Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Hoje a minha dor é esta No cosmo dos dois caminhos Querer deitar fogo à floresta sem queimar os ninhos nem o sol da sesta Tu conheces as minhas faces todas como a lua E desconheces que a vida muda até a tua lupa E que eu não sou a única que está diferente E que não não há uma só critica ou vítima em julgamento Eis o reconhecimento, vamos começar de novo Reconhecermos os erros é conhecermos o outro Faz o que é suposto recomeço é necessário Seco as (...)
    Capicua edita esta semana "Medusa", um álbum de remisturas de músicas do disco anterior, "Sereia louca", e que inclui duas canções inéditas, uma delas sobre violência contra as mulheres. "É um disco coletivo, de remisturas feitas por várias tribos, e é para celebrar um ano de vida de 'Sereia Louca'", diz a rapper portuense. O (...)
  Letra   (Capicua) Ela é medusa. A vítima que toda a gente acusa. E de quem a vida abusa. Ela é Medusa e recua e recusa E resiste, ele insitiste e arranca-lha a blusa e usa-a Escusa, ela acua, sozinha na rua Seminua Semi-sua Semi- morta Porque mais ninguém se importa! Ela é Medusa O corpo pra que toda a gente aponta Que posta, não gosta, faz troça, desmonta Comenta, ali exposta na montra, De fita métrica pronta Examina-se a carne E critica-se a “coisa”. O resto não conta (...)
03 Jun, 2014

CAPICUA - Vayorken

  letra   Quando for grande, vou ser prof. de windsurf E quando danço, rodo e faço "brinc-dance" Que como a Jane Fonda, é de Vayorken E Vayorken, a gente diverte-se imenso! (x2) Era para ser Artur e nasci Ana (Ana quê?) Ana só. (Ana só?) Sim, sou a Ana. Era percentil noventa nos anos oitenta E entre colheradas chorava sempre faminta Sempre vestida como um mini comunista Com roupas que a mãe fazia com modelos da revista Eu queria ser pirosa, vestir-me de cor-de-rosa Vestir (...)
  São vários os atributos que podemos encontrar reunidos num MC. Uns mais importantes do que outros (uma análise que é sempre subjetiva), mas, ao mesmo tempo, todos indispensáveis. No que toca ao storytelling,Capicua já atingiu uma destreza notória. De tal forma que nos deixamos ser sequestrados pelas suas narrativas, partindo em viagens longas e cativantes, (...)
    Letra   Menina dos olhos tristes o que tanto a faz chorar o soldadinho não volta do outro lado do mar do outro lado do mar   Pequeno soldadinho grande tenho saudades tuas desses teu olhos brilhantes sedentos de aventuras da tua elegância britânica num pijama anil da tua candura titânica mas quase infantil mesmo se os ossos tivessem envelhecido mesmo se os olhos tivessem escurecido já te fui conhecer entre a morte e a tua mãe quem te trouxe foi a música (...)
  Letra   passa o passe pelo torniquete espera que o portão abra assim que a hora chegue para que o barco saia ainda é de madrugada o ar frio corta-lhe a cara e no cais os sons metálicos são a banda sonora  um grito de gaivota um puto chora de com sono enquanto a mãe tenta calá-lo com um biberão de leite morno e ela lembra-se dos filhos que ficaram sós em casa e dos filhos da patroa pra cuidar na outra margem já se vê Lisboa ao fundo que amanhece sonolenta (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email