Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

zambujoexicobuarque.jpg

António Zambujo: oiça o novo disco na pré-venda do iTunes até sexta-feira

“Até Pensei Que Fosse Minha” conta com participações de Chico Buarque, Carminho, Roberta Sá, entre outros

Esta sexta-feira chega a todas as lojas o muito aguardado novo álbum de António Zambujo, “Até Pensei Que Fosse Minha”, um projeto composto somente por canções de Chico Buarque e que conta com a colaboração do próprio mestre da música popular brasileira. Mas até lá o disco está disponível em regime de pré-venda no iTunes. Quem fizer já a sua reserva pode ouvir em primeira mão duas canções deste álbum, “Injuriado” e “João e Maria”. Pode ainda ouvir em pré-escuta 90 segundos de cada um dos temas do alinhamento, descobrindo os segredos que guarda este novo disco.

De “Até Pensei Que Fosse Minha” fazem parte algumas das canções mais emblemáticas do percurso de Chico Buarque, como “Cálice”, “Valsinha”, “Tanto Mar” ou “Geni e o Zepelim”.

Chico Buarque interpreta com António Zambujo o clássico “Joana Francesa”. Já a fadista Carminho participa no tema “O Meu Amor” e a cantora brasileira Roberta Sá tem uma participação especial na canção “Sem Fantasia”.

Caetano Veloso, outro dos grandes mestres da música popular brasileira, além de admirador da música de Zambujo, já se rendeu a este álbum tão especial: “No timbre e na prosódia lusitana de António as canções de Chico (escolhidas em períodos diferentes das muitas décadas de composição) parecem postas numa perspetiva que dá ao brasileiro uma tomada de distância – no espaço e no tempo – que o leva às lágrimas, assustado que fica com a nova evidência da sua grandeza”, escreveu.

“Até Pensei Que Fosse Minha” foi produzido por Ricardo Cruz e Marcello Gonçalves, sendo que este último é ainda responsável pela direção musical e arranjos.

Além de colaboradores de longa data como Ricardo Cruz (no contrabaixo), Bernardo Couto (na guitarra portuguesa), José Conde (clarinete) ou André Conde (trombone) este novo álbum conta ainda com a participação de músicos como o Trio Madeira Brasil, o próprio Marcello Gonçalves no violão de sete cordas, Sérgio Valdeos e Zé Paulo Becker no violão, Ronaldo do Bandolim no bandolim, João Moreira no trompete, Anat Cohen no clarinete, Paulino Dias na percussão ou Marcelo Cadi no acordeão, entre outros.

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.