Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

belaquarteto.jpg

 

 

BELA QUARTETO
Café-concerto
Uma revisitação pelo universo do fado com arranjos inovadores com distintas musicalidades


Afinal, Alfama não só cheira a fado como também tem outra canção.

 

Muitos músicos se cruzam nas noites longas de Lisboa e quase todos vagueiam sem destino e sem medo de perder a identidade por diferentes musicalidades, harmonizando a mistura de estilos. Foi da arte do encontro entre a boémia e a vadiagem que surgiu a ideia de convidar o cantautor e fadista Marco Oliveira a associar a sua voz e guitarra às percussões, violino e contrabaixo.

 

O seu espetáculo viaja por um repertório que assenta sobre o fado com arranjos muito próprios e a música tradicional portuguesa

 

Local:  Bar ACERT
Data/Hora:  Sáb, 27 fev'16 às 23:00


Ficha Técnica

Voz e guitarra: Marcos Oliveira
Percussões: Carlos Mil-Homens
Violino: Otto Pereira
Contrabaixo: João Penedo

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.