Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

omri.jpg

 

OMIRI
Café-concerto

 

Pátio ACERT
Data/Hora:  Sáb, 4jun'16 às 23:00



Um dos mais originais projetos de reinvenção da música tradicional portuguesa.


Para reinventar a tradição, nada melhor que trazer para o próprio espetáculo os verdadeiros intervenientes da nossa cultura: músicos e sons de todo o país a tocar e a cantar como se fizessem parte de um mesmo universo. Não em carne e osso, mas em som e imagem, com recolhas transformadas e manipuladas em tempo real, servindo de base para a composiçãoo e improvisação musical de Vasco Ribeiro Casais.


Para acompanhar a música, haverá um baile, onde todos os temas tocados são dançáveis segundo o ritmo e o balanço das danças tradicionais, e não só (Repasseados, Drum’n’bass, Malhões, Viras, Break Beat, Corridinhos...).


Omiri é, acima de tudo, remix, a cultura do século XXI, ao misturar num só espetáculo práticas musicais já esquecidas, tornando-as permeáveis e acessíveis à cultura dos nossos dias, isto é, sincronizando formas e músicas da nossa tradição rural com a linguagem da cultura urbana.


Em Omiri a música e cultura portuguesa é rica e gosta de si própria.


Multi-instrumentista, Vasco Casais apresenta em tempo real uma mescla musical surpreendente, com uma singular interação com projeção vídeo.


Ficha Técnica


Vasco Ribeiro Casais: Gaitas de Foles, Bouzouki Português, Cavaquinho, Nyckelharpa, Eletrónica e Vídeo em tempo real.

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.