Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Anda por aí um bicho sem ninguém saber
Entra nos bolsos dos pobres à procura de comer
Vai roendo de mansinho, direitinho às algibeiras
Diz quem o viu ao ataque que as pode levar inteiras.
Cuidado que ele é do mais guloso
Cuidado que ele é muito perigoso
Vem, o bichinho vem
a casa de quem puder
Vem, o bichinho vem
para levar tudo o que houver.
Vai, o bichinho vai
à caça do que encontrar
Vai, o bichinho vai
sempre pronto para atacar.

Na sua dieta estranha estão impostos e acções
estão os planos de poupança, estão reformas e pensões
E não há qualquer quantia que lhe acabe com a fome
se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.
Cuidado que ele é do mais guloso
Cuidado que ele é muito perigoso
Vem, o bichinho vem
a casa de quem puder
Vem, o bichinho vem
para levar tudo o que houver.
Vai, o bichinho vai
à caça do que encontrar
Vai, o bichinho vai
sempre pronto para atacar.
Vai, o bichinho vai
à caça do que encontrar
Vai, o bichinho vai
sempre pronto para atacar.
Vem, o bichinho vem
a casa de quem puder
Vem, o bichinho vem
para levar tudo o que houver.
Vai, o bichinho vai
à caça do que encontrar
Vai, o bichinho vai
sempre pronto para atacar.
Vem, o bichinho vem
a casa de quem puder
Vem, o bichinho vem
para levar tudo o que houver.
Vai, o bichinho vai
Vai, o bichinho vai
Vem, o bichinho vem
Vem, o bichinho vem
para levar tudo o que houver.

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email