Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Eu te disse que eu era inocente baby,
E não era esse homem que dizias ser,
Mas o teu ciume no teu ouvido pôs algodão.
Eu te disse que te amava e tu sem noção,
Eu fui chamado burro por dançar a tua canção,
Mas não me importei me dediquei de coração.

E do resto do mundo eu não quis saber
Fiz-te meu mundo e tudo fiz para ver
Nem que fosse um sorriso em ti já estava bom.
Meu telefone e email tu tinhas o pin
Dei-te mil motivos para confiares em mim
Mas nada disso foi suficiente pra ti.

Refrão:

Então agora não me toca
Não quero saber de beijos, não me toca
Não quero saber de abraços, não me toca
Não quero saber do teu amor

Então agora não me toca
Não quero saber se faço bem, não me toca
Não quero saber se faço mal, não me toca
Pra ti sou sempre o vilão.

Eu disse que eu era inocente baby
Eu fui sincero
No fundo tu sabias mas ainda assim, tu...
Fizeste escândalos,
Prejudiquei-me várias vezes por caprichos teus,
Teu desrespeito matou o cupido em mim.
Foste egocêntrica, egoista o que é de bom
Queres só pra ti, mas o que cobraste
Tu nunca soubeste dar, não.
Vivi carente de carinho enquanto tu o tens de sobra,
Mas mesmo assim não deixei de ser o vilão.

Refrão:

Então agora não me toca
Não quero saber de beijos, não me toca
Não quero saber de abraços, não me toca
Não quero saber do teu amor

Então agora não me toca
Não quero saber se faço bem, não me toca
Não quero saber se faço mal, não me toca
Pra ti sou sempre o vilão

Me deixa ir (3x)
Em paz, pois eu preciso respirar novos ares
Por aí baby,oohh yeeeeeh
Pois não foi falta de aviso, não foi falta de aviso

Refrão:

Então agora não me toca
Não quero saber de beijos, não me toca
Não quero saber de abraços, não me toca
Não quero saber do teu amor

Então agora não me toca
Não quero saber se faço bem, não me toca
Não quero saber se faço mal, não me toca
Pra ti sou sempre o vilão

O amor que eu te dei agora vejo que foi em vão, tudo foi em vão.
O amor que eu te dei agora vejo que foi em vão, tudo foi em vão.

O carinho que eu te dei
Todo aquele mimo que eu te dei
Todo o amor que eu te dei
Eu agora vejo que foi em vão, em vão!

Me deixa ir (3x)


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email