Quinta-feira, 05.07.12

 

 

 

letra

 

Tu e eu, temos tudo
Tanta ternura e tanta tentação
Tu e eu temos tudo
Um T3 com tecto e televisão

 

Escuta atentamente o que eu te vou dizer
Eu serei eternamente teu
Sinto-te em mim, Sinto-te em ti
Sinto-te em mim, Sinto-te em ti, sinto-te em nós também

 

Tu e eu temos tanto
Portanto dá-me a tua mão
Tu e eu temos tanto
Ou talvez nada, tenta coração

 

Gosto de ti com o teu vestido
E o teu sapato magenta de tacão
Eu esta noite quero ir vestido
Com o meu terno feito de tafetá

 

Escuta atentamente o que eu te vou dizer
Eu serei (eu serei) eternamente teu!
Sinto-te em mim, Sinto-te em ti, sinto-te em nós também

Escuta atentamente o que eu te vou dizer


Eu serei (eu serei) eternamente teu!

Sinto-te em ti, em mim e em nós também
Gosto de ouvir o que tu tens para dizer
Quero sentir a temperatura a subir, quando tu


Me sentes em ti!!

Turutuutu turutuutu turutuutu turutuutu
Escuta atentamente o que eu te vou dizer
Eu serei eternamente teu!!
Sinto-te em mim



publicado por olhar para o mundo às 17:18 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.05.12

 

Carminho e Azeitonas abrem Semana Académica de Lisboa

 

 

 

A Semana Académica de Lisboa 2012 decorre este ano no Terraplano de Santos, de 2 a 5 de Maio. 

Os Azeitonas, Capitão Fausto, Gentleman, The Crookers, Vengaboys e o sempre presente Quim Barreiros são alguns dos nomes que integram o cartaz 

Situado em plena zona ribeirinha de Santos e com capacidade para mais de 50 mil pessoas o Terraplano encontra-se num local com grande acessibilidade e com uma excelente oferta de transportes públicos (comboio, autocarro, barco e metro).

 

Abertura de portas será pelas 19:00
As Tunas Académicas actuam pelas  20:30
Carminho entrará em palco pelas 21:15

 

Retirado de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 20:54 | link do post | comentar

Sábado, 28.04.12

 

letra

 

O vendaval passou
E a primavera voltou
Trocam-se flores e afagos
Em bancos de jardim
Trocam-se juras de amor
Em paixões de folhetim
O sol aconchega os corações
E o povo canta as canções
Trauteando, mão na mão
Cada verso cada refrão
E até os pássaros sabem de cor
As suas cantigas de amor
Que mundo tão feliz
E até parece Paris

Trocam-se juras de amor
Em delírios febris
E elas desfilam em bando
E eles pedem bis
Mas enquanto isso, meu coração
Despedaçado e só
Dá o mote e dá o tom
Afina o ritmo e alisa o som
E escolhe os versos que vestem melhor
As suas cantigas de amor

Mas enquanto isso, meu coração
Despedaçado e só
Dá o mote e dá o tom
Afina o ritmo e alisa o som
E escolhe os versos que vestem melhor
As suas cantigas de amor
As suas cantigas de amor
As suas cantigas
As suas cantigas
As suas cantigas de amor 



publicado por olhar para o mundo às 17:05 | link do post | comentar

Quinta-feira, 29.03.12

Letra

 

Já Não Te Sinto Em Mim

 

 Os Azeitonas

 

Eu e tu
Infelizmente
Não temos nada
Somos tecto sem lar

Eu e tu
Somos romance
Que já não tem 
Pernas para andar

Eu e tu
Já nada temos
Quero deixar-te
Mas é tanta a tentação

Eu e tu
Tínhamos tanto
Hoje só resta
Uma velha canção

Escuta atentamente,
Não volto a dizer
Sabes bem
O nosso amor morreu

Já não te sinto em mim
Já não te sinto em ti
Já não te sinto em mais ninguém
Sei que tu mentes
E tu também sentes que o nosso amor meu bem
Morreu

Ainda temos 
Um guarda vestidos
Com umas peças 
Esquecidas por lá

Algumas bolas de nafetalina
E o teu terno 
Feio 
De tafetá

As tuas cartas
Guardo para sempre
Na minha caixa 
Majenta de cartão

Já derreti
A minha aliança
Já penhurei 
A televisão

Escuta atentamente
Não volto a dizer
Sabes bem 
O nosso amor morreu

Já não te sinto em mim
Já não te sinto em ti
Já não te sinto em mais ninguém
Sei que tu mentes
E tu também sentes que o nosso amor meu bem
Morreu

Já não te sinto em mim amor
E pouco ou nada tenho para dizer
Entre nos dois eu já não sinto calor
E acho que nunca senti

Escuta atentamente não volto a dizer 
Sabes bem que o nosso amor morreu

Já não te sinto em mim
Já não te sinto em ti
Já não te sinto em mais ninguém
Sei que tu mentes
E tu também sentes que o nosso amor meu bem
Morreu



publicado por olhar para o mundo às 08:52 | link do post | comentar

Quarta-feira, 28.03.12

 

Letra

 

OLHA A GERBERA
TROUXE A PRIMAVERA
E OS CRISÂNTEMOS JÁ ESTÃO EM FLOR

AS ACELERAS
ROSNAM COMO FERAS
A ABRIR CAMINHO PARA O ANDOR

NO OUTEIRO JÁ SE DANÇA
ELA NÃO DESCANSA
ENQUANTO NÃO ENCONTRA O PAR

DANÇA MENINA DANÇA
QUE O TEMPO É DE BONANÇA
ESTA NOITE UM DIA HÁ DE ACABAR

DANÇA MENINA DANÇA
QUE A NOITE É UMA CRIANÇA
(MESMO SEM TER PAR)

A JUVENTUDE
CHEIA DE SAÚDE
À PORTA DO CAFÉ CENTRAL

ATÉ O CURA
DANÇA E ASSEGURA
QUE A PADROEIRA NÃO LEVA A MAL

NO OUTEIRO JÁ SE DANÇA
ELA SÓ DESCANSA
QUANDO ENCONTRAR O PAR

DANÇA MENINA DANÇA
QUE O TEMPO É DE BONANÇA
ESTA NOITE UM DIA HÁ DE ACABAR

DANÇA MENINA DANÇA
QUE A NOITE É UMA CRIANÇA
MESMO SEM TER PAR...

DANÇA MENINA DANÇA
QUE A PRIMAVERA É MANSA
QUANDO O CORPO JÁ SÓ QUER DANÇAR 

A VIDA SÃO DOIS DIAS
E ALGUMAS NOITES FRIAS
E ESTA É PARA DANÇAR



publicado por olhar para o mundo às 17:48 | link do post | comentar

Segunda-feira, 26.03.12

 

A versão do rapaz dos idolos, Bruno Vieira

pena que o Tony Carreira só se ouça a si próprio  e não tenha tempo para ouvir música a sério
Uma das versões originais dos Azeitonas

 

 

 

Letra
Anda comigo ver os aviões levantar voo
A rasgar as nuvens
Rasgar o céu

Anda comigo ao porto de leixões ver os navios
a levantar ferro
a rasgar o mar

Um dia eu ganho a lotaria
Ou faço uma magia
(mas que eu morra aqui)
Mulher tu sabes o quanto eu te amo,
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti

Anda comigo ver os automóveis à avenida
A rasgar nas curvas
A queimar pneus

Um dia vamos ver os foguetões levantar voo
A rasgar as núvens
A rasgar o céu...

Um dia eu ganho o totobola
Ou pego na pistola
Mas que eu morra que aqui
Mulher tu sabes o quanto eu te amo
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à lua
Nem que eu roube a lua,
Só para ti
Um dia eu ganho o totobola
Ou pego na pistola
Mas que eu morra que aqui
Mulher tu sabes o quanto eu te amo
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti
 


publicado por olhar para o mundo às 22:51 | link do post | comentar

Sábado, 04.02.12

 

Letra

 

O Prometido é Devido

 Rui Veloso 

 

Naquele trilho secreto
Com palavras santo e senha
Eu fui língua e tu dialecto
Eu fui lume e tu foste lenha

Fomos guerras e alianças
Tratados de paz e péssangas
Fomos sardas pele e tranças
Popeline seda e ganga

Recordo aquele acordo
Bem claro e assumido
Eu trepava um eucalipto
E tu tiravas o vestido

Dessa vez tu não cumpriste
E faltaste ao prometido
Eu fiquei sentido e triste
Olha que isso não se faz

Disseste que se eu fosse audaz
Tu tiravas o vestido 
O prometido é devido

Rompi eu as minhas calças
Esfolei mãos e joelhos
E tu reduziste o acordo
A um montão de cacos velhos

Eu que vinha de tão longe
(do outro lado da rua)
Fazia o que tu quisesses
Só para te poder ver nua

Quero já os almanaques
Do fantasma e do patinhas
Os falcões e os mandrakes
Tão cedo não terás novas minhas




publicado por olhar para o mundo às 08:05 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.10.11

Letra

 

Café Hollywood 

Os Azeitonas


O Indiana Jones tem um chicote
O Doctor Emmet Brown tem um Delorean
Que anda em marcha atrás no tempo 
E o Humphrey Bogart tem um chapéu
Assim também eu...


A Mary Poppins tem um guarda-chuva
O Macgyver tem um canivete
o Michael Knight guia um automóvel 
Só com a voz
Assim também nós...

Do lugar onde eu nasci 
Não se avista Hollywood
No lugar onde eu cresci 
ninguém diz "Baby I love you"
O lugar onde eu nasci
É um lugarejo rude
Longe de Hollywood

Hollywood...

Nós não temos estatuetas douradas
A não ser talvez a do senhor comendador
Na rotunda nova
E quando cheiramos benzina
Vemos estrelas a passar
Antes de desmaiar

Do lugar onde eu nasci 
Não se avista Hollywood
A mulher que eu conheci
Nunca diz "Baby I love you"
No lugar onde eu nasci
Para muita juventude
No Café Hollywood
Hollywood

(Do lugar onde eu nasci
Não se avista Hollywood
Mas ainda ontem eu te vi
No Café Hollywood...)

Hollywood



publicado por olhar para o mundo às 17:41 | link do post | comentar

Letra

BALADA DE UM BANCO DE JARDIM

 

Num repente de emoção
Disparou meu coração
Vi que o teu recado era para mim
É de ti que eu gosto
Não falto ao teu rendez-vous
Seis da tarde, banco de jardim
Pus-me logo a sonhar
Corei só de imaginar
Nós os dois no banco de jardim
Decorei o que dizer
Vesti roupa a condizer
Roubei flores do jardim
A solidão num instante foi a breve ilusão de um amor
Como se esse amor de repente fosse também um bem ao meu dispor
Quantos destinos de cruzam assim
Quantos romances se acendem assim
Ao cair da tarde num banco de jardim
A lua subiu de tom e anoiteceu
Ela nem apareceu
Mais um sonho se desfaz assim
Desfiz a minha ilusão
E gravei um coração
A canivete no banco de jardim
A solidão de repente era a minha canção de langor
Como se o amor, novamente, fosse um estranho, um desertor
Quantos destinos se cruzam assim
Quantos romances chegam ao fim
Ao cair de um sonho num banco de jardim



publicado por olhar para o mundo às 08:38 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.07.11
Letra
Anda comigo ver os aviões levantar voo
A rasgar as nuvens
Rasgar o céu

Anda comigo ao porto de leixões ver os navios
a levantar ferro
 rasgar o mar

Um dia eu ganho a lotaria
Ou faço uma magia
(mas que eu morra aqui)
Mulher tu sabes o quanto eu te amo,
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti

Anda comigo ver os automóveis à avenida
A rasgar as curvas
 queimar pneus

Um dia vamos ver os foguetões levantar voo
A rasgar as núvens
 rasgar o céu...

Um dia eu ganho o totobola
Ou pego na pistola
Mas que eu morra que aqui
Mulher tu sabes o quanto eu te amo
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à lua
Nem que eu roube a lua,
Só para ti

Um dia eu ganho o totobola
Ou pego na pistola
Mas que eu morra que aqui
Mulher tu sabes o quanto eu te amo
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti



publicado por olhar para o mundo às 17:26 | link do post | comentar | ver comentários (19)

Sexta-feira, 11.03.11

 

 

Letra

 

Anda comigo ver os aviões levantar voo
A rasgar as nuvens
Rasgar o céu

Anda comigo ao porto de leixões ver os navios
a levantar ferro
a rasgar o mar

Um dia eu ganho a lotaria
Ou faço uma magia
(mas que eu morra aqui)
Mulher tu sabes o quanto eu te amo,
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti

Anda comigo ver os automóveis à avenida
A rasgar nas curvas
A queimar pneus

Um dia vamos ver os foguetões levantar voo
A rasgar as núvens
A rasgar o céu...

Um dia eu ganho o totobola
Ou pego na pistola
Mas que eu morra que aqui
Mulher tu sabes o quanto eu te amo
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à lua
Nem que eu roube a lua,
Só para ti
Um dia eu ganho o totobola
Ou pego na pistola
Mas que eu morra que aqui
Mulher tu sabes o quanto eu te amo
O quanto eu gosto de ti
E que eu morra aqui
Se um dia eu não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti

 



publicado por olhar para o mundo às 08:05 | link do post | comentar

Quinta-feira, 10.03.11

 

 

Letra

 

Quando passas na minha rua
Como um anjo que flutua
Os teus pés, nunca pisam no chão

E a cada passo teu
Sem saber, eu troco o meu
Como se pisasses o meu coração
E até as flores do jardim
Mudam de cor, ao ver-te assim

Eu já não posso mais conter
Esta ansiedade de te ver

Quem és tu ...
Quem és tu ... Miuuuda
Nesse sobressalto, Nesse salto alto
Quem és tu ... Miuuuda
Que me atormentas, em câmara lenta
Quem és tu ... miuuuda
Miúda quem és ...

Há certos momentos em que eu acho
Que não passas de um golpe baixo
Fantasia, de um pobre coração
Cá vou eu de sentinela
Por-me a espreita, na janela
Nem sequer, sei se existes ou não
E ate os velhos do jardim
Mudam de tom ao ver-te assim

Eu já não posso mais conter
Esta ansiedade de te ver

Quem és tu ... miúda
Quem és tu ... Miuuuda
Nesse sobressalto, Nesse salto alto
Quem és tu ... Miuuuda
Que me atormentas, em câmara lenta
Quem és tu ... miuuuda

Quem és tu ... Miuuuda
Miúda quem és .... Miuuuda
Miúda quem és tu ... Miuuuda
Miúda quem és ... Miuuuuda
Miúda, quem és tu ... Miuuuuda
Miúda, Miuuda ... Miuuuuda

 



publicado por olhar para o mundo às 14:30 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Os Azeitonas - Não Há Dir...

Os Azeitonas - Fundo Da G...

Os Azeitonas - Angelus + ...

Os Azeitonas - Whatever,...

Os Azeitonas - Showbizz

Os Azeitonas - Cinegiraso...

Os Azeitonas - Angelus

Os Azeitonas - Nanana

Os Azeitonas - Whatever, ...

Os Azeitonas - Nos desenh...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds