacam projetos ligados à dança, ao teatro e teatro de marionetas.

 

Foi membro integrante de RosaNegra, um projeto musical que cruza o fado e as origens mediterrânicas sefarditas, mas é em Caixa de Pandora que se sente em casa, lugar onde expõe a sua ousadia e que acolhe a sua arte.

 

Sandra Martins 

Violoncelista/clarinetista

 

Sandra começou a estudar clarinete aos 5 anos e violoncelo aos 7, na Academia Luísa Todi, tendo mais tarde continuado os seus estudos na Escola Superior de Música do Porto.

 

Muito cedo a música tornou-se o seu modo de vida, e as suas intervenções como violoncelista têm sido muitas e variadas com diversos artistas, entre os quais Rodrigo Leão, Júlio Pereira, entre outros.

 

Integrou também o projeto RosaNegra, espaço musical onde o trinado do fado e a ornamentação moçárabe revelaram-se-lhe desafiantes.Sempre ligada a projetos de linguagem folk tradicional, danças europeias de abrangência world music, Sandra, depois de muitas viagens, tem na Caixa de Pandora um lugar que é seu, um papel único e original feito à medida do seu talento e capacidade artística.

 

www.caixadepandora.com.pt

 

http://youtu.be/n5Zs8r0Wy7w

 

https://www.facebook.com/pages/Caixa-de-Pandora/641109972572878?fref=ts

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email