Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Amélia, tu sabes
Contra tudo nós tentámos
Fixar record na tabela
Eu macleito barbarela
Amélia, que vício
Com esse mesmo olhar de lince
Juraste-me amor eterno
Entre o Céu e o Inferno
Dia a dia calcurreando pontes e rossios
Meia briga já ficava tudo por um fio
De lembrar até me riu
Sic sic sábio
a traição a mágoa
Não te tirarão honra de seres a mais bela
A fazer do mundo passarela
Não não podes
Falo e comoves
te, Mas tenho, tenho que ir
Amélia, contigo entalada na goela
Pasmado por saber de ti
Amélia
Amélia, no alfa
Os dois nus enquanto a bófia
Se perfilava à janela
A apreciar a espreitadela
Na arromba de noitadas
Copos e lumes ateiam ciúmes
E a pouco e pouco
Dois loucos um pelo outro
Acabam só loucos,
Só loucos é pouco!
Ano a ano
Calcurreando a linha da virtude
Já sem repetir
os tropeções da juventude
Apagamos quase tudo
Sic sic sábio
A traição a mágoa
Não te tirarão
honra de seres a mais bela
A fazer do mundo passarela
Não, não podes
Falo e comoves
Te, mas tenho, tenho de ir
Amélia
contigo entalada na goela
Pasmado por saber
pasmado por saber
Pasmado por saber de ti
Amélia
Amélia
Amélia
Amélia
Amélia

 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email