Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Letra e Musica: Bezegol

 

De tanto te amar Maria
Pus a vida do avesso
Estavas tão perto do fim


E eu vivia o começo
O teu plano era diferente
E deixou-me enfeitiçado
Dizem que quem ama é cego
E eu não vi que era o meu lado
Por gostar de ti Maria
Não olhei ao sofrimento
E não quis lembrar o dia
Que falhaste ao juramento
Por ti enfrentei o mundo
Enrolado no teu dedo
Condenado a amor profundo
Encobrindo o teu segredo
Eu lembro-me de ti
Por quem me apaixonei
Para onde foste eu não vi
Nem sei quando deixei
Queria-te ter aqui
Mas sei que não consigo
Fazer voltar atrás
Fazer do tempo amigo
Vou seguindo minha estrela
Firme vou no meu caminho
A bagagem vai pesada
Mas eu carrego sozinho
Foi dica a tua experiência
Mas não quero olhar para trás
Agarro-me às partes boas
E sigo a iludir as más
Eu lembro-me de ti
Por quem me apaixonei
Para onde foste eu não vi
Nem sei quando deixei
Queria-te ter aqui
Mas sei que não consigo
Fazer voltar atrás
Fazer do tempo amigo
Eu lembro-me de ti
Por quem me apaixonei
Para onde foste eu não vi
Nem sei quando deixei
Queria-te ter aqui
Mas sei que não consigo
Fazer voltar atrás
Fazer do tempo amigo
Eu lembro-me de ti
Por quem me apaixonei
Para onde foste eu não vi
Nem sei quando deixei
Queria-te ter aqui
Mas sei que não consigo
Fazer voltar atrás
Fazer do tempo amigo
Eu lembro-me de ti
Por quem me apaixonei
Para onde foste eu não vi
Nem sei quando deixei
Queria-te ter aqui
Mas sei que não consigo
Fazer voltar atrás
Fazer do tempo amigo
Eu lembro-me de ti

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email