Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Pediste, eu não tinha
Mesmo assim eu dei
Só quises-te ouvir
Aquilo que eu não te falei
Não pensei, perdi
Mesmo assim não larguei
Agora estou sem ti mas
na verdade ainda não sei
Refrão

Deixa-me sentir
Deixa-me acordar os anos que anestesiei
Não quero mais fugir
Da realidade que por ti eu afastei
Tomaste-me o sol
Levas-te-me o tempo
Com bem comprei mal
Pedi o teu templo
O amor que selamos, com lacre de prata
Mais um Dom quixote, que por ti se mata
Agora é que eu vejo quem contigo pára
Trocou o desejo
pela tua lei da bala
Cegaste-lhe a esperança
e sugas seu corpo
O que nasceu certo, vais tu pondo torto

Refrão 2x



Pediste, eu não tinha
Mesmo assim eu dei
Só quizes-te ouvir
Aquilo que eu não te falei
Não pensei, perdi
Mesmo assim não larguei
Agora estou sem ti mas
na verdade ainda não sei

2xx

Deixa-me sentir
Deixa-me acordar os anos que anestesiei
Não quero mais fugir
Da realidade que por ti eu afastei

Deixa-me sentir...

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email