Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

21 Mar, 2015

ArDE - Vezes Demais

 

Letra

 

"Vezes Demais"

 

Silêncios tão letais, gemidos são constantes sinais,

do mal que em nós vemos, o porquê, se cega um povo que não lê,

só ouve que não, palavra que soa a sim, a quem não tem pão,

e apruma o corpo em cetim, sem direito a sonhar,

perdido num bolso sem fim, existência sem ar

sufoca o ser que há em ti

Ilusão a dobrar, e apostas a fé sem um par, e anseias vencer…

Vezes demais, vezes demais

 

Sorte que não surge, quando tu mais queres,

vícios que te esfolam, mesmo sem tu veres

Vezes demais, vezes demais… Vezes demais, vezes demais

 

e continuas a rir, triste figuras que és,

sem rede onde caires, neste cantinho de "Zés"

 

É fácil de criticar, quando ao espelho não vejo quem sou,

ivoco saberes que suprimem os teus,

reflectem defeitos cruéis como aos meus,

vezes demais, jogando ao quem é quem?!,

no risco sobreviver, será que escapa alguém???

Vezes demais

 

Vezes demais

 

sem direito a sonhar… perdido num bolso sem fim,

existência sem ar, sufoca o ser que… não há… em ti...

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.