Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

08 Nov, 2013

A Naifa - Alfama

  Letra   Alfama de cacos pintados de tintas e trocas e ventos no rio    no rio de pontos picantes e pontas de faca  com laca e alpaca Alfama com alma e alfafa e gente de fama que cai na galhofa  do pátio da esquina da feira da ladra de cacos picantes e contas correntes  de tretas e pintas de gente com laca  nas pontas da fama e ventos de faca que cortam Alfama em portas pintadas com a fama do fado com a fama de alfama   com alma e alfafa e gente de fama (...)
«As Canções d'A Naifa» inclui temas celebrizados por Fernando Tordo, Simone de Oliveira, GNR e Amália Rodrigues   Chegou esta semana às lojas «As Canções d'A Naifa», novo disco em que a banda de Maria Antónia Mendes (voz), Luís Varatojo (guitarra portuguesa), Sandra Baptista (baixo) e Samuel Palitos (bateria) interpreta clássicos da música portuguesa (...)
06 Nov, 2013

A Naifa - A Tourada

  Letra   Não importa sol ou sombra  camarotes ou barreiras  toureamos ombro a ombro  as feras.  Ninguém nos leva ao engano  toureamos mano a mano  só nos podem causar dano  espera.  Entram guizos chocas e capotes  e mantilhas pretas  entram espadas chifres e derrotes  e alguns poetas  entram bravos cravos e dichotes  porque tudo o mais  são tretas.  Entram vacas depois dos forcados  que não pegam nada.  Soam brados e olés dos nabos  que não pagam nada  e (...)
  Letra   Não digas nada - a tua boca já me pertenceu E agora tenho ciúmes das palavras. o que Disseres será um beijo pousado nos lábios de Outra mulher, dor e mais dor, traição maior Para quem acreditou que o teu amor era para A morte. não fales - tenho também ciúmes Da tua voz; ouvir-te é ficar só uma vez mais.
  Letra   amanhã serei jornais antigos doente de amor fabriquei um romance amanhã morrerei em voz baixa pequena de destino no banco traseiro ama com egoísmo começarei por mim própria imagino-me mais alta na página seguinte filha de cabeleireira sinto-me sempre culpada a técnica minuciosa nunca me serviu de nada amanhã serei sem abrigo banco de jardim com vista para o mar amanhã morrerei lição de história o corpo da criada ao serviço da casa
A Naifa edita a 4 de novembro um novo álbum, no qual revisita canções da música portuguesa, do pop rock ao fado, e cujas escolhas traçam também a identidade musical da banda. "As canções d'A Naifa" reúne nove músicas, entre as quais "Libertação", gravada por Amália Rodrigues, "Inquietação", de José Mário Branco, "Sentidos Pêsames", dos GNR, e "Subida aos céus", gravada pelos Três Tristes Tigres. "Desde 2004 que temos vindo a fazer versões de uma ou outra canção, (...)
  Letra    José Mário Branco   A contas com o bem que tu me fazes  A contas com o mal por que passei  Com tantas guerras que travei  Já não sei fazer as pazes  São flores aos milhões entre ruínas  Meu peito feito campo de batalha  Cada alvorada que me ensinas  Oiro em pó que o vento espalha  Cá dentro inquietação, inquietação  É só inquietação, inquietação  Porquê, não sei  Porquê, não sei  Porquê, não sei ainda  Há sempre qualquer (...)
  Letra   Inquietação  José Mário Branco   A contas com o bem que tu me fazes  A contas com o mal por que passei  Com tantas guerras que travei  Já não sei fazer as pazes  São flores aos milhões entre ruínas  Meu peito feito campo de batalha  Cada alvorada que me ensinas  Oiro em pó que o vento espalha  Cá dentro inquietação, inquietação  É só inquietação, inquietação  Porquê, não sei  Porquê, não sei  Porquê, não sei ainda  Há (...)
  O grupo que reúne Mitó Mendes, Luis Varatojo, Sandra Baptista e Samuel Palitos deu a conhecer o seu novo trabalho que originou uma digressão de apresentação nacional.   Entre Março e Maio, A Naifa passou por 14 dos principais Teatros e cidades portuguesas.   No verão, a banda marcou presença em diversos Festivais e eventos do norte ao sul do país. Entre a Festa do Fado no Castelo de S. Jorge (Lisboa), o Festival Bons Sons de Tomar, o Festival Noites Ritual (Porto), o (...)
  Letra   na aula de dança a audácia do par um grande assombro tomou conta de nós um íntimo remorso à porta do vizinho uma discreta condenação serve-me de castigo não quero o amor o que me entusiasma é a boa imitação que ideia tenho eu das coisas meu ingénuo coração meu ingénuo coração   na aula de dança a audácia do par um grande assombro tomou conta de nós tento ler nos lábios por detrás do espelho um sorriso contrafeito a tirar a aliança do dedo   nã (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email