Quarta-feira, 25.07.12

Festival Mêda, um festival em português

 

De 26 a 28 de Julho terá lugar na Mêda um festival de música onde o rock impera, o português é a língua oficial, a entrada é livre e o campismo gratuito e a paisagem é uma das mais bonitas do país.

 

Trata-se de um Festival que se realiza no interior do país e a entrada gratuita torna-o bastante atractivo e coloca-o na rota dos festivais de Verão.

Esta iniciativa tem também como objectivo promover o interior do país, uma zona empreendedora e dinâmica que organiza e “suporta” nas suas infraestruturas um evento de dimensões razoaveis.

O cartaz revela uma forte aposta na música nacional. Mão Morta, X-Wife, The Glockenwise são bandas centrais do panorama nacional que actuarão na Mêda; a estes nomes juntam-se The Doups, O Bisonte, Matilha, Mulherhomem e A Cepa Torta, uma banda local. 

Para além do programa musical, há piscinas municipais, a um preço simbólico, parques de skate 

 

retirado de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 23:52 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.07.12
Festim 2012 termina com os
“Gaiteiros de Lisboa” em Águeda!

Chega, na próxima quinta-feira 26 de Julho, ao fim a 4ª edição do Festim - festival intermunicipal de músicas do mundo. Os Gaiteiros de Lisboa e o seu novo disco "Avis Rara" dão o seu último concerto, também último do festival, no Largo 1º de Maio (Agitágueda), em Águeda, naquela que promete ser ‘apenas’ mais uma noite memorável do Festim 2012.

Os Gaiteiros de Lisboa foram, ao fim de quatro edições, o primeiro nome nacional no Festim. Tocaram já nos restantes Municípios da rede e chegam agora a Águeda. Grupo emblemático e um dos mais originais projectos de reinvenção da música portuguesa, apresentam no Festim o seu disco "Avis Rara”. A criatividade dos Gaiteiros de Lisboa é única: reinventam melodias, poemas, polifonias e até instrumentos.

Nesta 4ª edição, o Festim apresentou um verdadeiro cartaz de luxo, reunindo sete grandes nomes em vinte concertos, numa viagem pela diversidade multicultural, que começou a 1 de Junho com Riccardo Tesi (Itália), e prosseguiu ao som dos Huun Huur Tu (Tuva), Kimmo Pohjonen (Finlândia), Blowzabella (Inglaterra), Eliseo Parra (Espanha) e Taraf de Haïdouks (Roménia), além dos Gaiteiros de Lisboa.

Para o público fiel do festival e para os que o descobriram, igualmente rendidos, pela primeira vez, a parceria em rede entre os municípios de Águeda, Albergaria-a-Velha, Estarreja, Ovar e Sever do Vouga revelou ser, uma vez mais, uma aposta ganha, tendo em conta o modelo singular de programação, que ousa trazer propostas musicais de grande destaque e renome mundial, consolidando o Festim como uma iniciativa ímpar no contexto regional e nacional.
quinta 26 Julho, 22h00 – Largo 1º Maio, ÁGUEDA 
GAITEIROS DE LISBOA (Portugal)
ao vivo no Festim, com o novo disco “Avis Rara”!
http://www.dorfeu.pt/gaiteirosdelisboa

http://www.festim.pt/
Riccardo Tesi & Banditaliana (Itália)  |  Gaiteiros de Lisboa (Portugal)
Huun Huur Tu (Tuva)  |  Kimmo Pohjonen (Finlândia)  |  Blowzabella (Inglaterra)
Eliseo Parra (Espanha)  |  Taraf de Haïdouks (Roménia)

1 Junho a 26 Julho 2012  |  4ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * ESTARREJA * OVAR * SEVER DO VOUGA

http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC


publicado por olhar para o mundo às 21:33 | link do post | comentar

Festival Música Viva 2012 - Dar Voz

 

A arte musical portuguesa atravessa aquela que provavelmente é a sua idade de ouro maior, bem mais além do que a época da polifonia; simultaneamente Portugal atravessa uma crise profunda, essencialmente filosófica, derivadamente económica!

Contrariando o desinvestimento na arte e na cultura praticado pelo governo do estado português, os compositores e intérpretes portugueses da actualidade, afirmam uma riqueza e vitalidade sem precedentes às quais o Festival Música Viva dá voz desde 1992; veículo privilegiado de comunicação da música que se faz aqui e agora, da música que se reinventa dia após dia.

Plataforma de circulação e confronto de ideias e de estéticas, o programa da 18.ª edição do Festival Música Viva, que decorrerá em Lisboa em dois locais e espaços temporais diferentes – 18 a 23 de Setembro no Centro Cultural de Belém e 1 a 10 de Outubro no Instituto Goethe em Lisboa – será dedicado, no essencial, à nova criação musical portuguesa com enfoque nas relações da música com a tecnologia.

Contando com a excelência e cumplicidade de um leque diversificado de artistas e participantes, sem a generosidade dos quais, este ano, não teria sido possível a realização deste evento; a programação do festival incluirá debates, uma grande instalação sonora, o 2.º Fórum Internacional para Jovens Compositores do Sond’Ar-te Electric Ensemble e nove espectáculos, para apresentar cerca de 60 obras, 40 delas de compositores portugueses, das quais 15 estreias absolutas.

Destaque será dado a Constança Capdeville (no 75.º aniversário do seu nascimento e passados 20 anos sobre o seu falecimento) e a Álvaro Salazar num concerto que lhe é totalmente dedicado.

 

Programação e Cartaz completo em : www.misomusic.com

 

Co-Produção: Centro Cultural de Belém & Goethe-Institut
Financiamento: DGArtes - Secretaria de Estado da Cultura & Câmara Municipal de Lisboa
Apoio à divulgação: CP Comboios de Portugal, Turismo de Lisboa, RTP Antena 2
Apoio: Ébano & Marfim, Internatiomal Society For Contemporary Music, Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa, Miosótis, European Conference of Promoters of New Music, International Confederation of Electroacoustic Music, International Computer Music Association, International Network for Contemporay Performing Arts, European Music Council, International Music Council, On-The-Move, Donne in Musica



publicado por olhar para o mundo às 12:15 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23.07.12

Está aí e em Agosto a quinta edição do Festival Folk Celta de Ponte da Barca


Mais uma vez e com entrada livre apresentam-se Artistas em formas de  interpretar a Musica Popular!


Este Festival  pretende, à semelhança das edições anteriores, ser o veículo para o cruzamento de sonoridades musicais folk e celtas, contando para o efeito, com a participação de grupos vindos especialmente de Portugal e Espanha

 

10 e 11 de Agosto de 2012


 

Retirado de Antena 1



publicado por olhar para o mundo às 21:06 | link do post | comentar

Domingo, 22.07.12

Festival Rock Nordeste

A 9ª edição do Rock Nordeste - Festival de Música Moderna está prestes a acontecer. O Festival realiza-se nos dias 27 e 28 de Julho, no Complexo Codessais, em Vila Real.

À semelhança da anterior, esta edição do festival é organizada pela Associação de Municípios Douro Alliance - Eixo Urbano do Douro em conjunto com o Município de Vila Real.

A aposta no concurso de bandas de garagem e nos novos valores da música nacional mantém-se e, nesta edição, concorrem entre si, divididas pelos dois dias do festival, as seguintes bandas: 

29th Secret, Primal, The Crawlers, Black Turbo, Max Suba, Darwin Hipnoise, Suprah e Spinning. 

O Júri que as avalia compõe-se de nomes como: 

Miguel Pedro, dos Mão Morta, João Carvalho, Director do Festival Paredes de Coura, Nuno Calado, radialista da Antena 3, Jorge Romão, dos GNR, Rui Manuel Santos, radialista, José Mariño, Director de Programas da Antena 3 e Zé Pedro, dos Xutos&Pontapés.

A 9ª edição propõe um cartaz mais completo e tem mais música a oferecer a quem o visita: a banda Thee Orakle abre as portas do festival, no dia 27 de Julho, e nessa mesma noite actuam os Ladrões do Tempo, a primeira noite termina com a actuação do colectivo de Dj's daAntena 3No Dj's.

A noite de 28 de Julho inicia com a actuação de pe7erpanic à qual se segue a banda cabeça de cartaz, Blind Zero. Logo a seguir, o actor e djNuno Lopes faz da cabine o seu palco e fecha o festival com um som electrónico e dançável.

Antena 3, é a rádio oficial do Festival Rock Nordeste.

por: Catarina Limão 
Retirado de Antena 3


publicado por olhar para o mundo às 12:26 | link do post | comentar

Sábado, 21.07.12
Zeca Medeiros e Tito Paris abrem Festival Raízes do Atlântico
Tito Paris ©José Sérgio/SOL

Os músicos Zeca Medeiros e Tito Paris vão actuar no primeiro dia do Festival Raízes do Atlântico, que decorre de 26 a 28 de Julho, no Jardim Municipal do Funchal, anunciou hoje a secretária regional da Cultura, Turismo e Transportes da Madeira.

 

«Julgamos que este é um festival que tem características muito especiais, que tem raízes muito fortes que estão integradas no panorama cultural da região», afirmou Conceição Estudante, na conferência de imprensa de apresentação do certame, na Casa-Museu Frederico de Freitas, no Funchal.

 

Considerando que o evento «não se confunde com nenhum outro» em matéria de «autenticidade e genuinidade da música tradicional», Conceição Estudante salientou que estas são garantias de «sucesso», a que acresce a «participação de convidados que trazem mais qualidade ao festival».

 

«É um festival que remonta a 1994, com alguma tradição e antiguidade, que se tem afirmado como um festival que tem um espaço e público próprios», declarou, realçando que a iniciativa «evidencia a música tradicional madeirense» num contexto de «cruzamento de culturas».

 

Este ano, cada dia do festival tem um tema, sendo o primeiro dedicado a «30 anos de canções».

 

O músico e compositor açoriano Zeca Medeiros e o cabo-verdiano Tito Paris, que a organização definiu como «os grandes expoentes da música das regiões» que representam, e que este ano celebram 30 anos de carreira, vão ser os primeiros a subir ao palco do 'Raízes do Atlântico', no dia 26.

 

No dia seguinte, com o tema 'Tribal Dance Raízes', o destaque é a «música de fusão entre a electrónica e os instrumentos mais ancestrais da memória humana, com um enfoque especial no didgeridoo e nas percussões», explicou a secretária regional da Cultura, Turismo e Transportes.

«A música de dança servirá de suporte aos espectáculos do projecto português Omiri e dos Olive Tree Dance», adiantou.

 

O último dia do evento, anunciado como o «mais antigo festival de ‘world music’ de Portugal», está reservado para grupos da região.

 

Na 'Noite da Madeira', a 28, actuam os Encontros da Eira e o grupo Xarabanda, sendo que este último convidou para o concerto artistas de outras áreas musicais.

 

Os concertos começam sempre às 21h30 e, no dia de abertura do festival, 26 de Julho, pelas 19h, na sala Cinemax, será projectado o filme 'Sinfonia Imaterial', realizado por Tiago Pereira.

 

O evento, organizado pela Agência de Promoção da Cultura Atlântica, tem um custo de cerca de 62 mil euros, sendo financiado pelo programa comunitário Intervir +, em 85 por cento.

 

Noticia do Sol



publicado por olhar para o mundo às 21:24 | link do post | comentar

Sexta-feira, 20.07.12
Chromatics, PAUS e B Fachada entre as novas confirmações para Paredes de Coura
os Chromatics actuam no dia 17 de Agosto

Sun Araw, Best Youth, Youthless, Salto, League, Quim Albergaria (DJ Set) e Nuno Lopes também confirmados

 

Os norte-americanos Chromatics e os portugueses PAUS e B Fachada são alguns dos nomes anunciados esta quinta-feira para a 20ª edição do Festival EDP Paredes de Coura, que se realiza entre os dias 13 e 17, na Praia Fluvial do Tabuão. Sun Araw, Best Youth, Youthless, Salto, League, Quim Albergaria (DJ Set) e Nuno Lopes são as outras confirmações.
 
Os Chromatics regressam assim a Portugal e depois de já este ano terem actuado em alguns dos mais importantes festivais internacionais. A banda, que actua no dia 17 de Agosto, vem apresentar o seu mais recente trabalho “Kill For Love”, que chegou às lojas este ano. 
No mesmo dia, actuam os portugueses Best Youth e Youthless, juntando-se aos já confirmados God is an Astronaut e Memoryhouse. No palco principal, actuam os Ornatos Violeta, os Dead Combo e os The Go! Team. 
O português B Fachada, que este verão dá a conhecer o seu novo álbum “Criôlo”, sobe ao palco Vodafone FM no dia 13 de Agosto. Salto, League e Quim Albergaria, baterista dos PAUS, também actuam neste dia. 
No dia 14, aos já confirmados Friends, Stephen Malkmus and The Jicks, Tune-Yards e Japandroids juntam-se Sun Araw, PAUS e DJ Nuno Lopes.
Para o dia 15 não foram anunciados novos nomes, apenas a divisão pelos dois palcos. Assim, tocam no palco secundário, que este ano se vai chamar Vodafone FM, devido a uma parceria com a rádio, Kavinsky, Totally Enormous Extinct Dinosaurs, Dry The River, Team Me, Kitty Daisy & Lewis e Willis Earl Beal. No palco principal actuam os belgas dEUS, os Midlake, Sleigh Bells, The Temper Trap e Patrick Watson.
Sem novas confirmações ficou também o dia 16, sabendo-se apenas que os Crystal Fighters, School of Seven Bells, Deer Tick, I Like Trains e os The Wave Pictures actuam no palco secundário. Kasabian, Anna Calvi, Of Montreal, Gang Gang Dance e The Whitest Boy Alive sobem ao palco principal. 
Os bilhetes estão à venda nos locais habituais e o passe de quatro dias com campismo gratuito tem o preço de 80 euros. Os bilhetes diários custam 25 euros, para o primeiro dia, e 40 euros, para os restantes.
Retirado de Ipsilon


publicado por olhar para o mundo às 12:18 | link do post | comentar

Portalegre acolhe em setembro o Festival Internacional de Jazz

A décima edição do Festival Internacional de Jazz de Portalegre vai decorrer de 27 a 29 de setembro, com os Lama, Carlos Bica e João Paulo e Harris Eisenstadt September Trio no cartaz, revelou a organização.


De acordo com os promotores, a novidade da edição deste ano do Portalegre Jazz Fest vai ser a gravação dos concertos, que decorrem no grande auditório do Centro de Artes do Espetáculo de Portalegre (CAEP), para posterior edição pela editora Clean Feed.

 

Na abertura do festival, a 27 de setembro, atuam os Lama, projeto português que conta com um convidado especial, Chris Speed, saxofonista e clarinetista norte-americano.

 

Dia 28 sobe ao palco Carlos Bica, no contrabaixo, acompanhado de João Paulo, ao piano.

 

Para encerrar o ciclo de concertos no grande auditório do CAEP, que é o palco central do festival, no dia 29 atua Harris Eisenstadt September Trio.

Além dos espetáculos no CAEP, vão decorrer ainda dois concertos, um na Praça da República e outro no Jardim do Tarro, se as condições atmosféricas o permitirem. 

 

Noticia do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:12 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.07.12

 

O Boom já foi "só" um dos mais importantes eventos de trance psicadélico do mundo... Hoje surge na Wikipédia como "um festival de cultura visionária".

 

O extenso cartaz musical - centenas de artistas de todo o globo - oferece a banda sonora ideal para noites intermináveis, mergulhadas num ambiente sem par. O cenário natural, nas margens da barragem, pinta-se das esperadas cores fluorescentes, que quase rivalizam com a infalível Lua cheia.  

 

Sem artistas ou palcos privilegiados, o Boom é sobretudo um espaço de interacção. As várias zonas da programação servem o encontro entre diferentes artes (música, pintura, escultura, cinema, fotografia) e formas de estar (das ancestrais práticas de meditação às novas tecnologias), sempre no contexto de uma cultura global alternativa.  

 

Outro traço forte da personalidade do festival é a vertente ambiental. A ONU reconheceu-o como exemplo dessa "nova consciência" e chamou-o a participar na iniciativa United Nations Music & Environment Stakeholder. Outro ponto alto da carreira do Boom foi o momento em que foi considerado o mais ecológico dos festivais europeus nos European Festival Awards.

 

Cartaz

 

Concertos 2012

GOATIKA presents Trance Levitation Show (RU)
GOCOO (JAP)
HILIGHT TRIBE (FRA)
THE PEAKING GODDESS COLLECTIVE (CHE)
TJAK (POR)
-Z- (GER – Featuring Alpha, Antagon, Mc Coy)

GOA, CLASSIC ACTS & NEO-GOA TRANCE

FILTERIA (Suntrip – SWE)
MAN MADE MAN (SPECIAL CLASSIC TRANCE LIVE ACT – UK)
VIA AXIS (BRA)
X-DREAM (REWIND the CLASSICS CONCERT – GER)
YUDHISTHIRA (MK)

FOREST, DARK, DEEP, & TWILIGHT PSYTRANCE

AJJA (Peak Records – CHE – 3 HOUR SET)
ATYSS (Sonic Motion – FR)
BEARDY (Wild Things Records – UK)
COMA SECTOR (ITA)
DAKSINAMURTI (Timecode – GER)
DERANGO feat. PUROSURPO (Sanaton Records – SWE)
DIGITAL TALK (FRA)
ELECTRYPNOSE (2 to 6 Records – CHE)
FRACTAL COWBOYS (USA)
GIUSEPPE (Parvati – IT/DK)
IANUARIA (Blue Hour Sounds – AT)
ILLEGAL MACHINES (Bom Shanka – FR)
JAHBO (Parvati – DK)
DJane LILL’LI (DK)
KHAOS SEKTOR (Rockdenashi Productions – POR)
KINDZADZA (RU)
MENOG (Spectral Records – POR)
NEUTRAL MOTION (Wild Things Records – JAP)
DJane NUKY (Bom Shanka – POR)
ONKEL DUNKEL (DK)
ORESTIS (Tantrumm Records/Sonic Loom – GRE)
PARASENSE (RUS)
PROCS (SWE)
RAWAR (Akashik Records – POR)
SHORE BAR AXEL (Synchronize Records – GER/IRL)
SHOTU (Hadra – FRA)

FULL ON, MORNING, GROOVY FULL ON & PSYTRANCE

AVALON (Nano Records – UK)
BRAINCELL (Free Spirit – CHE)
BRIAN SENTIENT (USA)
BUZZ_T(GER)
CIRCUIT BREAKERS (UK/BRA)
DICKSTER (UK)
DIGOA (Neurobiotic – BR)
FOG & PHOBOS (Looney Moon – ITA)
KILLERWATTS (UK)
LIQUID ROSS (UK)
LOGIC BOMB (Tip World- SWE)
LUCA & DJane JAZZMINE (Blue Hour Sounds – ITA/GER)
LUCAS (Tip World – UK)
OLEG (HUN) vs TSUBI (HUN)
RINKADINK (Alchemy Recs – ZA)
REGAN (Nano – ZA)
SHANE GOBI (Alchemy – ZA – 3 HOUR SET)
SPACE TRIBE (OZ)
SWARUP (BRA)
THE FIRST STONE (Vagalume – BR)
DJane THATHA (BR)
TRISTAN (UK)
U-RECKEN (ISR)
ZEN MECHANICS (HOL)

PROGRESSIVE PSYTRANCE

ACE VENTURA (Iboga Trance – ISR – SPECIAL BOOM 3 HOUR SET)
CAPTAIN HOOK (Iboga Trance- ISR)
ECTIMA (Tesseract Studio – SEB)
E-CLIP (SEB)
EGORYTHMIA (MKD)
LIQUID SOUL (CHE)
LOUD (ISR)
PROTONICA (Iono – GER)
TECHYON (POR)

Artistas e Equipas de Arte Confirmados:

ANDROID JONES (DIGITAL ART)
ARTESCAPE (PAINTING, DECORATION)
BAMBOO DNA (BAMBOO INSTALLATIONS, LARGE STRUCTURES)
CAREY THOMPSON (VISIONARY ART, PORTALS)
DADARA (ARTIVISM)
GAMELATRON (ROBOTIC LIVE SOUND ART INSTALLATION)
LUKE BROWN (VISIONARY ART, UV PAINTINGS, SCULPTURE)
MOULIN AUX CHIMERES presents KaleidoAct – UNDERWATER MIRAGE (KALEIDOSCOPE ART INSTALLATION)
MADNEOM (ART INSTALLATIONS)
PATRICE PIT HUBERT (METAL ART INSTALLATION)
RAM (ACIDIC GRAFFITI)

 

Fontes Lazer e Destinos Lusos



publicado por olhar para o mundo às 13:33 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18.07.12
Contemos os dias que está a chegar o Milhões de Festa

Os saltos para a piscina começam a 20; um dia antes, o Milhões de Festa faz o seu início não oficial em vários espaços de Barcelos 

 

Há festivais e festivais e já estamos a contar os dias para este. Milhões de Festa. Milhões-de-Festa. O grande acontecimento da malta melómana dada ao rock à séria, à dança que não seja chapa quatro e à folia desbragada começa precisamente daqui a uma semana, dia 20. A piscina está preparada - sim a piscina - e as bandas já não aguentam a ansiedade antes da viagem até Barcelos, uma das capitais portuguesas do rock'n'roll. Este ano por ali passará malta da pesada como Baroness, Weedater ou Red Fang, revelações psicadélicas como os neozelandeses Connan Mockasin ou os britânicos Alt-J, pessoal da escola de baile DFA, como os Prinzhorn Dance School, ou da ginga de clube sul-africano, como os Shangran Electro. 

Ao longo de três dias, o festival de culto que faz bem à cultura dos festivais de Verão instala-se no Parque Fluvial de Barcelos. Mantém-se fiel à sua personalidade. Uma viagem pelas franjas mais estimulantes da música actual, promovendo a descoberta e ignorando olimpicamente a festa gritada em megafone de tenda de patrocinador que se tornou marca dos grandes eventos do género. O passe de três dias custa 45 euros, o bilhete diário 25. Palcos são quatro, o Milhões, o Vice, o Piscina e o Taina. À tarde, há essa experiência sempre incrível de ver concertos no fresco da água ou com vista para o castelo. À noite, a habitual e obrigatória deambulação entre palcos. Lá estarão todas as bandas chegadas do estrangeiro que referimos acima - e umas dezenas mais que não citámos -, às quais se junta uma colecção de criatividade nascida cá na terra que impõe respeito e aguça o apetite. Citemos alguns de cabeça: Throes + Shine, ALTO!, Gala Drop, Sensible Soccers, Black Bombaim, Memória de Peixe, Riding Pânico ou La La La Ressonance. 

Antes de tudo isto, há ainda direito a uma festa antes do festim. Na próxima quinta-feira, dia 19, o início não oficial do Milhões. Com a colaboração da Red Bull City Gang, Barcelos será surpreendida com concertos em locais pouco habituais. Arranca às 16h30 com os Glockenwise, ouvir-se-ão depois Käil, Aspen e Cálculo. Teremos viajado pelo Mercado Municipal, pela Casa Meira (uma casa de ferragens), pela esplanada do Largo e pela Casa Lurdes. Depois, a música continuará até às tantas da madrugada. Na inauguração do Palco Taina estarão os Glockenwise, Johnny Sem Dente, os ingleses Gnod e os DJ Pedro Santos e ANA. Dia 19, os anfitriões são generosos: a entrada é gratuita.

 

Noticia do Ipsilon



publicado por olhar para o mundo às 12:25 | link do post | comentar

 

FMM sines 2012
O FMM Sines – Festival Músicas do Mundo, o maior evento de “world music” e outras músicas realizado em Portugal, regressa a Sines entre 19 e 28 de julho. O alinhamento de concertos é um dos mais fortes da história do evento, juntando consagrados como Hugh Masekela, Mari Boine, Béla Fleck, Oumou Sangaré, Tony Allen e Marc Ribot, a novas estrelas como Fatoumata Diawara e Bombino.

Num festival que se assume desde a sua primeira edição, em 1999, como um serviço público cultural, a programação mantém como princípio orientador proporcionar aos espetadores portugueses e estrangeiros que o visitam uma imagem a cores do mundo musical, em que não há géneros nem geografias dominadores e em que os diálogos entre culturas são, cada vez mais, a forma de expressão que melhor define a contemporaneidade.
Serão 36 concertos com músicos dos cinco continentes e uma infinidade de estilos musicais repartidos por dois períodos principais: 19 a 21 de julho (primeiro fim de semana), com espetáculos no palco histórico do Castelo, e 25 a 28 de julho (segundo fim de semana), com espetáculos no Castelo e no palco do Pontal, montado junto à Praia Vasco da Gama. As iniciativas paralelas decorrem, em contínuo, entre 19 e 28 de julho, e no dia 24 de julho realiza-se um concerto especial no Centro de Artes de Sines.

PROGRAMA 2012

QUINTA, 19 DE JULHO 

19h00 (Castelo): AMÉLIA MUGE & MICHALES LOUKOVIKAS “PERIPLUS” (PORTUGAL / GRÉCIA)
21h45 (Castelo): WAZIMBO (MOÇAMBIQUE)
23h15 (Castelo): OTIS TAYLOR BAND (EUA)
00h45 (Castelo): BOMBINO (NÍGER – POVO TUAREGUE)
02h15 (Castelo): NARASIRATO (ILHAS SALOMÃO)

SEXTA, 20 DE JULHO

19h00 (Castelo): OSSO VAIDOSO (PORTUGAL)
21h45 (Castelo): AL-MADAR (LÍBANO / EUA)
23h15 (Castelo): L’ENFANCE ROUGE & LOTFI BOUCHNAK (FRANÇA / ITÁLIA / TUNÍSIA)
00h45 (Castelo): FRIGG (FINLÂNDIA)
02h15 (Castelo): NORTEC COLLECTIVE PRESENTS: CLOROFILA + LOS MEZCALEROS DE LA SIERRA (MÉXICO)

SÁBADO, 21 DE JULHO

19h00 (Castelo): DEAD COMBO feat. MARC RIBOT (PORTUGAL / EUA)
21h45 (Castelo): OUMOU SANGARÉ & BÉLA FLECK (MALI / EUA)
23h15 (Castelo): MARC RIBOT Y LOS CUBANOS POSTIZOS (EUA)
00h45 (Castelo): IMPERIAL TIGER ORCHESTRA & HAMELMAL ABATE (SUÍÇA / ETIÓPIA)
02h15 (Castelo): SHANGAAN ELECTRO (ÁFRICA DO SUL)

TERÇA, 24 DE JULHO

22h00 (Centro de Artes): JESSIKA KENNEY & EYVIND KANG (EUA)

QUARTA, 25 DE JULHO

22h00 (Castelo): ENSEMBLE NOTTE DELLA TARANTA (ITÁLIA – APÚLIA)
00h30 (Pontal): BILAN (CABO VERDE)

QUINTA, 26 DE JULHO

18h45 (Castelo): COUPLE COFFEE (PORTUGAL / BRASIL)
20h00 (Pontal): UXU KALHUS (PORTUGAL)
21h45 (Castelo): ASTILLERO (ARGENTINA)
23h15 (Castelo): GURRUMUL (AUSTRÁLIA) CANCELADO *
00h45 (Castelo): FATOUMATA DIAWARA (MALI)
02h30 (Pontal): DUBIOZA KOLEKTIV (BÓSNIA-HERZEGOVINA)

SEXTA, 27 DE JULHO

18h45 (Castelo): DIABO A SETE (PORTUGAL)
20h00 (Pontal): KOUYATÉ-NEERMAN (FRANÇA / MALI)
21h45 (Castelo): DHAFER YOUSSEF QUARTET (TUNÍSIA)
23h15 (Castelo): MARI BOINE (NORUEGA – POVO SAMI)
00h45 (Castelo): ZITA SWOON GROUP (BÉLGICA / BURKINA FASO)
02h30 (Pontal): JUJU (GÂMBIA / REINO UNIDO)

SÁBADO, 28 DE JULHO

18h45 (Castelo): ORQUESTRA TODOS (PORTUGAL)
20h00 (Pontal): SOCALLED (CANADÁ)
21h45 (Castelo): HUGH MASEKELA (ÁFRICA DO SUL)
23h15 (Castelo): TONY ALLEN’S “BLACK SERIES” FEAT. AMP FIDDLER (NIGÉRIA / EUA)
00h45 (Castelo): JUPITER & OKWESS INTERNATIONAL (R. D. CONGO)
02h30 (Pontal): LIRINHA (BRASIL)

INICIATIVAS PARALELAS

EXPOSIÇÃO “SHORELINE – ARTES PLÁSTICAS NA COLEÇÃO DO AR.CO”
FEIRA DO LIVRO E DO DISCO
CONTOS DE TANTOS MUNDOS
ENCONTRO COM ESCRITORES: JOÃO TORDO E DAVID MACHADO
ATELIÊS PARA CRIANÇAS
CINEMA DOCUMENTAL
A CRIAÇÃO DE NOVOS PAÍSES E A IDEIA DE IDENTIDADE NACIONAL: CONVERSA COM RUI TAVARES EURODEPUTADO) E PEDRO MATOS (NAÇÕES UNIDAS)
ATELIÊ “I HATE WORLD MUSIC!”
DJs

* Informamos o público que, devido a doença, GURRUMUL cancelou a sua digressão europeia, não podendo por isso estar presente no FMM Sines 2012. Anunciaremos o novo projeto musical para o dia 26 de julho muito em breve.

Programa sujeito a alterações.

PREÇO - Entradas

Bilhetes para os concertos noturnos no Castelo (a partir das 21h45)
Bilhete diário: 15 euros / dia
Passe 1.º fim de semana (19, 20 e 21 de julho): 35 euros
Passe 2.º fim de semana (26, 27 e 28 de julho): 35 euros
Entrada permanente: 65 euros
IVA incluído à taxa legal em vigor

Concertos gratuitos
Concertos no palco do Pontal (junto à Praia Vasco da Gama)
Concertos das 18h45 / 19h00 no Castelo
Concerto especial do dia 25 de julho no Castelo
Concerto no Centro de Artes de Sines

LOCAIS DE VENDA

Rede Ticketline
RESERVAS/INFORMAÇÕES: Ligue 1820 (24 horas) | A partir do estrangeiro ligue +351 21 794 14 00. LOCAIS DE VENDA: www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, El Corte Inglés , C. C. Dolce Vita, Casino Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Ag. Abreu, C. C. MMM e C. C. Mundicenter

Em Sines
Centro de Artes de Sines, Posto de Informação Turística de Sines e Serviço Municipal de Atendimento de Porto Covo.

Dias dos espetáculos
Bilheteiras junto ao recinto.
Retirado de Destinos Lusos


publicado por olhar para o mundo às 11:34 | link do post | comentar

Segunda-feira, 16.07.12

Segunda-Feira, 16 de Julho
Keane (Cascais Music Festival)
Cascais, Hipódromo Manuel Possolo, 21h00

 

Terça-Feira, 17 de Julho


Destroyer
Lisboa, MusicBox, 00h00

 

Scissor Sisters (Cascais Music Festival)
Cascais, Hipódromo Manuel Possolo, 21h00

 

The Last Internationale
Beja, Teatro Pax Julia, 21h00

 

Quarta-Feira, 18 de Julho


Franz Ferdinand, Wolfmother e The Sounds (Festival Marés Vivas)
Gaia, Praia do Cabedelo, 17h00

 

Quinta-Feira, 19 de Julho


Erykah Badu (Cascais Music Festival)

Cascais, Hipódromo Manuel Possolo, 21h00

 

Garbage, The Cult, Kaiser Chiefs e Gun (Festival Marés Vivas)
Gaia, Praia do Cabedelo, 17h00

 

Gnod, The Glockenwise, Johnny Sem Dente, Cálculo, Aspen e Kail (Milhões de Festa)
Barcelos, Parque Fluvial, 16h30

 

Narasirato, Bombino, Otis Taylor Band, Wazimbo, Amélia Muge e Michales Loukovikas (Festival de Músicas do Mundo de Sines)
Sines, Castelo, 19h00

 

Sexta-Feira, 20 de Julho
Anselmo Ralph
Lisboa, Campo Pequeno, 21h00

 

Billy Idol, Gogol Bordello, Ebony Bones e Os Azeitonas (Festival Marés Vivas)
Gaia, Praia do Cabedelo, 17h00

 

Carlos do Carmo (Cascais Music Festival)
Cascais, Hipódromo Manuel Possolo, 22h00

 

Clorofila & Los Mezclaleros de la Sierra, Frigg, L´Enfance Rouge & Lofti Bouchnak, Al-Madar e Osso Vaidoso (Festival de Músicas do Mundo de Sines)
Sines, Castelo, 19h00

 

Dee Dee Bridgewater
Guimarães, Plataforma das Artes, 22h00

 

El Perro Del Mar; Bons Rapazes (Miguel Quintão e Álvaro Costa), Pedro Ramos, Trust!, The Blackwoods, Chida e Tiago (DJs)
Lisboa, Lux

 

Throes + The Shine, Baroness, Sensible Soccers, La La La Ressonance, Glam Slam Dance, Meneo, Youthless, Holy Other, League, Lobo, Alto!, Equations, Jibóia, Savanna, Burning Man, New Kind of Mambo e Tren Go! Soundystem (Festival Milhões de Festa)
Barcelos, Parque Fluvial, 14h30

 

Sábado, 21 de Julho
Anastacia, The Hives, Pedro Abrunhosa e Mónica Ferraz (Festival Marés Vivas)
Vila Nova de Gaia, Praia do Cabedelo, 17h00

 

António Zambujo

Porto, Casa da Música, 22h00

 

Antwerp Gypsy-Ska Orchestra
Vila Real, Teatro, 22h30

 

Blink-182 e The-All American Rejects
Lisboa, Pavilhão Atlântico, 20h00

 

Pablo Alborán e Carminho (Cooljazzfest)
Oeiras, Jardins do Palácio do Marquês de Pombal, 21h00

 

Pat Metheny Unity Band
Guimarães, Plataforma das Artes, 22h00

 

Shangaan Electro, Imperial Tiger Orchestra & Hamelmal Abaté, Marc Ribot y Los Cubanos Postizos, Oumou Sangaré & Bela Fléck, Dead Combo e Marc Ribot (Festival de Músicas do Mundo de Sines)
Sines, Castelo, 19h00

 

Vanessa da Mata e Gonçalo Bilé


Setúbal, Feira de Sant'lago, 22h00

 

Weedeater, Connan Mockasin, El Perro Del Mar, Blues Pills, Hoy!, XXXY, Publicist, Ghunaghangh, Prinzhorn Dance School, Luger, Bro-X, Revengeance, Gnod, Unicornibot, Hunted Scriptum, Was an Outsider, Jorge Coelho (Milhões de Festa)
Barcelos, Parque Fluvial, 14h30

 

Domingo, 22 de Julho


Manu Chao (Cascais Music Festival)
Cascais, Hipódromo Manuel Possolo, 22h00

 

Pat Metheny Unity Band (Cooljazzfest)


Oeiras, Jardins do Palácio do Marquês de Pombal, 22h00

Red Fang, Alt J, L´Enfance Rouge, Al-Madar, Zombies for Money, The Discotexas Band, Black Bombaim, Memória de Peixe, Riding Pânico, Moon Duo, Naytronix, Grup Ses Beats, Quartel 469, Midnight Priest, Amazonas e Kilimanjaro (Milhões de Festa)
Barcelos, Parque Fluvial, 14h30

 

Retirado de Disco Digital



publicado por olhar para o mundo às 21:25 | link do post | comentar

Pedro Abrunhosa vai estar no Festival do Crato

A vila alentejana do Crato volta a ser palco do festival de verão, que decorre de 29 de agosto a 1 de setembro. O cartaz da 28ª edição do certame contempla vários nomes da música nacional, comoMafalda Arnauth, Amor Electro, Cais Sodré Funk Connection, Boss AC, A Naifa, Sétima Legião, Dead Combo, Pedro Abrunhosa e Buraka Som Sistema.


A abrir os espetáculos do festival do Crato, a 29 de agosto, e para dar as "boas-vindas" vai estar a Filarmónica do Crato. Neste primeiro dia, a celebração do Fado Património da Humanidade vai estar na voz de Mafalda Arnauth.

 

Antes de Ricardo Lino Project, que encerrará a primeira noite do festival do Crato, sobem ao palco os nomeados para os Prémios MTV 2011 e vencedores dos Globos de Ouro de 2012, os Amor Electro.

 

Na segunda noite do festival, a 30 de agosto, celebra-se o ritmo e as batidas do hip-hop e do funk. A abrir os espetáculos vai estar a música do Projeto PeSSoaS, uma banda da região.

 

A noite segue com a atuação de uma "banda de culto para todos os amantes da música negra". A "energia irreverente" dos Cais do Sodré Funk Connection vai sentir-se na vila alentejana.

 

Antes do Dj Tiago Santos, da Rádio Oxigénio, que encerrará esta segunda noite do festival do Crato, é a vez de o considerado pai do hip-hop português, Boss AC, interpretar os temas do seu mais recente disco «AC Para os Amigos» combinados com as músicas dos álbuns anteriores.

 

A bossa nova jazzy do Grupetto vai abrir os espetáculos da terceira noite do festival do Crato, a 31 de agosto. Posteriormente, é e vez de A Naifa tomar conta do palco, marcando presença na edição de 2012 do festival, ano de lançamento do quarto álbum de originais do coletivo.

 

Antes do Dj Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés, subir a cabine e tomar conta dos "pratos", atuação que encerrará a terceira noite do festival, dá-se o regresso de um dos mitos da música pop feita em Portugal chamado Sétima Legião, no âmbito de uma digressão única de comemoração do 30º aniversário do grupo.

 

A noite que encerra o Festival do Crato apresenta "a mais internacional seleção nacional", com "o melhor da música portuguesa que se ouve lá fora", afiançam os organizadores.

 

Neste sentido, a abrir a noite, o Crato vai assistir aos ritmos quentes da “Lisboa Mulata”, vista pela banda que é hoje um fenómeno nos Estados Unidos da América, após ter sido parte integrante de um conjunto de entrevistas que o chef Anthony Bourdain fez para o seu programa "No Reservations". Estamos a falar dos Dead Combo & Royal Orquestra das Caveiras.

 

Logo a seguir, e pela primeira vez no festival do Crato, atuará um dos considerados mais importantes músicos, compositores e artistas da música portuguesa, de seu nome Pedro Abrunhosa, juntamente com o seu Comité Caviar.

 

O kuduro progressivo dos Buraka Som Sistema é a atuação que se segue. A mais internacional das bandas portuguesas, cuja batida se ouve nas discotecas de todo o mundo, de Copenhaga a Nova Iorque, do Rio de Janeiro a Tóquio, marca assim presença na 28ª edição do certame.

Cabe ao projeto No Dj's Antena 3 animar a última madrugada de música no Crato.

 

Paralelamente, o festival contempla ainda a tradicional Feira de Artesanato e Gastronomia. Aqui podem ser degustadas iguarias e petiscos da comida tradicional alentejana e, no artesanato, podem ser vistos barros de Flôr da Rosa e as cantarias de Gáfete, entre outros.

 

A organização adianta ainda que vai estar disponível uma zona com permissão para acampar, junto ao Parque Aquático, muito perto do recinto, com condições melhoradas e destinada aos portadores do passe de quatro dias, permitindo acolher os visitantes do festival, em função do espaço disponibilizado.

 

As informações sobre os horários dos concertos, as mostras de artesanato e gastronomia e outras atividades programadas serão brevemente anunciadas.

 

Noticia do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:31 | link do post | comentar

Domingo, 15.07.12
O «Doce Lar» dos Virgem Suta no Festival Marés Vivas TMN

 

Os Virgem Suta são uma das bandas portuguesas confirmadas para o Festival Marés Vivas TMN, a decorrer de 18 a 21 de julho na praia de Cabedelo, em Vila Nova de Gaia.


A banda alentejana vai subir ao Moche Random Stage, palco que, tal como o nome induz, tem a particularidade de serem conhecidos os artistas que vão atuar mas não se sabem em que dias e a que horas os concertos acontecem. A dupla editou recentemente o segundo álbum de originais intitulado «Doce Lar», que tem vindo a ser apresentado pelo país.

 

Os Virgem Suta estão ainda em fase de gravação do teledisco do tema «Maria Alice», single que roda actualmente nas rádios nacionais.

 

No Random Stage estão também confirmadas as presenças de Luísa Sobral, 1º Linha, Indiana Blues Band, Club 447, Clash Club, Slimmy, Festa Gigi, The Lazy Faithful, The Eleanors, João Só e Abandonados e HMB.

 

Music Box está a oferecer a possibilidade de conhecer os Virgem Suta e provar o recém lançado vinho da banda, produzido em associação com a Herdade da Malhadinha Nova, naquela que é a primeira de diversas ações da aplicação de música ligada aos festivais de verão. Quem quiser saber mais sobre esta iniciativa só tem de passar pela página do Facebook do Music Box.

 

Veja o teledisco do tema de estreia do novo álbum, «Beija-me na Boca»:

 

 

Noticia do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 22:35 | link do post | comentar

Sexta-feira, 13.07.12

Festival de verão gratuito em Mêda aposta em cartaz nacional

A cidade de Mêda acolhe, entre 26 e 28 de julho, um festival de música de verão com uma forte aposta na música nacional, principalmente em diversos estilos de rock.


André Pereira, presidente da Associação Juvenil Mêda+, que organiza o «Festival Mêda+» em parceria com a Junta de Freguesia local, salienta que o evento contará com a participação de grupos nacionais «de vários estilos de rock» e integra um programa «de enorme qualidade».

 

O responsável referiu que «o cartaz revela uma forte aposta na música nacional», destacando os grupos Mão Morta (dia 28), X-Wife (27) e The Glockenwise (26). A estes grupos juntam-se Fitacola e A Cepa Torta (26), The Doups e O Bisonte (27) e Matilha e MulherHomem (28).

 

«São três dias de rock com vertentes diferentes», disse André Pereira, salientando que, ao nível das bandas secundárias, a organização contratou «as bandas dos circuitos dos festivais nacionais que têm maior projeção».

 

Os promotores do festival de música fazem das entradas gratuitas a sua «principal bandeira».

 

Os espetáculos [a realizar no recinto da Santa Cruz] «têm entrada gratuita e o parque de campismo também. As piscinas municipais têm um custo reduzido de um euro por dia», explicou André Pereira.

 

Tendo em conta esta situação, o dirigente espera que a afluência de público aumente em relação à edição do ano passado.

 

«O objetivo é sempre subir. Em 2011 este festival contou com cerca de 3.500 pessoas por dia, no recinto, e com nomes como Tara Perdida, Diabo na Cruz, The Poppers e o Dj Fernando Alvim», referiu o dirigente.

 

Acrescentou que em 2011 o evento contou com participantes que se deslocaram de concelhos limítrofes do município de Mêda e também de grupos organizados de Tondela, Felgueiras, Guimarães e Porto.

 

«A qualidade do cartaz tem vindo a melhorar, de forma sustentada, de ano para ano, e o facto de ser o único evento do género na região interior e ter entrada gratuita torna-o suficientemente atrativo para o colocar no circuito dos festivais de verão em Portugal», assegurou.

 

André Pereira lembrou que a iniciativa, organizada pelo terceiro ano consecutivo, visa afirmar o interior do país como sendo «capaz de suportar um evento dinâmico e de dimensões consideráveis», contrariando «a tendência de situação quase bicéfala a nível cultural», com eventos centrados em Lisboa e Porto.

 

O «Festival Mêda+», com um orçamento que ronda os 30 mil euros - apoiado pela Câmara Municipal e Associação de Desenvolvimento Raia Histórica -, pretende atrair pessoas para o concelho de Mêda, localizado no norte do distrito da Guarda, e «dinamizar a economia local» durante a sua realização. 

 

Noticia do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:25 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12.07.12

Festival Mun'danças 2012

 

O MUN’Danças é já o grande evento de música e dança&baile Folk da Península Ibérica em 2012 e realiza-se em duas belas praias fluviais do Mondego: de 26 a 29 de Julho em Coimbra - na Praia Fluvial de Torres do Mondego - e de 1 a 4 de Agosto na Guarda – na Praia Fluvial de Aldeia Viçosa.

 

Os participantes encontrarão neste festival cerca de quarenta bailes e concertos, oficinas de danças, oficinas de música, espaço OM (meditação, relaxamento e ioga), espaço criança (com programação e actividades próprias), palestras/tertúlias e mostra de filmes&vídeos, restaurantes e tasquinhas com gastronomia saudável (pratos vegetarianos e comida tradicional portuguesa), mercados (de frescos, artesanato e solidários) e actividades no rio, passeios e visitas nas paisagens e aldeias.

 

 

Programação MUN’Danças 2012

 


COIMBRA , 26 a 29 de Julho– PRAIA FLUVIAL DE TORRES DO MONDEGO


Dia 26 de Julho, Quinta-feira
11h30 – Recepção dos participantes + fanfarra de tambores e gaiteiros
13h00 – Almoço/Sardinhada – oferecida pela Junta de Freguesia

15h00 – Oficina de Forró/Pablo Dias
17h00 – Oficina de Danças do mundo/Rute Mar
19h00 – Grupo de Sevilhanas/Escolhas Vivas
20h00 – Jantar

21h00 – Baile de Forró/Banda do Ujuará, na Tenda de Baile
22h00 – A Barca dos Castiços/concerto&folk no Recinto&Palco *
23h30 – GiraSol/baile-folk na Tenda de Baile **
01h00 – Mandragora/concerto&folk no Recinto&Palco *
02h30 – GiraSol + Jam session/baile-folk na Tenda de Baile **


27 de Julho, Sexta-feira
07h00 – Oficina de yoga, meditação e relaxamento e cozinha espiritual no espaço OM

11h00 – Oficina de Danças francesas/A DEFINIR
13h00 – Almoço

15h00 – Oficina de Samba/Gui Furtado
17h00 – Oficina de Danças castelhanas/Daniel Peces

19h00 – Baile de Samba/SambaJah, na tenda de baile

20h00 – Jantar

22h00 – Toques do Caramulo/concerto&folk no Recinto&Palco *
23h30 – Martina Quiere Bailar/baile-folk na Tenda de Baile **
01h00 – Ósmavati/concerto-folk na Tenda de Baile **
02h30 – Martina Quiere Bailar+ Jam session/baile-folk na Tenda de Baile **


28 de Julho, Sábado
07h00 – Oficina de yoga, meditação e relaxamento e cozinha espiritual no espaço OM

11h00 – Oficina de Danças tribais africanas/Anzoumana Kaba

13h00 – Almoço
11h00 – Oficina de Danças africanas/Eva Azevedo + Paulo das cavernas
16h00 – Oficinas instrumentais 
17h00 – Oficina de Danças africanas/Eva Azevedo + Paulo das cavernas

19h00 – Docakene/Concerto-baile folk no recinto&palco **
20h00 - Jantar
22h00 – Pé na Terra/concerto&folk no Recinto&Palco *
23h30 – Karrossel/baile-folk na Tenda de Baile **
01h00 – Uxu Kalhus/concerto&folk no Recinto &Palco *
02h30 – Karrossel + Jam session/baile-folk na Tenda de Baile **


29 de Julho, Domingo
07h00 – Oficina de yoga, meditação e relaxamento e cozinha espiritual no espaço OM
11h00 – Oficina de Danças portuguesas/Alexandre Matias
16h00 – Oficina de instrumentos
17h00 – Oficina de Danças italianas/Mónica Savá
19h00 – Realejo, na tenda de baile
20h00 – Jantar
22h00 – MÚ/concerto&folk no Recinto&Palco *
23h30 – Spakkabrianza/baile-folk na Tenda de Baile **
01h30 – Xtramónio/concerto&folk no Recinto&Paçco *
02h30 – Spakkabrianza + Jam session/baile-folk na Tenda de Baile **

 

GUARDA, 1 a 4 de Agosto – PRAIA FLUVIAL DE ALDEIA VIÇOSA


01 de Agosto, Quarta-feira
12h00 – Recepção dos participantes + fanfarra de tambores e gaiteiros
13h00 – Sardinhada

15h00 – Oficina de Danças israelitas/Hilde Van Hemerltijck
17h00 – Oficina de Danças europeias e danças toscas/Alexandre Matias

18h00 – Pasa Calles (música de rua) c/xtramónio
20h00 - Jantar
22h00 – Xtramónio/concerto&folk no Recinto&Palco *
23h30 – Mosca Tosca/baile-folk na Tenda de Baile **
01h00 – Melech Mechaya/concerto música Klezmer no Recinto&Palco *
02h30 – Mosca Tosca + Jam session/baile-folk na Tenda de Baile **

 



02 de Agosto, Quinta-feira
07h00 – Oficina de yoga, meditação e relaxamento e cozinha espiritual no espaço OM
11h00 – Oficina de Danças italianas/Mónica Savá
13h00 – Almoço
15h00 – Oficina de Danças do Mundo a pares / Alexandre Matias

17h00 – Oficina de Danças castelhanas/Daniel Peces

20h00 – Jantar
22h00 – Martina Quiere Bailar/concerto&folk no Recinto&Palco *
23h30 – Spakkabrianza/baile-folk na Tenda de Baile **
01h00 – Beltaine/concerto&folk no Recinto&Palco *
02h30 – Spakkabrianza + Jam session/baile-folk na Tenda de Baile **



03 de Agosto, Sexta-feira
07h00 – Oficina de yoga, meditação e relaxamento e cozinha espiritual no espaço OM

11h00 – Oficina de Danças africanas/Eva Azevedo + Paulo das cavernas
13h00 – Almoço
15h00 – Oficina de Danças tribais africanas/Anzoumana Kaba
17h00 – Oficina de Danças europeias/Patrícia Vieira
20h00 - Jantar
22h00 – Monte Lunai/concerto&folk no Recinto&Palco *
23h30 – Sons Libres/baile-folk na Tenda de Baile **
01h00 – Docakene/concerto&folk no Recinto&Palco *
02h30 – Jam session Afro-europeia na Tenda de Baile **


04 de Agosto, Sábado
07h00 – Actividades no rio/jogos tradicionais
11h30 – Oficina de Danças irlandesas/Patrícia Vieira

13h00 – Almoço/churrascada
15h00 – Ranchos folclóricos e grupos de cantares
18h00 – Fanfarra/Jantar regional
20h00 - Jantar
22h00 – Les Zéoles/baile-folk na Tenda de Baile **
23h30 – MagMell/baile-folk na Tenda de Baile **
01h00 – Jam session na Tenda de Baile

 

 

 

Mais informações em:

http://mundancasfestival.com/

https://www.facebook.com/MUNdancas

 

Contacto: ifmatos.mundancas@gmail.com



publicado por olhar para o mundo às 21:45 | link do post | comentar

Quatro noites com música de vários estilos em Ponta Delgada

O festival «Música no Colégio 2012», que começa sexta-feira, 13 de julho, no Largo do Colégio, em Ponta Delgada, nos Açores, vai apresentar espetáculos de vários géneros musicais, anunciou Rogério Massa, da Associação Musical Coral de S. José.


«Vão ser quatro noites com música de vários estilos, do tradicional à música lírica, e uma moldura cénica muito interessante no Largo do Colégio», afirmou Rogério Massa, salientando que os concertos decorrem entre sexta e segunda-feira, a partir das 21:30, em dois palcos montados no adro da igreja ali existente, um dos quais será coberto.

 

O festival abre com a «Noite Açoriana», que incluirá a atuação da orquestra de percussão Bora Lá Tocar e dos músicos Jorge Dutra, Raquel Dutra e Adílio Soares, à que se seguirá um momento de teatro popular, culminando com um espetáculo de Zeca Medeiros.

 

No sábado realiza-se a «Noite Filarmonia», que levará ao palco a Banda Militar dos Açores (na foto), decorrendo no domingo a «Noite de Gala», com destaque para o concerto do pianista Nuno Margarido Lopes, do Teatro Nacional de S. Carlos, que será acompanhado pela Orquestra de Ponta Delgada e pelo Coral de S. José.

 

O «Música no Colégio 2012» encerra na segunda-feira, 16 de julho, com a «Noite Lírica», num concerto com a soprano Sandra Medeiros, a mezzo-soprano Maria Luísa Freitas e o tenor Mário Alves, acompanhados pelo pianista Nuno Margarido Lopes e pelo Coro Sinfónico do Coral de S. José.

Rogério Massa salientou que este festival, inspirado numa iniciativa idêntica que se realiza nas imediações do Teatro de S. Carlos, em Lisboa, é um risco especial nos Açores devido às condições meteorológicas.

 

«É um grande desafio para nós porque são quatro dias e, numa terra como a nossa, temos que acreditar que não choverá neste período», frisou o responsável pela organização do festival.

 

Noticia do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:15 | link do post | comentar

Márcia vai estar no Optimus Alive

Um pequeno roteiro pela música portuguesa que se vai poder ouvir no Passeio Marítimo de Algés

 

B Fachada em “Criôlo”, os Parkinsons regressados da eternidade, PAUS e Buraka sempre prontos para dar o concerto do ano, até uma Miúda que dorme com quem quer e faz o que lhe apetece. E só para mencionar alguns. Pelos três palcos principais do Optimus Alive vão passar alguns dos nomes mais interessantes da música portuguesa dos últimos anos, já para não falar dos premiados no Optimus Live Act.

 

Logo no primeiro dia, depois da actuação de The Royal Blasphemy, vencedores do concurso Oeiras Band Sessions, sobem ao Palco Heineken, pelas 17h55, os The Parkinsons, para provar que o punk é imortal. Nascidos das cinzas dos Tédio Boys, irromperam na cena londrina como uma bala disparada por uma Magnum. Basta dizer que o Guardian equiparou-os aos Sex Pistols. Em Setembro, lançam o álbum “Back to Life”. O título diz tudo. O ansiado regresso ao estúdio, depois de uns anos de hiato, e com a mítica formação: Victor Torpedo (guitarra) Pedro Xau (baixo), Kaló (bateria) e Afonso Pinto (voz).

 

Segue-se, às 20h20, o curioso caso de Miuda, sem acento, atenção. Mel é a cara e a voz deste projecto, do qual fazem parte também Pedro Puppe (OIOAI), Fred (Orelha Negra) e Tiago Bettencourt. O EP já está cá fora, editado pela Optimus Discos, e no Alive muito boa gente vai querer comprovar se há razão para tamanho sururu em torno de “Com Quem Eu Quero”. Pop para um Verão luminoso, com poucos moralismos e açaimes, como se quer.

 

E depois os avassaladores Buraka Som Sistema. Entram em palco antes dos Justice, pouco depois de Miss Kittin, mas certamente que vão antecipar ou prolongar a festa dos outros palcos. E bem. Afinal, “Komba”, nome do álbum lançado no ano passado, alude precisamente a um ritual festivo africano, quando os amigos e familiares se reúnem para recordar uma pessoa falecida.

 

Já a fechar o segundo dia, antecedidos, durante a tarde, por Ninja Kore e We Trust (que aqui faz o “bis” nisto dos festivais de Verão urbanos), estão osBlasted Mechanism, um dos maiores símbolos de longevidade da música nacional. Já lá vão 17 anos. Nas ruas está “Blasted Generation” (2012) pela “love revolution”.

 

Do "Criôlo" aos adufes

No último dia, portugueses é que não faltam. Um dos concertos mais aguardados será o de B Fachada, às 21h00. O 11.º álbum em cinco anos está aí e dá o mote à noite — chama-se “Criôlo” e consta que aponta “aos terreiros e às pistas de dança”. Mais um álbum de Verão para concretizar a curiosa tendência sazonal do músico.

 

Precede-o Márcia, que, já agora, acabou de lançar o vídeo do single "Misturas", faixa do álbum “Dá” (2011), que ganhou uma segunda vida graças à nova versão de “A Pele Que Há Em Mim” com JP Simões. Expectativa: um final de tarde perfeito, embalado pela voz luminosa da jovem cantora, aquecido antes pela, igualmente encantadora, Catarina Salinas, que com Ed Rocha Gonçalves forma os Best Youth, caso precoce de sucesso, até mesmo fora de portas. É às 18h20 no Palco Optimus Clubbing. Dez minutos depois, mas no Palco Optimus, os PAUS vão partir a loiça toda e provar, mais uma vez, por que é que são uma das melhores bandas portuguesas da actualidade, estatuto alcançado logo com o EP “É Uma Água” (2010).

 

O dia, em português, começa às 17h00, no Palco Optimus Clubbing com os Laia, quinteto que mistura adufes e guitarras eléctricas e sente-se como gente grande numa espécie de arraial de distorção com guitarras portuguesas. A fechar, já em modo “pista de dança”, entram, às 1h10, Moullinex + Xinobi, fundadores da Discotexas, autênticos peritos em engendrar noites de arromba.

 

Retirado do P3



publicado por olhar para o mundo às 11:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.07.12

Festival Semibreve

A segunda edição do Festival Semibreve já tem o cartaz completo, e acontece em Outubro em Braga, com o apoio da 3. 

O festival de música eletrónica realiza-se em Braga no Theatro Circo e em Guimarães no Centro Cultural Vila Flor simultaneamente. 

Dia 4 de Outubro
Centro Cultural Vila Flor 
Vladislav Delay + AGF 
Pole + p.ma 
Grischa Lichtenberger 

Dia 5 de Outubro
Theatro Circo

Mouse on Mars Roly Porter + Flicker 
emptyset + Joanie Lemercier 

Dia 6 de Outubro
Theatro Circo

Ben Frost 
Ryoji Ikeda 
Most People Have Been 
Trained To Be Bored

A edição deste ano conta com o Semibreve Award, um prémio internacional dedicado às artes digitais resultante da parceria entre oSemibreve, o EngageLab da Universidade do Minho e a Capital Europeia da Juventude 2012.

As inscrições vão decorrer entre 15 de Julho e 1 de Agosto.

por: Catarina Limão 
Retirado de Antena 3


publicado por olhar para o mundo às 12:50 | link do post | comentar

Terça-feira, 10.07.12
Mão Morta, X-Wife e The Glockenwise em cartaz no festival Mêda +

 

 

Está de regresso mais uma edição do Mêda +, festival que, em 2012, se realiza pelo terceiro ano consecutivo e pretende ser um evento de rock totalmente em português. A entrada é livre e o acesso ao campismo é gratuito.


O festival de música decorre entre os dias 26 e 28 de julho e o cartaz revela uma forte aposta na música nacional.

 

Mão Morta, X-Wife e The Glockenwise são bandas centrais do panorama nacional que atuarão na Mêda e a estes nomes juntam-se The Doups, O Bisonte, Matilha, Mulherhomem e A Cepa Torta, banda local.

 

Para além do programa musical, dispõe de piscinas municipais (a um preço simbólico), parques de skate e campismo, que será gratuito.

 

Um dos propósitos desta iniciativa é «afirmar o interior do país como empreendedor e capaz de suportar um evento dinâmico e de dimensões consideráveis, contrariando a tendência de quase bicefalia cultural em Portugal», salientam os promotores.

 

Em 2011, o Mêda + contou com cerca de 3.500 pessoas por dia no recinto para ver vários nomes da música nacional, como Tara perdida, Diabo na Cruz, The Poppers, Nervo e Alma Fábrica e o Dj Fernando Alvim.

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 13:22 | link do post | comentar

Domingo, 08.07.12

Castro Galaico Festival de Nogueiró

 

 

Castro Galaico Festival de Nogueiró, está ai, e já se vem impondo no panorama nacional! 


É para tentar repor a verdade histórica, no âmbito das suas iniciativas culturais, que a Junta de Freguesia de Nogueiró e o Grupo Canto D'Aqui, se propõe realizar este festival de música, assente na tradição popular, ligando-o às nossas raízes Galaicas!


Animação, música, muito boa música, comes e bebes, num local mágico, com umas vistas fantásticas sobre Bracara Augusta, estão garantidas!

Fazem parte do programa deste ano: a galega Uxia cujo último álbum "Meu Canto" tem granjeado prémios na vizinha Espanha, Né Ladeiras que leva a este festival o espectáculo "Tradição", os Andarilhos que editaram o ano passado "Caminho Velho", os Bomboémia e o grupo organizador deste festival: Canto d'Aqui. 

A 3ª Edição do Castro Galaico Festival de Nogueiró realiza-se nos dias 13 e 14 de Julho no Monte de Nª Sª da Consolação em Nogueiró (no concelho de Braga).

Retirado de Antena 1



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.07.12
M.I.A
M.I.A
Miguel Madeira

Who's that girl?

Não há géneros musicais privilegiados no Super Bock Super Rock. Mas há uma rainha e três princesas. Só por elas já vale a pena estar em pé uma hora em frente a um palco


E se de repente, num festival (supostamente) rock, género musical em que a agressividade e o suor dominam, quem mandasse fossem esses seres delicados e bem cheirosos conhecidos por mulheres? Não vamos ver concertos exclusivamente pela música - para isso tínhamos os discos. Vamos para confirmar que a estrela existe. Isso exige uma qualidade: carisma. Presença. E no Super Bock Super Rock, que começa quinta-feira, 5 de Julho, isso está condensado nas meninas: Brittany Howard, dos Alabama Shakes, mulher de voz espantosa, capaz de fazer tremer as paredes de uma casa (dia 5); M.I.A. (dia 6), St Vincent (dia 7) e a inevitável Lana Del Rey (dia 6).

Não é fascinante a perspectiva de ver Peter Gabriel em palco - aliás, é o equivalente a passar uma hora a olhar para um hamburguer. E Aloe Blacc, tendo pinta, já vai na enésima apresentação em Portugal de Good Things. Isto não é nada quando comparado com a perspectiva de ver Lana del Rey espalhar-se em palco. Ou ver se M.I.A. aguenta um concerto desta dimensão ou se se desfaz no seu habitual mar de caos. (Até o caos pertence às moçoilas, nesta edição.) E para quê perder tempo com os Incubus quando se pode ficar embeiçado a olhar para o palco enquanto St Vincent escavaca a guitarra, dando cabo da imagem de bonequinha delicada que é inevitável colar-lhe?

Quarteto

Muito possivelmente aconteceu por acaso, mas o Super Bock Super Rock acabou por reunir um quarteto representativo do que é ser fêmea e compositora no início da segunda década do século XXI. Juntas representam a moça pouco confiável e com aspirações vinda do salão de cabeleireiro (Lana Del Rey), a esperteza de rua e o cruzamento de géneros (M.I.A.), a beleza clássica que esconde demoniozinhos (St Vincent) e o puro instinto, quase não laminado nem consciente do seu magnetismo (Brittany Howard).

Chamemos a Lana Del Rey a debutante. Olhou em volta, mediu as suas qualidades, os defeitos, trabalhou no que poderia trazer-lhe vantagem (os lábios), encontrou o penteado certo, mediu a dimensão da escala da sua voz (curta, vagamente inexpressiva, mas, hey, isso não é grave na pop) e tratou de arranjar música que se adaptasse a um imaginário algures entre a sopeirinha e a femme fatalle.

Ler tudo )

 

Noticia do Ipsilon



publicado por olhar para o mundo às 21:20 | link do post | comentar

Domingo, 01.07.12
O agrupamento vocal “La Venexiana
O agrupamento vocal “La Venexiana" abre hoje o festival (Foto: DR)
Uma dezena de concertos ao longo de praticamente todo o mês de Julho no palco do Auditório de Espinho: assim tem sido e assim volta a ser este ano o Festival Internacional de Música de Espinho (FIME), um dos mais antigos festivais nacionais de Verão. A sua 38ª edição começa este domingo e alinha 11 eventos até 26 de Julho.

A abrir (1 de Julho), o agrupamento vocal “La Venexiana” – com a soprano Roberta Mameli e Cláudio Cavina na direcção musical – apresenta o espectáculo “Round M – Monteverdi meets “La Venexiana”, que se aventura numa inesperada fusão entre música barroca e jazz. O grupo acrescenta à música barroca instrumentos como o contrabaixo, a bateria ou o saxofone. Por isso mesmo, é uma das escolhas do director artístico do festival João Pedro Mendes dos Santos. 

A sua segunda escolha – entre muitas que faria dos 11 espectáculos – são os dois concertos (13 de Julho) do francês Romain Garioud, um violoncelista “absolutamente genial, com uma comunicação fantástica com o público”. No primeiro, Garioud tocará a sonata para violoncelo e piano (com Laurent Wagschal) de Luís Freitas Branco, naquilo que o director artístico do festival realça como o encontro feliz entre “um grande intérprete internacional e um compositor português”. 

A fechar o festival, dia 26 de Julho, a Orquestra Clássica de Espinho vai tocar música da América Latina “com duas obras para dois instrumentos improváveis” – harmónica e bandoneon, diz João Pedro Mendes dos Santos e esta é a sua terceira escolha. Trata-se do concerto do brasileiro Heitor Villa Lobos (1887-1959) para harmónica e orquestra e o concerto para bandoneon e orquestra do compositor argentino Astor Piazolla (1921-1992). 

Entre a abertura e o fecho, entre muitos outros eventos, haverá concertos com o clássico trio com piano, que junta os irmãos Renaud e Gautier Capuçon e o pianista Frank Braley, o recital de violino e piano com Sergei Khachatryan, o espectáculo do pianista norte-americano Uri Caine em trio de contrabaixo (John Hebert) e bateria (Clarence Penn), ou ainda o concerto da pianista da Venezuela Gabriela Montero, que, à semelhança do que tem feito ao longo da carreira, vai improvisar sobre temas dados pelo público. 

O festival propõe também espectáculos para as crianças – o Festival Júnior que terá contos de fadas por Alexandre Delgado (acompanhados ao piano) e “O que é uma ária?”, um espectáculo apresentado pelo tenor Mário João Alves. 

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 19:41 | link do post | comentar

Sábado, 30.06.12

Festival Milhões de Festa

A edição deste ano do festival vai incluir o chamado «dia zero», como apelida a organização. Trata-se de uma «espécie de receção aos campistas que pretendam fazer da cidade do galo as suas férias espirituais». O Milhões de Festa realiza-se entre os dias 19 e 22 de julho no Parque Fluvial de Barcelos.


A 19 de julho, na inauguração do Palco Taina, um dos quatro cenários de concertos do certame, haverá atuações de entrada livre dos barcelenses The Glockenwise (ainda com "Building Waves" e já com alguns temas novos para mostrar), dos também locais Johnny Sem Dente e dos britânicos Gnod (frescos, depois da actuação no Roadburn Festival 2012 e do recém-editado trabalho, a meias com os psicadélicos White Hills).

 

Em jeito de after-party, a comemoração estende-se pela madrugada fora com o Dj e promotor portuense Pedro Santos, ecléctico amante do vinil, enquanto instrumento de trabalho, e ANA, alter-ego de João Marrucho, produtor de música desde 1997) em formato live act.

 

Taina, na região minhota, é sinónimo para patuscada. E a organização do Milhões de Festa não é alheia ao que se passa à sua volta. Por isso, enquanto os ouvidos degustam musicalidades, neste dia, os estômagos terão ao seu dispôr iguarias assadas na brasa, como postas de bacalhau, febras, costeletas, frango, sardinhas, pimentos, hambúrgueres de tofu a pensar nos vegetarianos, caldo verde e vinho verde.

 

O preço do passe geral, até ao dia 12 de julho, tem o valor de 45 euros. De 13 a 17 de julho valerá 52 euros e, a partir do dia 18 de julho, tem um custo de 60 euros.

 

Já os bilhetes diários custam 25 euros e, se adquiridos durante os próprios dias do festival, encarecem para os 30 euros.

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:44 | link do post | comentar

Sexta-feira, 29.06.12

Dança e Ópera, eixo do Festival ao Largo

 

Com uma programação quase diária e sobretudo gratuita, o espaço frente ao Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, vai apresentar um Festival onde a música, enquadrada em espaços de dança e ópera, vai estar presente a partir das 22:00, de Junho a Julho, convidando os lisboetas a libertarem as suas tensões económicas ao som de excelente música interpretada por artistas de renome.

É cada vez mais difícil viabilizá-lo”, disse em conferência de imprensa, César Viana, director artístico do festival. “Este ano tivemos de alargar muito as parcerias, não só económicas como artísticas”.

 

João Villa-Lobos, administrador do Opart, entidade gestora do São Carlos e da Companhia Nacional de Bailado, afirmou que a contenção de custos passou por “usar os recursos da casa” e houve que assestar baterias nas parcerias. 


O orçamento do festival é de 250 mil euros, não sendo muito inferior ao do ano passado, afirmou aquele gestor.

 

Este ano fizemos uma aposta muito forte na ópera, bailado e teatro”, acrescentou César Viana. “Não tem havido muita ópera no Largo e este ano haverá”. 

A programação arrancará nos dias 29 e 30 com a ópera em versão concerto “Peer Gynt”, de Edvard Grieg, música de cena para o texto do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen, com Irene Cruz a fazer leitura de cena, sendo a direcção musical de Martin André para o coro do São Carlos e a Orquestra Sinfónica Portuguesa.

 

Continunado a viagem, Espanha chegará ao Largo do São Carlos a 13 e 14 de Julho, desta vez com as “Goyescas”, de Enrique Granados e direcção musical de João Paulo Santos. 


“Turandot” de Ferruccio Busoni, mais uma ópera em versão de concerto, com direcção musical de Moritz Gnann, chega ao Largo, a 27 e 28 de Julho.

 

De Espanha virá ainda “Carmen”, a 06 e 07 de Julho, um bailado inspirado na obra de Prosper Mérimée pela Companhia Antonio Gadés.

 

E a viagem prossegue, uma viagem, que na procura de pracerias, traz o Oriente até ao Largo, a 29 de Julho com a Orquestra Chinesa de Macau, que usa exclusivamente instrumentos tradicionais chineses, e, da Indonésia, Dança e Música de Sumatra, que actuarão a 26 de Julho. 

E o Leste também não faltará nesta viagem com o Programa Rakhmaninov-Chostakovitch, por um “trio de luxo” composto por Tatiana Samouil, em violino, Pavel Gomziakov, em violoncelo e Plamena Mangova, no piano.

Da programação do Festival ao Largo 2012 faz ainda parte Dança no Largo com a Companhia Nacional de Bailado, a interpretar “Du Don de Soi”, uma coreografia de Paulo Ribeiro, obra inspirada no universo cinematográfico de Andrei Tarkovski e “ La Valse”, uma curta-metragem de João Botelho. 

Haverá ainda um concerto dos Barokksolistene Oslo, uma espécie de “música de cervejaria do século XVII" e uma parceria com o Festival de Almada: Lisboa, espectáculo poético de rua, uma criação da Fondazione Pontedera Teatro, em torno de Fernando Pessoa, apresentada no largo onde o poeta nasceu.

 

Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 21:02 | link do post | comentar

Super Bock, Super Rock, Meco

 

 

5 de julho

 

Palco Super Bock

 

Capitão Fausto - 21h20
Bloc Party - 22h40
Incubus - 0h30
Hot Chip - 2h40

 

Palco EDP

 

The Happy Mess - 20h40
Alabama Shakes - 21h50
Bat For Lashes - 23h40
Battles - 1h40

 

Palco @Meco

 

Mary B - 21h00
Rui Murka - 21h45
Dãm-Funk (Live) - 22h25
Apparat (Live) - 23h45
Flying Lotus (Live) - 01h00
Magnetic Man (Live) - 02h30
Beatbombers - 04h15

 

6 de julho

 

Palco Super Bock

 

Supernada 19h00
The Rapture 20h35
Lana Del Rey 22h05
Friendly Fires 23h20
M.I.A. 0h50

 

Palco EDP

Tono 19h50
Hanni El Khatib 21h20 
Oh Land 22h40
Wraygunn 23h55
The Horrors 1h40

 

Palco @Meco

Trikk 21h00
Freshkitos 22h00
Linkwood 23h30
Cosmin TRG 01h00
Rui Vargas e André Cascais 02h30
Kenny Larkin 04h30

 

7 de julho

 

Palco Super Bock

 

Bebe 19h00
Aloe Blacc 20h15
Peter Gabriel 22h00
The Shins 00h30
Skrillex 02h00

 

Palco EDP

Perfume Genius 19h45
Little Dragon 21h10
St. Vincent 23h30
Regina Spektor 00h50

Palco @Meco


Jorge Caiado & Vahagn 21h00
Henriq 23h00
João Maria 00h30
Margaret Dygas 02h00
Ricardo Villalobos 03h30

 

por : Gonçalo Castro

Retirado de Antena 3


publicado por olhar para o mundo às 08:01 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.06.12

Festival 7 Sóis 7 Luas

 

Conheça toda a programação do Festival 


30 cidades de 11 países 
da bacia mediterrânea vão este ano acolher mais uma edição do "Festival 7 Sóis, 7 Luas".


Em Portugal para além de Reguengos de Monsaraz, Castro Verde e Odemira o Festival vai estar também em OeirasAlfandega da FéPonte de Sôr,  e Madalena (Açores).





O Festival Sete Sóis Sete Luas chega - como todos os anos - às sextas feiras deOeiras e aos eventos culturais de Alfândega da Fé para aquecer o verão e dar a sensação de ter voado, ao som da música, até alguns dos locais mais bonitos do Mediterrâneo. Desta vez a viagem é até ao sul da Itália: serão os Jureduré da Calábria a abrir o cartaz musical da Fábrica da Pólvora de Barcarena de Oeiras e do Largo S. Sebastião de Alfandega. 



Jureduré  


Os Jureduré contam as histórias, sempre atuais, das migrações: tanto das do povo italiano do século anterior, como das dos africanos que chegam todos os dias em condições desumanas à ilha de Lampedusa, no sul da Sicília. Com a música- cheia de energia e paixão - eles lançam denuncias, contam histórias que concernem a todos nós e que não podemos ignorar. O grupo também é fruto duma "migração": embora tenha nascido em Bolonha, em 2004, é composto por sete músicos, todos com origem na região da Calábria. Trabalham ativamente desde 2006 em músicas para cinema e interpretaram bandas sonoras de realizadores relevantes como Giorgio Diritti no pluri-prémiado "O homem que chegará", e na obra " O voo",  cuja ação se desenrola numa aldeia da Calábria do realizador alemão Wim Wenders. Os Jureduré levam ao palco os sons, as atualidades e as memórias históricas que constituem o fio condutor da sua história musical, suspendida entre as origens calabresas e a adoção de Bolonha. 

 

Retitrado de Antena 1 



publicado por olhar para o mundo às 11:42 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.06.12

Luisa Sobral, Virgem Suta, Slimmy e João Só e os Abandonados no Marés Vivas tmn

 

Luisa Sobral, Virgem Suta, Slimmy e João Só e os Abandonados são algumas das mais recentes confirmações no cartaz do festival Marés Vivas tmn.

 

Estes artistas vão passar pelo certame de Vila Nova de Gaia entre os dias 18 e 21 de julho, no âmbito da iniciativa Random Stage, que apresenta um cartaz composto por 12 projetos musicais, não indicando, porém, em que dia os mesmos atuam.

 

Ainda no âmbito da iniciativa Random Stage, vão subir ao palco do festival Marés Vivas tmn The Eleanors, The Lazy Faithful, Indiana Blues Band, Clash Club, 1º Linha, Club 447 e Festa Gigi.

 

Estes nomes vêm juntar-se aos já confirmados Franz Ferdinand, Wolfmother, Kaiser Chiefs, Garbage, The Cult, Gogol Bordello e Anastacia, entre muitos outros.

 

Os bilhetes para o Marés Vivas tmn custam entre €30 (ingresso diário) e €60 (passe para os quatro dias).

 

Confere o cartaz do palco principal do Marés Vivas tmn:

 

18 julho
The Sounds
Franz Ferdinand
Wolfmother

19 julho
Gun
Kaiser Chiefs
Garbage
The Cult

 

20 julho
Os Azeitonas
Gogol Bordello
Ebony Bones
Billy Idol

 

21 julho
Anastacia
The Hives
Pedro Abrunhosa
Mónica Ferraz

 

Sara Novais

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:40 | link do post | comentar

O cartaz do festival Sudoeste TMN 2012 conta com artistas como Ben Harper, The Twelves, Xutos & Pontapés, The Ting Tings, Eddie Vedder, Example e Two Door Cinema Club. O festival Sudoeste TMN 2012 realiza-se de 1 a 5 de Agosto, na Zambujeira do Mar, na costa alentejana. O passe geral para os cinco dias de festival custa 95 euros. O bilhete diário custa 50 euros.

Cartaz do Festival Sudoeste TMN 2012

1 de Agosto

Palco TMN

  • Martin Solveig
  • Afrojack
  • Pete Tha Zouk

2 de Agosto

Palco TMN

  • Ben Harper
  • The Twelves
  • Fat Freddy´s Drop
  • Ben Howard
  • Marcelo D2
  • Matisyahu

Palco Planeta Sudoeste

  • Tensnake

Palco Groovebox

  • Luciano

3 de Agosto

Palco TMN

  • Example
  • Richie Campbell
  • Nicolas Jaar
  • Eddie Vedder
  • James Morrison
  • Glen Hansard

4 de Agosto

Palco TMN

  • Xutos & Pontapés
  • The Ting Tings
  • The Roots
  • Calle 13
  • Thievery Corporation
  • Four Tet

Palco Groovebox

  • Thievery Corporation
  • Four Tet

5 de Agosto

Palco TMN

  • Two Door Cinema Club
  • Jessie J
  • The Vaccines
  • Best Coast
  • Balkan Beat Box

Palco Groovebox

  • Borgore
  • Andy C

Bilhetes Festival Sudoeste TMN 2012

  • Passe geral para os cinco dias de festival - 95 euros
  • Bilhete Diário - 50 euros
  • Suplemento Car Camping - 20 euros

Bilhetes à venda na FNACTicketlineCTT, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglés, Abreu, Megarede, ABEP, Posto de Turismo da Zambujeira do Mar, Junta de Freguesia de Santo André e bilheteira no local do festival a partir do dia 30 de Julho.

 

Retirado de Online24



publicado por olhar para o mundo às 12:06 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.06.12

O Festival Silêncio 2012
26 Junho a 1 Julho
 

LISBOA VAI SER UMA VEZ MAIS A CAPITAL DA PALAVRA, COMEÇA HOJE A 4ª EDIÇÃO DO FESTIVAL SILÊNCIO


Tendo como principais palcos o Cinema São Jorge, o Musicbox, o Povo, a Pensão Amor e a Fundação Saramago, o Festival Silêncio pretende devolver o poder à palavra cruzando-a com as diferentes artes, juntando em Lisboa grandes nomes da cena literária e artística.
 
Da programação de espectáculos, destacam-se “Os Poetas – Entre Nós e as Palavras” de Rodrigo Leão e Gabriel Gomes, “Neurotycon” de Pop Del Arte, “Bate Papo” por Mão Morta e “Irmãos Demónio” com Hélio Morais e Quim Albergaria(Paus), Kalaf e Filho da Mãe.

As Conversas do Silêncio irão pôr em palco escritores, músicos, artistas e realizadores, tais como Rui Zink, Maria do Rosário Pedreira, Mário Zambujal, Nuno Artur Silva, Helena Vasconcelos, João Botelho, entre muitos outros e Word Cut Docs reunirá inúmeros documentários sobre escritores de renome — como Marguerite Duras, José Saramago, Herberto Helder ou Julia Kristeva —  e a estreia nacional de Words of Advice – William S. Burroughs de Lars Movin.

Ao longo do festival, a palavra inscreve-se na vida da cidade pela mão de escritores, músicos, actores, artistas plásticos e cineastas que exploram essa íntima relação com a linguagem.
 
Dos concertos aos espectáculos multimédia, das conversas às leituras encenadas, do cinema à poesia, cruzam-se disciplinas, práticas e públicos num palco transversal aberto à reflexão e ao debate.

Fica aqui o convite para a Festa de Abertura pelas 18h30 no Povo (Cais do Sodré), com DJ set de X-Acto e microfone aberto a quem quiser fortalecer a Palavra.

O progama completo e dossier de imprensa estão disponíveis em
 www.festivalsilencio.com 

Passem a Palavra!

+info e Entrevistas: communication@ctlisbon.com // 924455201



publicado por olhar para o mundo às 13:54 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Vodafone Paredes de Coura...

ROCK IN RIO, FESTIVAL MAI...

Belém Art Fest regressa c...

Ivete Sangalo, Boss AC e ...

Festivais de música vão a...

Linda Martini são a mais ...

Moonspell e Ramp abrem Fe...

Festival Para Gente Senta...

Hands On Approach e The G...

Mondim de Basto recebe fe...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds