Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Amor Terror estreiam hoje 2º single e atuam no Sabotage Bar

 

“Fogo” é o segundo single dos Amor Terror e estreia hoje a nível nacional. Este é apenas um dos temas do EP “A Culpa é Tua” (editado em fevereiro passado pela Music In My Soul) que a banda vai apresentar no Sabotage Bar, em Lisboa, já no próximo sábado, dia 11 de abril, por volta das 23h30.

 

Os Amor Terror formaram-se na primavera de 2011. Daniel Filipe e Miguel Morgado, que se conheceram num projeto anterior, sentiam que artisticamente deviam e podiam ambicionar mais. Os dois também conheciam o baterista Ricardo Rodrigues, com quem já tinham trabalhado e que sabiam que estava com vontade de fazer alguma coisa diferente. Pouco tempo depois de terem começado a trabalhar, a escrever canções e a criar, chegou o baixista Bruno Barradas, para completar a formação.


Passados dois meses, entraram em estúdio e gravaram o disco "Lista Negra", misturado e masterizado na Suécia. Em outubro desse ano, fizeram a primeira tournée (Vox trooper tour – uma digressão underground, patrocinada por uma marca de roupa), que viria a acabar em abril de 2012. Nessa altura, assinaram com a NMusic a distribuição digital do “Lista Negra”, gravaram e lançaram o vídeo “Isabel”, continuando a tocar ao vivo.


Após uma pausa forçada, voltaram aos palcos em 2013 e começaram com a LX Editora no publishing. Durante esse ano, descobriram mais sobre si mesmos e sobre o que queriam fazer enquanto banda. Decidiram continuar a procurar caminhos e em setembro foram ao Poison Apple e gravaram o tema “Sonha” com Vasco Ramos e Tiago Canadas. Entre alguns concertos e a necessidade de continuar a escrever, surgiu a Music In My Soul.

 

Entretanto, a formação sofreu algumas alterações, com a saída de Miguel Morgado e a entrada de Luís Almeida e João Luís.


Os Amor Terror são bastante ecléticos no que respeita ao seu gosto musical.  Apesar de conhecerem e respeitarem muito os clássicos,  assumem-se como uma banda contemporânea, com uma visão projetada para o futuro.

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email