Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão?
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

Pois eu já não, já não aguento mais... Mais, noo
E o estar distante é só um dos sinais, sinais, no
Não sinto nada, e nada mais me solta
Ou me distrai, e nem mesmo se juntar cristais
Eu vou sentir amor
Quer dizer amor eu sinto, mas nada mais
Não sou dos fiéis
Mas sou dos leais
Sou dos que te levanta quando cais

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão?
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

Eu quero estar só, mas eu não te quero mal... Mal
É para o bem da nossa sanidade mental, mental
Todos temos fantasmas que nos perseguem e atormentam
Não me sinto em casa
Não passo aqui nem mais um serão
Vou fazer-me à estrada, por isso poupa-me o sermão
Tu vais ver que é bem melhor assim

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão?
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

Por mais que ela diga que eu seja o único
A gente nunca se beija em público
Ultimamente só me chama púdico
Já nem consigo dormir num cúbico
Perdeu-se entretanto,
Ya, eu sei que ela já teve uns quantos
Mas eu não quero saber com quem é que ela fo*** antes
Porque depois de fo*** comigo, ela vê que nem fo*** tanto

Mas diz-me porque é que tu não aceitas
A minha decisão e só me desrespeitas
Pra quê discussão e só promessas feitas
O mel que eu tenho no bolso nem é do Nelson Freitas

Não vou oferecer anéis nem abrir colares
Ou ficamos juntos ou peço para circulares
E por siso quando me vires bazar de fato e auriculares
É porque vou viajar num jato particular

Não, eu não quero que me leves ao aeroporto
Caga nisso, a gente já nem se pode ver um ao outro
Vai dizer a toda a gente que eu sou um porco
Pára de agir como se perdesses o totoloto

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão?
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

Deixa-te de merdas
Pra quê discussão
Não quero ser teu dono
Nem dono da razão

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Eu quero é estar só
Eu preciso de estar só

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email