Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Espero-te Como quem espera o futuro Sem ciência, só por adivinhação Não sei se és tu quem procuro Mas é tarde pra tudo Tarda-me o coração Tenho-te nesta ideia que fiz de dois Um qualquer, a mim já não me dobra E entre um sim e um pois Tu não matas nem mais E o meu corpo já sobra E às vezes dou por mim Quando ninguém está a ver Será que é por tanto crer Que ninguém me quer Sozinha na moldura Na casa dos meus pais Dizem que estou madura E eu não quero (...)
  Letra   Dum botao de branco punho Dum braço de fora preto Vou pedir contas ao mundo Além naquele coreto Lá vai uma lá vao duas Três pombas a descansar Uma é minha outra é tua Outra é de quem n'a agarrar Na sala há cinco meninas E um botao de sardinheira Feitas de fruta madura Nos braços duma rameira Lá vai uma lá vao duas... O Sol é quem faz a cura Com alfinete de dama Na sala há cinco meninas Feitas duma capulana Lá vai uma lá vao duas... Quando a noite se avizinha (...)
  Letra   Perguntaste-me outro dia Se eu sabia o que era o fado Disse-te que não sabia Tu ficaste admirado Sem saber o que dizia Eu menti naquela hora Disse-te que não sabia Mas vou-te dizer agora Almas vencidas Noites perdidas Sombras bizarras Na Mouraria Canta um rufia Choram guitarras Amor ciúme Cinzas e lume Dor e pecado Tudo isto existe Tudo isto é triste Tudo isto é fado Se queres ser o meu senhor E teres-me sempre a teu lado Não me fales só de amor Fala-me também do fado E o fado é o meu castigo
  Letra   O Sol A brilhar  A sorrir E a brincar Para nós Fim de tarde a sonhar Um búzio A contar Uma lenda Do mar Um naufrágio E um barquinho a passar Deitados na areia Desenhamos os sons Com tons de Verão Que em ondas se vão E assim, nosso sonho voou... A noite Ao chegar Trás com ela Uma estrela Melodia Que convida a dançar... Dá cor Ao luar A paixão Que se sente Ilusão De um sonho Ao poente [instrumental] Deitados na areia Desenhamos canções Com tons de Verão Q (...)
    Letra     Por la blanda arena Que lame el mar Su pequeña huella No vuelve más Un sendero solo De pena y silencio llegó Hasta el agua profunda Un sendero solo De penas mudas llegó Hasta la espuma. Sabe Dios qué angustia Te acompañó Qué dolores viejos Calló tu voz Para recostarte Arrullada en el canto De las caracolas marinas La canción que canta En el fondo oscuro del mar La caracola. Te vas Alfonsina Con tu soledad ¿Qué poemas nuevos Fuíste a buscar? Una voz (...)
    Letra     De que túnel de que árvore De que zero de remorso De que rasura do vento De que núpcias de mármore De que fresta de que pórtico Saíste neste momento Para que praia que porto Que fugitiva garupa Que torre desconhecida Que mãos que braços que rosto Que tempestade difusa Te encontras já de partida Não és de nenhum sossego Vives no gume do ser Na fronteira do devir E assim me tornas eu mesma Entre nascer e morrer Entre chegar e partir
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email