Quarta-feira, 12.09.12

Sara Tavares participa no novo disco de Nelly Furtado

O "The Spirit Indestructible" de Nelly Furtado está quase a chegar às lojas, mais concretamente a 17 de setembro. Sara Tavares canta ao lado da artista luso-canadiana no tema "The Most Beautiful Thing".


No seu último concerto em Portugal, que teve lugar no festival Delta Tejo, em 2011, Nelly Furtado chamou ao palco Sara Tavares e informou de que teria estado a gravar com a artista portuguesa no âmbito do seu novo trabalho discográfico. "The Most Beautiful Thing" é o resultado final da parceria.

 

Nelly Furtado assina todas canções do novo disco e trabalhou com músicos, produtores e compositores dos mais diversos quadrantes musicais. É o caso de Salaam Remi, com quem já partilhara o tema "The Night Is Young"; do produtor e compositor Rodney Jenkins (Michael Jackson, Beyoncé e Lady Gaga); do produtor de metal Bob Rock (Metallica); do produtor e DJ holandês Tiesto; do compositor e produtor rock John Shanks; e do produtor jamaicano de reggae Da Genius.

 

"The Spirit Indestructible" conta ainda com as participações de Ace Primo, em "High Life", e Nas, em "Something" e, na sua edição 'deluxe', Nelly Furtado tem a colaboração de Fraser T. Smith (Adele), de Mike Angelakos, o produtor e líder dos Passion Pit, e de Kenyan Boys Choir.

 

Nelly Furtado nasceu no Canadá e é descendente de portugueses.

 

Noticia de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:38 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.05.12

 

Letra

 

Só D´imagina

 Sara Tavares

 

Ta pensa na bo 
bem ess melodia 
di odjos ficthado 
m viaja na nha fantasia
Dia di sol, dia di calor
sorriso na rosto, sem cansera 
sem dor, Ie, ie, ie, io
Di chinelo na pé, coração xei
di fé, mi ma bo ta anda, na certeza conquista, um mundo novo, um mundo livre,
Sorriso na rosto, só sabura
só sab, Ie, ie, ie, io

Só d´imagina... Só d´imagina
jam senti esperança, só d´imagina jam senti criança di
luz. Só d´imagina... Bo vibração positiva vibra ma mim
Bo vibração positiva tchiga na mi...



publicado por olhar para o mundo às 17:12 | link do post | comentar

Letra
Eu Sei
 Sara Tavares
Se eu voar sem saber onde vou
Se eu andar sem conhecer quem sou
Se eu falar e a voz soar com a manhã
Eu sei...

Refrão
Se eu beber dessa luz que apaga
A noite em mim
E se um dia eu disser
Que já não quero estar aqui
Só deus sabe o que virá
Só deus sabe o que será
Não há outro que conhece
Tudo o que acontece em mim

Se a tristeza é mais profunda que a dor
Se este dia já não tem sabor
E no pensar que tudo isto já pensei
Eu sei...

Refrão
Se eu beber dessa luz que apaga
A noite em mim
E se um dia eu disser
Que já não quero estar aqui
Só deus sabe o que virá
Só deus sabe o que será
Não há outro que conhece
Tudo o que acontece em mim

Se eu beber dessa luz que apaga
A noite em mim
E se um dia eu disser
Que já não quero estar aqui
Na incerteza de saber
O que dizer, o que querer
Mesmo sem nunca pensar
Que um dia o vais pensar
Não há outro que conhece
Tudo o que acontece em mim 


publicado por olhar para o mundo às 08:09 | link do post | comentar

Domingo, 26.02.12

 

Letra

 

Yeah, yeah,yeah
Yeah,yeah, yeah(2x)

Bom feeling...
Yeah, yeah, yeah...
Bom feeling...
Yeah, yeah, yeah...
Bom feeling...

Deixa a janela do sorriso aberta,
Coisa boa, boa,
Coisa desperta,
Canta caia, caia nos liberta
Caia, Caia
Deixa a janela do sorriso aberta,
Coisa boa, boa,
Coisa desperta,
Canta caia, caia nos liberta.

Dá-me um...
Bom feeling...
Bom feeling...
Yeah, yeah, Yeah
Bom feeling...
Bom feeling...
Yeah, yeah, Yeah

Deixa de complicação,
Deixa de confusão,
Liberta a alma dessa prisão,
Deixa-te guiar pelo coração.
Deixa de complicação
Deixa de confusão
Liberta a alma dessa prisão
Deixa-te guiar pelo coração.

Dá-me um...
Bom feeling...
Yeah, yeah, Yeah
Bom feeling...
Yeah, yeah, Yeah
Bom feeling...
Yeah, yeah, Yeah
Bom feeling...
Yeah, yeah, Yeah

- Esse coração assim desagasalhado, vais sair assim?
- O sorriso aonde é que está?
- 'Tás a pensar que vais aonde assim?
- Tens mesmo é que buscar, buscar, buscar, ir fundo, ri só, ri só! 

Dá-me um bom feeling dentro de ti,
Que eu dou-te um bom feeling dentro de mim,
Bom feeling para voar,
Bom feeling para motivar!
Bom feeling dentro de ti,
Que eu dou-te um bom feeling dentro de mim,
Bom feeling para levar,
Bom feeling para nos fazer sorrir!

Bom feeling...
Bom feeling...
Bom feeling...
Bom feeling...
Bom feeling...
Bom feeling...
Bom feeling...

Bom feeling para cantar!
Bom feeling para curtir!
Bom feeling para dançar!
Bom feeling para nos fazer sorrir!

Bom feeling...

- Queres feeling, feeling, feeling?
- Bom feeling cor-de-rosa, amarelo, azul, branco, de todas as cores...
- Quantos é que queres? Rebuçados, doces?
- Olhem o meu bom feeling, olhem o meu bom feeling! 

Bom feeling...
Bom feeling...
Bom feeling...
- Bom feeling é a cor do amor, é a cor da paz...
- É só abrir um sorriso, é só deixar passar.
- Fui, com o vento! 



publicado por olhar para o mundo às 12:06 | link do post | comentar

Sara Tavares

«Xinti» - Sara Tavares

Casa da Música do Porto (Cdm)

01 março, 21:30

EUR 25,00

 

Com apenas 16 anos, através de programas de televisão, conquistou os corações dos portugueses com a sua voz doce mas forte. Portuguesa com ascendência cabo verdiana, Sara Tavares viu o seu crescimento musical dar-se entre duas culturas. Apesar de ter privilegiado o Gospel, a Soul ou o Funk no ínicio da sua carreira, naturalmente foi encontrando nos sons e ritmos africanos um poço de inspiração. Dada essa descoberta, nunca mais parou de cantar, de compor, de escrever fundindo a Pop, a Soul e a música africana fazendo dela uma verdadeira artista do mundo. Atentos a isso mesmo, e ao potencial internacional de Sara, a editora World Connection - a mesma que levou Mariza ao êxito internacional que se conhece - associou-se à cantora e assegura agora a distribuição dos seus trabalhos. Depois de "Shout!", "Mi Ma Bô" e "Balancê" - o álbum que a internacionalizou e a tornou definitivamente numa das mais interessantes vozes da World Music - regressa com "Xinti", um convite ao seu mundo.

 

Via Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 10:30 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.11.11

Sara Tavares regressa aos palcos de Lisboa em fevereiro

 

 

A cantora sobe ao palco do Centro Cultural de Belém (CCB) no dia 23 de fevereiro. Em palco, irá apresentar os temas do seu mais recente trabalho de originais, “Xinti”, que teve edição internacional na prestigiada World Connection, bem como alguns clássicos e novidades.

O concerto tem início às 21h00.

 

Os bilhetes para o espetáculo custam entre €23 e €28.

 

Via Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 09:20 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.10.11

Sara Tavares

 

Sara Tavares irá protagonizar, amanhã, no Centro Cultural Olga Cadaval, um dos concertos mais aguardados da edição 2011 do Sintra Misty.

 

Depois de ter interrompido a sua carreira durante um ano, por motivos de saúde, a cantora regressa aos palcos recuperada, pronta para o triunfo e para o calor dos aplausos. Recentemente galardoada com o prémio para Melhor Voz Feminina, no âmbito do Cabo Verde Music Awards, Sara Tavares irá recuperar, em Sintra, o seu mais recente disco de originais, "Xinti", sobre o qual falou ao Palco Principal.

 

Palco Principal - Este ano, pisaste o palco do Delta Tejo, para um dueto com Nelly Furtado. Também participaste no concerto de Joss Stone no Festival dos Oceanos. Contudo, já há muito que não ofereces aos portugueses um concerto só teu. Isto acontece por algum motivo especial?
 
Sara Tavares – Não propriamente. Estive afastada dos palcos durante algum tempo e tem demorado um pouco para as pessoas se aperceberem que eu já estou bem e que já regressei ao ativo. O último concerto que dei em Lisboa foi em outubro de 2010, nos jardins de Belém, a convite do Presidente. Esse foi também o primeiro concerto que fiz depois da minha longa paragem, que se prolongou por 2010. Foi esse o pontapé de saída para voltar aos palcos. E agora que surgiu esta oportunidade para cantar no Sintra Misty, espero voltar a agendar concertos em Lisboa e Portugal. Felizmente para mim, tenho tido solicitações lá fora, mas por cá, nem por isso.

 

PP - Em 2009 fez uma grande digressão fora de portas. Esteve no Canadá e passou por vários países europeus. Como é recebida lá fora? Sente-se acarinhada pelo público europeu?

 

ST – Muito acarinhada. Já atuei no Canadá três vezes e fui sempre muito bem recebida, mas nesta última passagem, em 2009, senti que as pessoas já iam enchendo as salas, que já conheciam algumas músicas, e havia, aliás, alguns fãs que apareciam de concerto para concerto. Foi pena termos parado em 2010 e não termos conseguido continuar esse trabalho, mas agora estamos de volta e iremos retomá-lo, com disco novo na bagagem.

 

PP – São muitas as saudades de subir, assiduamente, aos palcos?

 

ST – Sim, são muitas. Cantar é a minha identidade. Quando fico muito tempo sem cantar, sinto-me perdida, sem saber muito bem quem sou. A música é que me define e revela a minha identidade.

 

PP – O que podemos esperar do concerto no Sintra Misty, na medida em que será o palco do reencontro com o público português, que muito aguarda uma performance da Sara Tavares em solo nacional?

 

ST – Bem, a novidade é que vou ser acompanhada por uma banda nova, o que se reflete numa nova interpretação das canções. Vou insistir nas músicas do meu último disco, “Xinti”, porque o álbum teve apenas seis meses de vida, na medida em que chegou às lojas na primavera de 2009, tendo eu parado com os concertos logo em dezembro. Aqui em Lisboa só fiz mesmo o Delta Tejo 2009, mas as coisas ainda estavam verdes, ainda estava em plena fase de transição do estúdio para o formato “ao vivo”. Também não esqueçamos que era um concerto de festival, com canções mais mexidas, mais festivas. No Sintra Misty, numa sala como o Centro Cultural Olga Cadaval, haverá lugar para uma maior intimidade, para o acústico, para um calor humano ainda maior em termos de recetividade.

 

PP – Como olhas para “Xinti”, dois anos depois da sua edição?

 

ST – Em “Xinti” falo muito de mim, da necessidade de ouvirmo-nos a nós próprios. Falo muito de um estado de alma, em que as coisas estão alinhadas, estão a fluir. Creio que em todas as canções acabo por abordar uma postura positiva e aberta para a vida, na qual deixamos que esta nos indique o caminho.

 

PP – Revês-te nessa postura, atualmente?

 

ST – Sim, até porque nasci em Portugal, sendo filha de pais estrangeiros. E porque não cresci com os meus pais. Houve muito trabalho, da minha parte, em termos de integração, aqui em Lisboa. Mas este trabalho não é só meu, mas também de uma série de jovens, filhos de pais estrangeiros, que acabaram por forjar uma cultura própria de Lisboa, uma cultura lusófona com traços multiculturais, uma cultura que parte da integração.

 

PP – Para quando um novo registo? Teremos que esperar os quatro anos – dois deles já passaram – que distanciam “Balancê” e “Xinti”?

 

ST – Por acaso, tenho andado a remoer nesse assunto. Já tive vários projetos de canções e ideias. Tenho, contudo, pouca coisa acabada, e ainda não encontrei o fio condutor, aquele que será o tema do próximo disco, mas para lá caminho.

 

PP – No Sintra Misty integras um cartaz de luxo. Que nome te chama mais à atenção?

 

ST – O nosso Tiger Man é, para mim, uma grande máquina! Embora o nosso universo seja um pouco distante, geracionalmente somos contemporâneos, sendo que assisto com muito gosto ao trabalho dele. Aprendo muito com a sua atitude, aquela atitude destemida. Ainda este mês cruzei-me com ele no Brasil, porque fomos tocar no Festival de Cinema Lusófono, onde a Rita Redshoes também esteve presente. Estavam os dois a fazer a sonoplastia de um filme e, mais uma vez, fiquei bastante surpreendida com o seu trabalho. Ver os dois a tocar ao vivo, enquanto passavam imagens do filme, foi fantástico. Quem sabe se um dia não surge uma colaboração. Este universo é um livro aberto!

 

Ana Cláudia Silva

 

 

Via Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 09:46 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.10.11

Letra

 

Quando Dás Um Pouco Mais 

Sara Tavares


Tem mais sabor se é por amor
brilha mais o que é bonito
Kuya bué... se for sem pé
kuya bué... se for na fé 
É bom sinal se é natural 
deixa fluir
GOSTO QUANDO DÁS UM POUCO
MAIS DE TI, FICO FELIZ QUANDO
DÁS UM POUCO UM POUCO MAIS DE TI

Deixa cair o véu, prometo não cairá o céu, deixa-te revelar... prometo a música vai te embalar
deixa-te levar de olhos fechados, tens que te abandonar para poder voar 
GOSTO QUANDO DÁS UM POUCO
MAIS DE TI, FICO FELIZ QUANDO
DÁS UM POUCO UM POUCO MAIS DE TI

Balança na mudança, com esperança, flutuo balançando
feito criança. O nosso (meu) bailoço é...? 
Uma trança de cabelo de uma deusa do olimpo celeste
que a beleza sempre se manifeste, deixa-te levar prometo a música vai te embalar, sente a frescura: brisa doce na cara 

Edifica positiva, 
Energizaçao, saboreia o dia.



publicado por olhar para o mundo às 08:36 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.09.11
Sara Tavares com concertos no Brasil, Polónia, Cabo Verde, Angola e Moçambique
A cantora portuguesa Sara Tavares tem espectáculos marcados até ao final do ano, além de Portugal, no Brasil, Polónia, Cabo Verde, Moçambique e Angola, revelou à Lusa a 'manager' da autora de músicas como 'Bom Feeling'.

O périplo de Sara Tavares arranca em João Pessoa, no Brasil, a 23 de Setembro, onde irá actuar no âmbito do Cineport - Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa.

 

A cantora segue depois para Varsóvia, na Polónia, onde tem actuação marcada a 30 de Setembro no Warsaw Cross Culture Festival.

 

A 14 de Outubro, Sara Tavares actua em Sintra, no Festival Misty, partindo depois para Cabo Verde, onde tem espectáculos marcados a 17 de Novembro na Praia e a 19 no Mindelo.

 

Em Dezembro, a cantora regressa à Polónia, onde actua no Ethno Jazz Festival, em Wroclaw, a 18.

 

Para 2012, Sara Tavares tem já agendado um concerto no Theater Casino Zug, em Zurique, na Suíça.

 

A cantora, de acordo com a manager, irá ainda deslocar-se a Angola e a Moçambique até ao final do ano, «em datas a confirmar».

 

Sara Tavares, que tem quatro álbuns de originais (Sara Tavares & Shout!, de 1996, Mi Ma Bô, de 1999, Balancê, de 2005, e Xinti, de 2009), é uma das convidadas dos Buraka Som Sistema no mais recente trabalho da banda, que será lançado a 24 de Outubro.

 

Via Sol



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 13.07.11
Letra
"Olha, olha esta luzinha
Ao teu lado a brilhar
Assim nunca está escuro
E nem ficas sozinha
Que luzinha tão lindinha
Acompanha a menina

Olha, olha esta luzinha
Ao teu lado a brilhar
Assim nunca está escuro
E nem ficas sozinha
Ao bebé chamaste Zé
E ao ursinho Antoninho
Antes que chegue o soninho
O que é que lhe vamos chamar

Olha, olha esta luzinha
Ao teu lado a brilhar
Acompanha a menina

Olha, olha esta luzinha
Ao teu lado a brilhar

Assim nunca está escuro
E nem ficas sozinha
Luzinha tão lindinha
Acompanha a menina

Olha, olha esta luzinha
Ao teu lado a brilhar

Devia ter um nome
Ai, que nome
Que nome lhe vamos dar
Era tão bom ter um nome
Que nome lhe vamos dar
Antes que chegue o soninho
O que é que lhe vamos chamar
Olha, olha esta luzinha..."



publicado por olhar para o mundo às 17:32 | link do post | comentar

Sábado, 18.06.11
Letra

Diz quem sabe que o calor vai aumentar
diz quem pode que os impostos vão subir
e a gente a duvidar
se foi isto que Deus quis
ou é o refrão que ao chegar
diz que diz

Fala quem fala e quem sempre falou
fala quem gosta de falar
e a vizinha que jamais se calou
diz que me viu a namorar
que o sol se apagou
o tempo mudou
o mundo acabou

Diz o povo que o futuro vai chegar
diz a sorte que o senão vem a seguir
e a gente a perguntar
se não dá pra ser feliz 
ou é o refrão que ao chegar
pede bis

Fala quem fala e quem sempre falou
fala quem gosta de falar
e a vizinha que jamais se calou
diz que me viu a namorar
o dia voltou
o tempo passou
o mundo girou



publicado por olhar para o mundo às 10:12 | link do post | comentar

Sábado, 28.05.11

 

Sara Tavares na abertura do festival dos oceanos

O Festival dos Oceanos, iniciativa do Turismo de Lisboa, está de volta ao eixo ribeirinho da capital entre 30 de Julho e 13 de Agosto, com o conceito habitual de eventos gratuitos, como espectáculos de rua, museus abertos à noite e uma inauguração em grande na Praça do Comércio, com um dueto inédito da britânica Joss Stone e da portuguesa Sara Tavares.

 

Antes da actuação da “diva da soul music mundial” sobem ao palco os portugueses X-Wife.


Em ano de candidatura a Património Cultural da Humanidade, o Fado estará em destaque na programação do festival com quatro concertos em que os fadistas António Zambuja, Ana Sofia Varela, Ana Moura e Maria Ana Bobone actuam com artistas do Brasil, de Angola, de Cabo Verde, do Congo e da Índia.


A iniciativa chama-se “O Fado Convida…”, tem concertos agendados para 1, 3, 8 e 10 de Agosto no Pátio da Galé, Terreiro do Paço, e os convidados dos fadistas são Roberta Sá, Yami, Ritinha Lobo, Ray Lema e Sónia Shirsat.


Para conhecer ainda melhor o género musical, além dos concertos há ainda o Museu do Fado, um dos 22 museus que vão estar abertos entre as 18h00 e a meia noite, de 4 a 11 de Agosto, integrando a iniciativa “Museus à Noite”.


Para os dias 5 e 6 de Agosto está em cartaz um espectáculo de “dança, água, luz e movimento”, numa fusão de som e imagem que irá invadir a Praça do Comércio a partir das 22h00.


Nos dias 12 e 13 de Agosto, no mesmo local e à mesma hora, terá lugar o espectáculo Muaré, que se apresenta como uma união entre a ciência e a arte representada em som, em “diferentes tonalidades ou texturas” e em “batidas ritmadas”.


Para encerrar os 15 de animação o histórico Cais das Colunas e o rio Tejo vão servir de cenário a um espectáculo de som e pirotecnia.


Do início ao fim do festival, a Caravela Vera Cruz, aportada na Marina do Parque das Nações, transforma-se no Clube dos Pequenos Descobridores, um espaço com vários atliês dedicados às descobertas portuguesas pelo Mundo.


Também em toda a duração do Festival dos Oceanos estará na Praça do Império, em Belém, uma exposição da National Geographic com os temas “recursos hídricos, poluição, biodiversidade, escassez, desperdício e educação”.


Com inspiração na geometria e na natureza, na arquitectura islâmica e nas catedrais góticas, foi criado o Luminarium, na Praça do Rossio, “um espaço para relaxar, recarregar energias”, disponível das 10h00 às 19h00 durante os 15 dias do evento.


A iniciativa, apresentada pelo Continente, é da responsabilidade do Turismo de Lisboa, que volta a contar com o apoio do Turismo de Portugal e da Câmara Municipal de Lisboa.

 

Retirado de Press Tur



publicado por olhar para o mundo às 17:02 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.04.11

 

 

 

Letra

 

O amor é tudo, Amor é asas, Amor é Momento, Amor é sede, Amor é agua, Amor é mundo, 
Amor é alimento, Amor é corpo, 
Amor é alma, Amor é magia, 
Amor é do vento eternamente.

Love is everything. Love is nothing, Love is wings, Love is the moment, Love is thirst, Love is water, Love is the world, Love is nourishment, Love is the body, Love is soul, Love is magic, Love belongs to the wind, forever.

 



publicado por olhar para o mundo às 16:41 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.04.11

 

 

 

Letra

 

Escutando no vento
Tua voz secreta
Que me sopra por dentro
Deixe-me ser só ser

No teu colo eu me entrego
Para que me nutras
E me envolvas
Deixa-me ser só ser

Um ponto de luz
Que me seduz
Aceso na alma

Um ponto de luz
Que me conduz
Aceso na alma

Por trás dessa nuvem
Ardendo no céu
O fogo do sol rai
Eternamente quente
Liberta-me a mente
Liberta-me a mente

Um ponto de luz
Que me seduz
Aceso na alma

Um ponto de luz
Que me seduz
Aceso na alma

 



publicado por olhar para o mundo às 08:48 | link do post | comentar

Segunda-feira, 25.04.11

 

 

Letra

 

Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade

 

Zeca Afonso

 

25 de Abril mais que nunca

 

 



publicado por olhar para o mundo às 15:02 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.02.11

 

Letra

 

Espreito por uma porta encostada
sigo as pegadas de luz
peço ao gato xiu para nao
me denunciar

toca o relógio sem cu-cu
dá horas à cusquice das vizinhas e eu
confesso às paredes de quem gosto
elas conhecem-te bem

oh,oh,oh,oh!!! ah, ah, ah, ah!!!

Aconchego-me nesta cumplicidade
deixo-me ir nos trilhos traçados
pela saudade
de te encontrar
ainda onde te deixei...

trago-te o beijo, prometido
sei o teu cheiro
mergulho no teu tocar
abraças a guitarra
e voas para além da lua...

Amarro o beijo que se quer soltar
espero que o sintas, para
me entregar
a cadeira. as costas, o cabelo e a cigarrilha
a dança do teu ombro e,
nesse instante em,
que o silencio é,
o bater do coraçao, 
fecha-se a porta
pára o relógio
as vizinhas recolhem

tu olhas-me!!! 
tu olhas-me!!!

ah ah ah, ah ah ah, ah ah ah!!!
ah ah ah, ah ah ah, ah ah ah!!!
oh oh ye!!!

trago-te o beijo, prometido
sei o teu cheiro
mergulho no teu tocar
abraças a guitarra
e voas para além da lua...

Amarro o beijo que se quer soltar
espero que o sintas, para
me entregar
a cadeira, as costas, o cabelo e a cigarrilha
a dança do teu ombro e,
nesse instante em,
que o silencio é,
o bater do coraçao, 
fecha-se a porta
pára o relógio
as vizinhas recolhem-se

(Solta-se o beijo, o gato mia
solta-se o beijo. Gato mia)
(Solta-se o beijo, o gato mia
solta-se o beijo. Gato mia)

tu olhas-me!!! 
tu olhas-me!!!

Espreito por uma porta encostada
sigo as pegadas de luz
peço ao gato xiu para nao
me denunciar...

tu olhas-me!!! 
tu olhas-me!!!

 

 



publicado por olhar para o mundo às 18:54 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Sara Tavares - Ter Peito ...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

Sara Tavares - Ginga

Sara Tavares - Chuva de V...

Sara Tavares - Planeta Su...

Sara Tavares - Muna Xeia

Sara Tavares - Bué (você ...

Sara Tavares - Brincar de...

Sara Tavares - Longe Do M...

Sara Tavares - Di Alma

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds