Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

OS TEUS PASSOS

Quando os teus passos andam para trás
eu não vivo mais,
nem te sei de cor.
Nem te sei de cor.

Levo a cabeça ao peito
e os restos mortais,
já não sou de ferro,
já não sou demais
como achava ontem.

Quando os teus passos andam para trás
eu não vivo mais,
nem te sei de cor.
Nem te sei de cor.

Levas a arma às costas
e o saco de pedras,
deitas a carga fora
e o coração às feras.

Quando os teus passos andam para trás
eu não vivo mais,
nem te sei de cor.
Nem te sei de cor.

Lavas as mãos do fogo
que deixaste na estrada,
eu tinha sangue novo
e não sobrou nada.

Quando os teus passos andam para trás
eu não vivo mais,
nem te sei de cor.
Nem te sei de cor.

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email