Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

 

Às vezes, dou por mim quase esquecido, 
suspirando meio perdido,
sem ninguém pra conspirar...
Por linhas tortas,
troco as palavras e abro portas,
invento frases de lamento,
houvesse alguém pra duvidar...

Se eu fosse a ti vinha a correr,
não vês que em ti eu posso ser
a sede ardente de um desejo
Se eu fosse a ti vinha a voar,
os pés no ar a querer andar,
sentir o corpo a levitar,
na febre quente de mais um beijo.

Às vezes dou por mim quase rendido,
no teu canto preferido, 
a sorte teima em não passar
mas sou teimoso
e fico à espera no mesmo lugar
onde passas sem parar
houvesse alguém pra duvidar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email