Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

05 Nov, 2015

Adeus · Mariza

 

Letra

 

Manhãs serenas
Pálidos dias sem Sol
Enevoados céus
Opacas noites de perfumes cálidos
Vejo tudo isso e digo adeus
Frutos doirados
Flores de estoante viço
Rochas, praias, ilhéus
Ondas do mar azul
Vejo tudo isso e digo adeus
Vejo tudo isso e digo adeus
Que importa que este fosse o meu desejo
Se o envolveu a sombra de pesados véus
A vida existe para os outros
Vejo tudo isso e digo adeus
E porque é tarde estou cansado
Sigo a estrada do regresso
E quando volvo os meus olhos além
Vejo tudo isso e digo adeus
Vejo tudo isso e digo adeus
E porque é tarde estou cansado
Sigo a estrada do regresso
E quando volvo os meus olhos além
Vejo tudo isso e digo adeus
Vejo tudo isso e digo adeus
Vejo tudo isso e digo adeus

 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.