Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

birdiesareindie.jpg

 

BIRDS ARE INDIE
Café Concerto
Alternativos, subtis e discretos

 

Local:  Bar ACERT
Data/Hora:  Seg, 31 out'16 às 23:00

“Let’s pretend the world has stopped”, o novo disco do trio conimbricense Birds Are Indie, é já o seu terceiro longa-duração, a somar a alguns EP’s que foram editando desde 2010. Numa altura em que o presente parece tornar-se obsoleto tão rapidamente, este é um álbum sobre a vontade de parar o mundo e ver o que acontece... às dúvidas e às certezas, ao amor e à solidão, à calma e à urgência. Editado em formato digital, CD e vinyl, a composição, gravação, mistura, masterização e o artwork foram totalmente feitos pela banda, à sua maneira, de forma independente. Por isso, ouvir este disco é como receber a Joana, o Jerónimo e o Henrique em casa. Se já os conhecem, convidem-nos a entrar com um sorriso, se não, não os deixem ficar à porta...

“O encanto de Birds are Indie é precisamente a simplicidade de quem porventura não nasceu para a música, mas a música, ainda assim, nasceu-lhes. É quase um manifesto antivirtuoso, minimalista, mas encantador.”

Jornal de Letras

 


Ficha TécnicaVoz, guitarra acústica: Ricardo Jerónimo
Voz, teclados, percussão, melódica: Joana Corker
Guitarra eléctrica, percussão, metalofone: Henrique Toscano

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email