Sábado, 24.05.14

Joana Amendoerira

 

JOANA AMENDOEIRA

  

 

Joana Amendoeira continua a apresentar Tour  “Amor Mais Perfeito”. Esta digressão já a levou a várias salas do país, bem como aos Estados Unidos, Brasil, Espanha, Itália, Lituânia, Hungria e Suécia.

 

No mês de Junho vai regressar à  Hungria e estreia-se na Roménia no International Theater Festival. A acompanhar estarão, como sempre, os músicos Pedro Amendoeira, na Guitarra Portuguesa, Rogério Ferreira, na Viola de Fado e Paulo Paz, no Contrabaixo.

 

Encontra-se a preparar até ao final do ano, a gravação do seu novo  disco, o nono álbum da sua carreira, com edição prevista para a Primavera de 2015.

 

 

AGENDA:

 

29 Maio | Feira de Maio | Páteo Valverde (Azambuja - Portugal)

 

31 Maio | 6º Encontros de Fado de Almada| Auditório Municipal Fernando  Lopes Graça (Almada - Portugal)

 

09 Junho | Kecskemét | Kéttemplom Koz (Hungria)

 

10 Junho | Budapeste| Faculty Council Hall, Faculty of Law | ELTE  (Hungria)

 

12 Junho |   International Theater Festival | Biserica Romano-Catolica (Sibiu - Roménia)

 

13 Junho International Theater Festival |  Cetatea Cisnadioara (Sibiu - Roménia)

 

14 Junho |  International Theater Festival |  Biserica Sf. Ioan (Ianga Casa Teutsch) (Sibiu - Roménia)

 

15 Junho |  International Theater Festival |  Biserica Ursulinelor (Sibiu - Roménia)

 

 20 Junho | Festas do Alto do Seixalinho | Parque da Cidade (Barreiro - Portugal)

 

 27 Junho | Feira Internacional de Artesanato do Estoril-Fiartil  (Estoril - Portugal)

 

www.joanaamendoeira.pt



publicado por olhar para o mundo às 21:48 | link do post | comentar

Terça-feira, 20.05.14

Deolinda


Deolinda

RECEBEM O GLOBO DE OURO DE MELHOR BANDA

Os Deolinda ganharam o Globo de Ouro na categoria de Melhor Grupo, ontem na XIX cerimónia dos Globos de Ouro da SIC. A banda, cujo mais recente álbum “Mundo Pequenino” foi editado em Março de 2013, viu assim distinguido o seu percurso ímpar na cena musical portuguesa.

Este é o terceiro Globo de Ouro dos Deolinda. O primeiro, na categoria Revelação do Ano, havia lhes sido entregue em 2009, ao lançarem o álbum de estreia, “Canção ao Lado” (2008). O segundo, também na categoria de Melhor Grupo do Ano, em 2011, com o disco “Dois Selos e um Carimbo” (2010).

Os Deolinda continuam a apresentar ao vivo o álbum “Mundo Pequenino”.

As próximas datas são:

30 Maio: Casa das Artes: Arcos de Valdevez, Portugal
31 Maio: Rock in Rio: Lisboa, Portugal
7 Junho: Praia, Cabo Verde
8 Junho: Mindelo, Cabo Verde
13 de Junho: Toronto, Canadá
19 de Junho: Aula Magna (evento de solidariedade): Lisboa, Portugal
23 de Junho: Feira da Vinha e do Vinho: Anadia, Portugal
11 de Julho: Genebra, Suíça
19 de Julho: Cerveira Acústica: Vila Nova de Cerveira, Portugal
15 de Agosto: Festival Sol da Caparica: Costa da Caparica, Portugal
16 de Agosto: Festa em Honra da Nossa Senhora do Castelo: Coruche, Portugal
1 de Setembro: Lixa, Portugal
7 de Setembro: Cuba, Portugal
13 de Setembro: Monte Redondo, Portugal
14 de Outubro: Festival Cervantino: Guanajuato, México



publicado por olhar para o mundo às 20:55 | link do post | comentar

Domingo, 18.05.14

Concertos de entrada livre no Casino Estoril arrancam com Rui Veloso

Ana Moura, Rui Veloso e Pedro Abrunhosa são alguns dos nomes que constituem o cartaz do ciclo “Grandes Concertos do Casino Estoril”, que se inicia no dia 24 de julho no Lounge D, daquele espaço. Até 11 de setembro realizar-se-ão oito espetáculos, sempre às quintas–feiras pelas 22:30, com entrada gratuita.

 

“Num ambiente festivo, alguns dos melhores intérpretes nacionais apresentam composições inéditas e revivem grandes êxitos”, afirma o Casino Estoril em comunicado enviado à Lusa. “Uma programação musical eclética” que tem como alvo “um público heterogéneo”, acrescenta o Casino.

 

Rui Veloso abre o ciclo no dia 24 de julho, acompanhado pelos músicos Alexandre Manaia e Berg, apresentando um alinhamento que inclui, entre outras, as canções “Porto Covo”, “Porto Sentido”, “Não Há Estrelas no Céu”, “O Prometido é Devido” e “Lado Lunar”, segundo a mesma fonte.

 

Os Clã tocam no dia 31 de julho para apresentar o mais redente álbum, “Corrente”, que marca o regresso da banda aos temas originais, alguns em colaboração com nomes como Carlos Tê, Sérgio Godinho, Arnaldo Antunes, Regina Guimarães, John Ulhoa, Nuno Prata e Samuel Úria.

 

Figura já habitual deste ciclo é Pedro Abrunhosa, que sobe ao palco no dia 7 de agosto, com o Comité Caviar, para apresentar o álbum “Contramão”. Este álbum valeu a Abrunhosa o Prémio Pedro Osório, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores “tendo em conta a qualidade da obra e também o percurso de Pedro Abrunhosa, como criador e intérprete", segundo afirmou na ocasião, em fevereiro passado, a cooperativa de autores em comunicado.

 

A digressão de Miguel Gameiro & Pólo Norte, celebrativa dos 20 anos de carreira, passa pelo palco do Lounge D no dia 14 de agosto. “Miguel Gameiro irá reviver alguns dos mais marcantes temas nacionais das duas últimas décadas”, adianta o Casino. O disco de estreia dos Pólo Norte, “Expedição”, foi editado em 1994, e foi o início da carreira de Miguel Gameiro, que, entre outros, irá interpretar temas como "Aprender a Ser Feliz", "Grito" e "Dá-me um Abraço".

 

No dia 21 de agosto ouve-se fado com Ana Moura, que apresenta o mais recente álbum “Desfado”, o quinto álbum de originais da fadista, que inclui temas como “O espelho de Alice”, de Nuno Miguel Guedes, na música do Fado Santa Luzia, de Armando Machado, "Com a cabeça nas nuvens”, de Mário Raínho, e “Como nunca mais”, Tozé Brito. “Desfado” foi considerado pelo Sunday Times, do Reino Unido, o melhor álbum de 2013 na área da "world music". O jornal afirmou que a voz de Ana Moura é "intoxicante". Com Ana Moura, distinguida com o Prémio Amália Rodrigues Melhor Fadista em 2008, sobem ao palco os músicos Ângelo Freire (guitarra portuguesa), Pedro Soares (viola de fado), André Moreira (baixo e contrabaixo), João Gomes (teclados) e Mário Costa (bateria e percussões).

 

Paulo Gonzo, outro nome habitual neste ciclo de concertos, fecha o mês de agosto com um espetáculo no dia 28.

 

Tiago Bettencourt sobe ao palco do Lounge D do Casino no dia de 4 de setembro, servindo de mote ao alinhamento do concerto do recente álbum, “Acústico”, que inclui canções como “Carta”, “Laços”, “Canção Simples”, “Só Mais Uma Volta”, entre outras.

 

Richie Campbell encerra no dia 11 de setembro o ciclo “Grandes Concertos do Casino”. Em dezembro, Campbell editou um novo disco, intitulado “Focused”, do qual interpretará no palco do Estoril, entre outros, “That’s How We Roll” e “Love Is An Addiction”. O álbum de originais revela influências da soul e dancehall até ao hip-hop, com o reggae a predominar.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 19:46 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.05.14

Wendy Nazaré

 

WENDY NAZARÉ

 

DIA 16 DE MAIO | AUDITÓRIO DA RENASCENÇA | 19:00H

 

Lança em Maio o seu disco “À TIRE D’AILES” ,  este é o segundo trabalho da autora que vai ser apresentado ao vivo.

 

O disco foi dado a conhecer ao público Português através do single "Lisboa". Esta canção tem a sua letra toda ela dedicada a Lisboa e a Portugal, o seu videoclip foi filmado no Verão de 2012 entre nós e tem conhecido enorme reconhecimento e sucesso. Este tema retirado do disco agora editado “À Tire D’Ailes”, tem a particularidade de Wendy Nazaré fazer um dueto com o cantor francês Pep’s.

 

Com dois álbuns editados na Bélgica – “Pas de Pareil”, em 2009, e o “À Tire d’Ailes”, em 2012 – Wendy Nazaré é já um nome bem conhecido na Bélgica, França, Luxemburgo e Canadá pois logo ao primeiro disco alcançou grande sucesso com a balada “Mon Pays” e com o mais frenético “Y’A une Bombe”

 

Tendo gostos musicais bem diversos, Wendy Nazaré mostra-nos que se pode ser uma cantautora pop com uma perna na música folk e outra na tradição da canção francófona, misturando tudo de uma forma bem especial. Tão especial como o provam aliás as suas canções mais recentes, como o seu mais recente single "Galway".

 

Wendy Nazaré já chegou ao coração dos portugueses como chegou ao coração dos belgas, franceses, luxemburgueses, canadianos, italianos e israelitas. Temos em Wendy Nazaré uma artista que representa de forma perfeita o espírito português de sempre, o de dar novos mundos ao mundo.

 

 

DATAS DE APRESENTAÇÃO DO DISCO:

 

 

 

16 Maio | AUDITÓRIO DA RENASCENÇA | 19:00H

16 Maio | FNAC COLOMBO | 22:00H

17 Maio | FNAC CHIADO | 17:00H

18 Maio | FNAC ALMADA | 17:00H



publicado por olhar para o mundo às 12:16 | link do post | comentar

Quinta-feira, 01.05.14

Silence 4 e Xutos & Pontapés são destaques na Feira de Maio em Leiria

"A feira tem vindo a ganhar o respeito das pessoas que nos visitam. É o evento mais importante do concelho e que mais gente traz à cidade. Será a maior feira de sempre", prometeu o vereador da Câmara de Leiria com o pelouro das feiras, Vítor Marques.

 

Em 2014, o recinto instalado até dia 25 na zona desportiva ocupará 50 mil metros quadrados e receberá o maior número de expositores de sempre: 230. Em funcionamento estarão, entre outros, 27 estruturas de recriação, 52 stands de doces e farturas, 27 associações do concelho, 25 expositores de automóveis e máquinas e 24 empresas, que serão instaladas no topo Norte do Estádio de Leiria.

 

"Há a preocupação de usar o estádio e rentabilizá-lo o mais possível", explica Vítor Marques. Será no estádio que vão decorrer os concertos, grande aposta da autarquia para atrair ainda mais visitantes à Feira de Maio.

 

Com a Feira de Maio, Leiria ganha uma espécie de minifestival, com concertos de novas bandas de Leiria no dia 21, Silence 4 no dia 22, hip hop e djs no dia 23 e Xutos & Pontapés no dia 24 Para Vítor Marques, "o programa de concertos é diversificado e acima da média" e pode ser "o primeiro passo para se iniciar em Leiria um projeto para um festival de música no futuro".

 

O programa integra ainda mostras temáticas de artesanato, doçaria, vinhos, praça de gastronomia e uma área dedicada à saúde. Segundo o vereador da Câmara de Leiria, a Feira de Maio tem um orçamento que ronda os 200 mil euros, semelhante às edições anteriores.

 

retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 23:20 | link do post | comentar

Rita Redshoes

 

CONCERTOS DE APRESENTAÇÃO
DE "LIFE IS A SECOND OF LOVE"


Dia 15 de Maio: Lux, Lisboa
Dia 16 de Maio: Hard Club, Porto


Rita Redshoes prepara-se para editar o seu 3.º álbum de originais. "Life is a Second of Love" chega às lojas no próximo dia 12 de Maio e nessa mesma semana é apresentado ao vivo: dia 15 no Lux em Lisboa, dia 16 no Hard Club no Porto.

O acesso aos concertos é feito exclusivamente através da compra do disco na Fnac, até 11 de maio na Fnac.pt , a partir do lançamento nas lojas e/ou nas próprias salas de espetáculo nos dias nos dias dos concertos

O sucessor de "Golden Era"(2008) e de "Light & Darks" (2010) é constituído por 12 (doze) canções e marca o regresso da cantora dos sapatos vermelhos aos discos. O primeiro tema a ser conhecido, "Broken Bond" , pode ser ouvido nas rádios nacionais e é revelador das novas sonoridades de "Life Is A Second Of Love". Um disco gravado no final de 2013 entre Portugal e o Brasil e que teve produção a cargo de Gui Amabis, músico, compositor e produtor oriundo de São Paulo.

Para Rita Redshoes, "Life Is A Second Of Love", representa o ponto de maior maturidade artística da sua carreira - "é disco mais pessoal e mais real dos que fiz, um disco em que me exponho de uma forma mais directa e aberta. Creio que nunca tinha tido a coragem de escrever assim e ao mesmo tempo encontrar as melodias certas para o que estou a dizer" .

Para estes concertos de apresentação Rita Redshoes far-se-á rodear pela sua banda constituída por Rui Freire (bateria) e Paulo Borges (teclados), colaboradores de longa data do projecto, e pelos membros mais recentes Tiago Maia (baixo) e Pedro Vidal (guitarras).



publicado por olhar para o mundo às 12:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.04.14

Dazkarieh

 

O novo disco dos Dazkarieh já se encontra em fase de pré-produção. Será gravado no início do verão e editado em Outubro. Para o financiar, a banda começou uma campanha de crowdfunding. Para apoiar e saber mais:http://ppl.com.pt/pt/prj/dazkarieh

 

No próximo dia 2, a banda vai participar no concerto dos Ai! no espectáculo "A Senhora é Nossa" no Centro Cultural Raiano em Idanha-a-Nova às 21.30h.

 

Tour 2014:

02/05/2014 - A Senhora é Nossa (Ai!) - Idanha-a-Nova - Portugal

01/08/2014 - Flaviaefest - Chaves - Portugal

14/11/2014 - Nato - Leipzig - Germany

15/11/2014 - Ueckermünde - Germany

21/11/2014 - Villa Leon - Nürnberg - Germany

dazkarieh.com

facebook.com/dazkarieh



publicado por olhar para o mundo às 21:54 | link do post | comentar

Sábado, 26.04.14

O incrível homem bomba sai à rua

 

 

 

O Incrível Homem Bomba vai andar apresentar o primeiro trabalho de originais, o EP "...Porque o Mundo não é quadrado"!
Ficam aqui as primeiras datas:
30 Abril | Paredes @ Canecas Fest (22:00);
18 Maio | Gaia @ Fnac GaiaShp (17:00);
23 Maio | Matosinhos @ Fnac MarShp (22:00);
15 Junho | Matosinhos @ Fnac Norteshp (17:00);
22 Junho | Porto @ Fnac Santa Catarina Shp (17:00).

 



publicado por olhar para o mundo às 21:30 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.03.14

Dazkarieh

 

Os Dazkarieh estão de volta com uma nova formação. O grupo, agora em trio, está mais coeso que nunca e apresenta-se ao vivo com um novo espectáculo. A estreia é feita no palco da rádio no programa Viva á Música de Armando Carvalheda no dia 27 de Março às 15h na Antena 1. Para além da rádio pode ser ouvido em streaming aqui.

 

No dia 28 a banda actua no Teatro D.Luís Filipe em Lisboa noFest'i'Ball.

 

Os Dazkarieh também começaram um campanha de crowdfunding para financiar o seu 7º disco. Toda a informação disponível aqui, onde também se encontram listadas todas as recompensas de acordo com o patamar de financiamento. Fica também aqui o video de apresentação desta campanha.

Está também disponivel um video da banda em ensaio a tocar o tema "Meninas vamos à murta" numa nova versão.

 

Tour 2014:

27/03/2014 - 15h - Programa Viva a Música - Antena 1 - Lisboa - Portugal

28/03/2014 - Fest’i’Ball -Teatro D. Luís Filipe - Lisboa - Portugal

05/04/2014 - T.B.A.

01/08/2014 - Flaviaefest - Chaves - Portugal

14/11/2014 - Nato - Leipzig - Germany

15/11/2014 - Ueckermünde - Germany

21/11/2014 - Villa Leon - Nürnberg - Germany



publicado por olhar para o mundo às 21:55 | link do post | comentar

Noidz

 

Noidz Dyno Tablet

Os Noidz juntam-se à Dyno para criar um tablet exclusivo da banda, numa edição especial para o continente europeu.
Esta edição especial contém uma aplicação exclusiva Noidz com uma música inédita "Chapéu Preto".
O lançamento deste tablet será marcado por 2 espetáculos nos dias 3 de Maio  no Armazém F/Lisboa (antigo TMN ao Vivo)  e 17 de Maio no Hard Club/Porto.
Aparece!
Concertos Dyno | Noidz
3 de Maio - Armazém F - Lisboa
17 de Maio - Hard Club - Porto
Warmup Dj Nuno Calado


publicado por olhar para o mundo às 12:55 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.03.14

Zé Perdigão

 

 

Viernes 21 de marzo, 20 hs

Lugar: Usina del Arte
Agustín Caffarena 1,
esquina Av. Pedro de Mendoza.
La Boca. Buenos Aires, Argentina.

Entrada libre y gratuita
Nacho Cabello: Director Musical
Victor Lopes: Productor General

Con el apoyo de
Fado Argentino
Red Cultural PortugalArgentina



publicado por olhar para o mundo às 19:15 | link do post | comentar

Quarta-feira, 19.03.14

Festival Terras sem Sombra passa por Almodôvar, Grândola ou Sines com concertos de entrada livre

A 10.ª edição do Festival Terras sem Sombra começa no dia 29 deste mês, em Almodôvar, e apresenta um programa dedicado à polifonia dos séculos XI a XX, foi hoje divulgado.

 

O programa do Festival intitula-se "Metáforas do Infinito – A Espiritualidade nas Polifonias dos Séculos XI-XX" e é dedicado a Frei Manuel do Cenáculo, o primeiro bispo de Beja, que morreu há 200 anos. Esta 10.ª edição celebra também o 30.º aniversário do Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja.

 

O Festival, sob a direção artística de Paolo Pinamonti, prolonga-se até 5 de julho, e é constituído por sete concertos com entrada gratuita, que acontecem em Almodôvar, Grândola, Santiago do Cacém, Beja, Castro Verde, Sines e Moura, realizando-se, paralelamente, palestras, visitas guiadas e iniciativas em defesa da conservação da biodiversidade.

 

A coordenação do Festival é assumida por Sara Fonseca, cargo até aqui ocupado por José António Falcão, atual presidente do Conselho de Administração do Organismo de Produção Artística (OPART).

 

No comunicado enviado à Lusa, assinala-se o regresso de Beja “ao circuito do festival”, com dois eventos, assim como da vila de Moura, “terra de pergaminhos musicais”, referindo-se que o “alargamento a outros concelhos está sobre a mesa, já que existem insistentes pedidos nesse sentido”. O regresso de Moura concretiza, aliás, “um velho intuito local”.

 

A programação, a cargo de Paolo Pinamonti, inclui o agrupamento vocal inglês The Hilliard Ensemble, “que escolheu o Terras sem Sombra para se despedir de 40 anos de carreira nos palcos de todo o mundo”, a companhia teatral espanhola Nao d’amores e o ensemble italiano I Turchini, assim como os grupos nacionais Capella Duriensis, Sond’Ar-te Electric Ensemble, a Orquestra Gulbenkian e o Coro do Teatro Nacional de São Carlos.

 

A igreja de Santo Ildefonso, em Almodôvar, abre o Festival, com “Ein Deutsches Requiem” (“Um Requiem Alemão”), composto por Johannes Brahms, e que será interpretado pelo Coro do Teatro Nacional de S. Carlos, sendo solistas a soprano Raquel Alão e o barítono Luís Rodrigues, com acompanhamento pelos pianistas João Paulo Santos e Kodo Yamagoshi, sob a direção do maestro Giovanni Andreoli.

 

No dia seguinte, é proposto um percurso ao longo da ribeira do Vascão, afluente do rio Guadiana que “oferece um verdadeiro laboratório vivo”, uma caminhada que celebra a recente classificação deste curso de água como Zona Húmida de Importância Internacional (Convenção de Ramsar), na qual se observarão libélulas e libelinhas, “grupo que contribuiu para a integração da ribeira na Rede Natura 2000”.

 

A “Liturgia da Esperança: Misterio de lo Cristo de los gascones” que é apresentado no dia 12 de abril na igreja de N.S. da assunção, em Grêndola, pela Nao d’amores, com dramaturgia e encenação de Ana Zamora, é apontado pela organização como “um dos pontos altos do festival”.

 

O agrupamento The Hilliard Ensemble atua no dia 26 de abril, na igreja de Santiago Maior, em Santiago de Sines e, no dia 10 de maio, em Beja, na igreja de N.S. da Feira, a Capella Duriensis, sob a direção de Jonathan Ayerst, apresenta “O Sagrado e o Profano: Aliterações húngaro-portuguesas”.

 

O Festival volta a Beja no dia 31 de maio à tarde, quando o violetista, compositor e musicólogo Alexandre Delgado apresenta, na igreja de N.S. dos Prazeres, a conferência “A violeta: Perenidade de um instrumento injustiçado”.

 

I Turchini atuam no dia 17 de maio, na basílica real de N.S. da Conceição, em Castro Verde, onde apresentam “Theatrum Sacrum: Obras-primas do barroco napolitano”.

 

Sines, onde acontecerá este ano a entrega do Prémio Internacional do Festival, no dia 5 de julho, realiza-se, cerca de um mês antes, no dia 07 de junho, na igreja do Santíssimo Salvador, um concerto com o Sond’Ar-te Electric Ensemble e o Coro Terras Sem Sombra, sob a direção de Jonathan Brown.

 

Finalmente, no dia 28 de junho, na igreja de S. João Batista, a Orquestra Gulbenkian interpreta obras de Mozart e de Morton Feldman.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:17 | link do post | comentar

estival HARMOS Classical com dezenas de concertos gratuitos em 11 cidades

A edição de 2014 do festival de música de câmara HARMOS Classical inclui 30 concertos, distribuídos por 11 cidades do norte de Portugal, e pretende estabelecer o "sentido de rede e de cooperação" entre instituições nacionais e internacionais.

 

Apresentada hoje aquela que vai ser a oitava edição do certame, o HARMOS levará às cidades de Barcelos, Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Lousada, Mondim de Basto, Porto, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão e Vizela músicos das escolas "mais conceituadas" da Europa. O festival trará a Portugal "o melhor que se faz em todo o mundo", sublinharam os organizadores.

 

Segundo o diretor do certame, Bruno Pereira, o HARMOS "nasceu de um sonho" e continua a "crescer com sustentabilidade" com o objetivo de "responder a necessidades de municípios e músicos".

 

Em 2014, o "quartel-general" dos músicos que vão atuar no HARMOS vai ser Guimarães. Prova-se assim que a "aposta persistente" da cidade na cultura, "através da criação de infraestruturas e produção de conteúdos", teve "toda a razão de ser", defendeu o vereador da Cultura vimaranense, José Bastos.

 

Organizado pela Comunidade Intermunicipal do Ave (CIM-AVE), em parceria com "inúmeras entidades", o HARMOS quer "estabelecer o sentido de rede e de cooperação entre instituições, desde municípios a escolas de música", apontou Bruno Pereira.

 

Assim, nos cinco dias em que decorre o festival haverá 30 concertos com músicos de escolas portuguesas e de escolas da Holanda, Bélgica, Alemanha, Lituânia, Noruega e Reino Unido.

 

"O HARMOS afirma-se assim como um dos mais relevantes projetos artísticos e culturais da Europa", considerou o secretário-geral da CIM do Ave, Gabriel Pontes.

 

Os concertos do festival são gratuitos, com exceção para os espetáculos na Casa da Música.

 

O programa do HARMOS Classical está disponível para consulta em www.harmos.eu.

 

retirado Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 10:14 | link do post | comentar

Quinta-feira, 13.03.14

https://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/B910237ef/16690856_y3gIt.png

 

Tour Nacional de lançamento do CD “Canções de Umor”


Reportório Osório ao vivo. Concerto especial de lançamento em Lisboa!

sex 14 Março, 22h00 – Teatro Dom Luiz Filipe, LISBOA
sáb 15 Março, 23h00 – Galeria do Desassossego, BEJA



Reportório Osório, a mais recente criação d’Orfeu, lança o seu CD de estreia, apresentando-o na Tour Nacional que leva as “Canções do Umor” a todo o país. Este fim-de-semana, o espectáculo ruma a sul, com com concertos em Lisboa (sexta, no Teatro Dom Luiz Filipe, com o apoio da Tradballs) e Beja (sábado, Galeria do Desassossego).


Sob o selo d'Eurídice, o lançamento oficial do disco de Reportório Osório será feito durante o concerto em Lisboa. Esta aposta do braço editorial da d'Orfeu, com produção, gravação, mistura e masterização de Rui Oliveira e ilustrações, direcção editorial e grafismo de Léa López, projecta o novo projecto criativo de Luís Fernandes, que se estreia como letrista. O projecto começou a apresentar-se ao vivo em meados do último ano, tendo obtido o 1º Prémio do Festival INATEL 2013 e realizado cerca de uma dezena de apresentações, acolhendo as primeiras excelentes críticas e fazendo seguidores pelo país.
 
O dueto de Luís Fernandes (voz e interpretação) e Sónia Sobral (acordeão) conta ainda com uma agenda de apresentações intensa e geograficamente diversificada: Teatro Dom Luiz Filipe, em Lisboa (14 Março); Galeria do Desassossego, em Beja (15 Março); Atrás de Serra, na Guarda (29 Março); Centro de Animação Cultural de Mortágua (2 Abril); Sociedade Harmonia Eborense, em Évora (5 Abril); Cine-Teatro de Estarreja (11 Abril); Cine-Teatro João Ribeiro, em Vouzela (12 Abril); Sétima Arte, em Castro Verde (25 Abril); Taifa, em Setúbal (26 Abril); Quartel das Artes, em Oliveira do Bairro (30 Abril); Festival "Palco para Dois ou Menos", em Carregal do Sal (2 Maio); Club de Vila Real (3 Maio) e Cine-Teatro São Pedro, em Águeda (9 Maio).

Reportório Osório transforma, de forma irónica, o quotidiano das relações afectivas em canções. As personagens masculinas de Reportório Osório ganham vida própria em cada um dos temas, com autoria partilhada de Luís Cardoso (músicas) e Luís Miguel Fernandes (letras). O disco conta ainda com a participação especial da Orquestra Filarmónica 12 de Abril, sob a direcção de Luís Cardoso. O disco pode ser comprado nos concertos da digressão ou através do email lojinha@dorfeu.pt, estando também disponível na d’Orfeu e em pontos de venda de entidades parceiras.

 


                            http://www.dorfeu.pt/reportorioosorio
                           http://facebook.com/reportorioosorio



publicado por olhar para o mundo às 21:06 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.03.14

Silence 4 juntam-se para «reviver bons tempos», mas descartam projeto futuro

Um concerto "explosivo a nível emocional" no Instituto Português de Oncologia, em fevereiro, marcou o regresso dos Silence 4 ao fim de 14 anos de silêncio, mas a banda descarta qualquer hipótese de continuar o projeto.

Os Silence 4, que fizeram sucesso nos anos 1990, decidiram reunir-se para uma curta série de concertos, a pedido da cantora do grupo, Sofia Lisboa, depois de ter sobrevivido a uma leucemia.

A banda esteve mais de uma década sem tocar ao vivo, depois das últimas atuações em 2000, e a reunião deu-se no final de fevereiro no Instituto Português de Oncologia. Foi um pequeno concerto "explosivo a nível emocional", disse Sofia Lisboa em entrevista à agência Lusa. Seguem-se agora concertos em Ponta Delgada (no dia 15), Funchal (no dia 22 ), Guimarães (dia 29) e Lisboa (a 5 de abril).

São concertos para recordar o repertório de uma banda "transversal", "que achava que ia ser sempre pequenina, indie" e que acabou por vender mais de 300 mil exemplares dos únicos dois álbuns gravados. "Hoje nunca aconteceria", afirmou David Fonseca à Lusa.

Sofia Lisboa, David Fonseca, Rui Costa e Tozé Pedrosa andam a ensaiar há dois meses as canções que muitos fãs ainda saberão de memória: "Borrow", "My friends", "To give" e "Angel's Song". "São canções muito pessoais, muito agarradas a nós e ao que vivíamos na altura. Ainda hoje elas têm essa força e é incrível tocá-las outra vez daquela maneira. Estamos a tocá-las exatamente como elas eram, como as fizemos", adiantou David Fonseca.

 



O músico, que seguiu uma carreira a solo depois dos Silence 4, diz agora que o mais difícil nos ensaios com os outros três músicos é "não perder o tempo todo na galhofa". "O problema é que foram muitos anos em que não estivemos juntos como banda. E agora obviamente vêm muitas histórias, as histórias da vida de cada um e de coisas que se passaram na altura", disse.

A banda recua, assim, a dezembro de 2000, altura em que deu dois dois concertos nos coliseus de Lisboa e do Porto, considerados de despedida e que foram depois editados em CD e DVD.

Porque é que os Silence 4 acabaram? "Estávamos fartos daquilo tudo. Cansaço e saturação", responderam David Fonseca e Sofia Lisboa ao mesmo tempo. Ambos recordam que a banda, que começou por gravar uma maqueta - numa cassete amarela - no castelo de Leiria, viveu praticamente todo o tempo junta entre 1998 e 2001.

"A palavra de ordem dentro da banda era: Quando é que vamos todos de férias, uns dos outros especialmente? Quando é que saímos todos antes que isto exploda?", afirma David Fonseca. "Fomos de férias e nao voltámos mais. Basicamente foi isso. O entusiasmo e o prazer já não era o mesmo. Chegámos ao máximo e decidimos ir embora", disseram.

O regresso agora aos palcos faz-se acompanhar de uma "caixinha de memórias", com a reedição de toda a discografia dos Silence 4, incluindo algumas raridades: As oito canções da tal maqueta registada em 200 casssetes amarelas e uma versão de "Letter to Memphis", dos Pixies.

David Fonseca e Sofia Lisboa chamaram a este regresso uma "reunião de turma" para "celebrar uma coisa". "As nossas vidas são [hoje] muito diferentes. Não fazia sentido nenhum recuperar os Silence 4 novamente" para lá destes concertos, disse o cantor.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:50 | link do post | comentar

Sábado, 01.03.14

The Legendary Tigerman divulga datas e locais da nova digressão

Já são conhecidas as datas e os locais que vão receber os concertos de apresentação do novo álbum de Legendary Tigerman, “True”.

 

A digressão arranca fora de portas, a 13 de março, com um concerto em Marselha, mantendo-se pelos palcos europeus até dia 21, data em que Paulo Furtado sobe ao palco do Boston Arms, em Londres.

 

Por cá, “True” será apresentado no Lux, em Lisboa, a 27 de março, e no Hard Club, no Porto, a 3 de abril.

 

Cartaxo (Centro Cultural, 28 de março), Guimarães (CAE São Mamede, 29 de março), Estarreja (Cine-Teatro, 4 de abril), Tondela (Acert, 5 de abril), Coimbra (TAGV, 9 de abril), Portalegre (CAR, 10 de abril), Setúbal (Fórum Municipal, 11 de abril) e Alcobaça (Cine-Teatro, 12 de abril) também vão receber os espetáculos do artista, cuja entrada, limitada à lotação de cada sala, far-se-á através da compra de um CD-Bilhete, à venda a partir de 17 de março e com pré-venda exclusiva em Fnac.pt.

 

“True” tem lançamento agendado para 10 de março, em França, Itália e Bélgica; e para dia 17 em Portugal e restantes países europeus. O CD, composto por 13 faixas, é acompanhado por um DVD de 45 minutos, que contém uma curta-metragem e um documentário.

 

Confira as datas de apresentação de “True” em território nacional:

 

27 de março – Lisboa- Lux Frágil
28 de março – Cartaxo – Centro Cultural Cartaxo
29 de março – Guimarães – CAE São Mamede
3 de abril – Porto- Hard Club
4 de abril – Estarreja – Cine-teatro Estarreja
5 de abril – Tondela – ACERT
9 de abril – Coimbra – TAGV
10 de abril – Portalegre – CAE Portalegre
11 de abril – Setúbal – Fórum Municipal Luisa Todi
12 de abril – Alcobaça – Cine- Teatro Alcobaça

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:11 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.02.14

Reportório Osorio

 

Reportório Osório, a mais recente criação d’Orfeu, vai lançar o seu CD de estreia, apresentando-o na Tour Nacional que leva as “Canções do Umor” a todo o país. O próximo concerto é no Centro das Artes do Espectáculo de Sever do Vouga a 8 de Março, seguindo-se depois Lisboa e Beja no fim-de-semana seguinte. A digressão inclui 15 datas de norte a sul do país e fechará com um concerto especial em Águeda, a 9 de Maio.

Sob o selo d'Eurídice, o lançamento do disco de Reportório Osório está previsto para 10 de Março. Esta aposta do braço editorial da d'Orfeu, com produção, gravação, mistura e masterização de Rui Oliveira e ilustrações, direcção editorial e grafismo de Léa López, projecta o novo projecto criativo de Luís Fernandes, que se estreia como letrista. O projecto começou a apresentar-se ao vivo em meados do último ano, tendo obtido o 1º Prémio do Festival INATEL 2013 e realizado cerca de uma dezena de apresentações, acolhendo as primeiras excelentes críticas e fazendo seguidores pelo país.

Após a apresentação aclamada pelo público no Teatro Viriato, em Viseu, no passado 12 de Fevereiro, "Reportório Osório" prossegue a sua tour nacional já no próximo sábado, dia 8 de Março, às 22 horas, no Centro das Artes do Espectáculo em Sever do Vouga. De seguida, o dueto de Luís Fernandes (voz e interpretação) e Sónia Sobral (acordeão) conta com uma agenda de apresentações intensa e geograficamente diversificada: Teatro Dom Luiz Filipe, em Lisboa (14 Março); Galeria do Desassossego, em Beja (15 Março); Atrás de Serra, na Guarda (29 Março); Centro de Animação Cultural de Mortágua (2 Abril); Sociedade Harmonia Eborense, em Évora (5 Abril); Cine-Teatro de Estarreja (11 Abril); Cine-Teatro João Ribeiro, em Vouzela (12 Abril); Sétima Arte, em Castro Verde (25 Abril); Taifa, em Setúbal (26 Abril); Quartel das Artes, em Oliveira do Bairro (30 Abril); Festival "Palco para Dois ou Menos", em Carregal do Sal (2 Maio); Club de Vila Real (3 Maio) e Cine-Teatro São Pedro, em Águeda (9 Maio).

Reportório Osório transforma, de forma irónica, o quotidiano das relações afectivas em canções. As personagens masculinas de Reportório Osório ganham vida própria em cada um dos temas, com autoria partilhada de Luís Cardoso (músicas) e Luís Miguel Fernandes (letras). O disco conta ainda com a participação especial da Orquestra Filarmónica 12 de Abril, sob a direcção de Luís Cardoso. O disco pode ser comprado nos concertos da digressão ou através do email lojinha@dorfeu.pt, estando também disponível na d’Orfeu e em pontos de venda de entidades parceiras.

Tudo sobre Reportório Osório em http://www.dorfeu.pt/reportorioosorio e http://facebook.com/reportorioosorio.



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar

Belém Art Fest regressa com espetáculos em três museus e nos Jerónimos

A 3.ª edição do Belém Art Fest vai regressar a Lisboa nos dias 4 e 5 de abril com três museus e o Mosteiro dos Jerónimos como palco para Rita Redshoes, a Orquestra Metropolitana de Lisboa e a fadista Ana Sofia Varela.

 

A iniciativa, cuja terceira edição foi hoje divulgada, em Lisboa, é da responsabilidade da produtora Amazing Adventure (AA), em parceria com a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), o Museu Coleção Berardo, a Câmara Municipal de Lisboa e a Junta de Freguesia de Belém.

 

O objetivo, de acordo com a organização do festival, que tem como diretora artística Selma Uamusse, a voz do grupo Wraygunn, é "promover novos artistas e projetos inovadores em espaços privilegiados de Lisboa".

 

Durante duas noites, os visitantes poderão assistir a concertos, workshops, exibições de dança, cinema, atuações de Djs e visitar todos os espaços e respetivas exposições, mediante a capacidade das salas.

 

De acordo com Pedro Pais, da organização, a grande novidade deste ano em relação aos espaços dos espetáculos e outros eventos é a inclusão do claustro do Mosteiro dos Jerónimos.

 

A organização estima que aquele espaço do monumento quinhentista deverá receber cerca de 800 participantes nos concertos mais concorridos, como o de Rita Redshoes, que apresenta o seu último trabalho, e dos Gospel Collective e convidados. Com esta área, é aumentada a capacidade total do festival para acolher cerca de 5.000 visitantes.

 

Relativamente aos números de participantes nas edições anteriores, a organização indicou que ascenderam a 3.000, na edição de 2013, e 800, em setembro de 2012.

 

O Museu Nacional dos Coches irá acolher concertos de fado e música clássica, com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e Ana Sofia Varela.

 

No Museu Nacional de Arqueologia, os visitantes poderão visitar as exposições temporárias, participar em workshops de fotografia ou maquilhagem e assistir a concertos de Noiserv, Minta & the brook trout, Walter Benjamin e Cais do Sodré Funk Connection.

 

O Museu Coleção Berardo, aberto até às 04:00 da madrugada, vai ter atuações de Thomas Anahory, Da Chick e Carolina Deslandes, os Djs Ricardo Guerra, da Revolta do Vinyl e Dj Kamala.

 

Do cartaz do festival fazem ainda parte Andycode, Beatriz Pessoa, Sérgio Silva, Piano Batuque, Mila Dores, Wack e Projeto Melodium, e uma parceria estabelecida com a Jazzy Dance Studios, que traz ao festival, este ano, a vertente da dança.

 

Os bilhetes têm o preço de 12 euros para entrada em todos os espaços num dia, e de 16 euros para todos os espaços nos dois dias, e o horário do festival, no Museu Berardo, vai das 19:30 às 04:00, e, nos restantes espaços, das 19:30 à 01:00 da madrugada.

 

retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:44 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.02.14

A bungavilia

 

A Buganvília - João Afonso e Rogério Pires

http://www.facebook.com/abuganvilia
Um encontro entre dois Amigos - João Afonso e Rogério Pires -, que cruzam universos musicais partilhados numa empatia única.
A marca autoral de ambos e a comum valorização da palavra cantada tornam-se mais nítidas no formato intimista deste concerto: apenas vozes e guitarras.

A Buganvília é canção que traduz o estado de espírito para uma viagem musical e cultural de dois músicos de excepção. Um Carril de Arte que Rogério Pires com a sua forma delicada e sensível aborda a obra de João Afonso, cantando a língua portuguesa, transportando-nos por um ”coral de missangas” vividos e imaginados por ambos.

São viagens partilhadas de canções de “Missangas” a “Outra Vida” e sensações que só uma verdadeira sintonia, como a deste recital musical, nos consegue aportar. 

Sábado 22 Fevereiro | 21h30
Teatro Mascarenhas Gregório
7,5€ | 5,5€ se os ingressos forem comprados durante a tertúlia na Biblioteca no dia 21 Fevereiro, às 21h30.
 
Domingo 23 Fevereiro | 21h30
Espectáculo "Lembrar Zeca Afonso"
Cineteatro Municipal de Castro Verde 
entrada livre
Vídeo promo:


publicado por olhar para o mundo às 21:51 | link do post | comentar

Terça-feira, 18.02.14

Mafalda Arnauth e Pedro Moutinho participam na gala solidária da Fadoando

Mafalda Arnauth, Pedro Moutinho e Rodrigo Costa Félix são alguns dos fadistas que atuam na próxima sexta-feira no Cinema S. Jorge, em Lisboa, num espetáculo cujas receitas revertem integralmente para a associação “Ajuda de Berço”.

 

Esta primeira Gala da Fadoando-Associação Cultural de Intervenção Cívica e Apoio Social irá apoiar “o caso particular do Vitor Coelho, portador de doença rara”, disse à Lusa a fadista Ana Laíns, que também irá subir ao palco.

 

Presidente e uma das fundadoras da Fadoando, Ana Laíns explicou à Lusa que o objetivo desta associação “vai muito além da tradicional angariação de fundos”. “Pretendemos que Fadoando seja um ponto de encontro entre fadistas, músicos e todo o mercado envolvente na cultura de cariz português, não apenas do Fado, unidos num objetivo comum que é mudar mentalidades, humanizar os artistas junto do seu público, fazer palestras e tertúlias de esclarecimento, partilha de histórias de vida, angariação de dinheiro, géneros, etc.”.

 

“O movimento nasceu da conjugação de esforços entre mim, o Arnaldo Costeira e o Carlos Noivo, como forma de viabilizar uma ‘Noite de Fados’, para ajudar o Rodrigo de três anos, que, desde 2012, lutava contra uma leucemia mielóide aguda e cujo tratamento em Portugal já não seria possível”, disse Ana Laíns que lamentou não ter sido possível ajudar esta criança, “mas há que tornar possível ajudar outros Rodrigos”, enfatizou.

“Diariamente somos confrontados com uma miríade de apelos, gritos de súplica, por ajuda urgente”, disse a fadista acrescentando que, face a um “manancial de situações, cuja resposta eficiente só pode ser dada pela conjugação de esforços numa união solidária, um grupo de pessoas, das mais variadas áreas profissionais decidiu unir-se numa plataforma solidária”.

 

A intérprete salientou as dificuldades que “se enfrentam, em particular pela crise que atravessamos, e dada a resolução complicada, muitas vezes as vias institucionais não conseguem responder eficazmente, em tempo útil”. Ana Laíns explicou que, “anualmente, será organizada uma Gala Solidária Fadoando e, esporadicamente, serão realizados eventos solidários para os quais são convidados artistas de relevo e figuras conhecidas de todos nós”. “Pretende-se que cada evento seja promovido mediaticamente e estamos a trabalhar em parcerias mediáticas que apoiem a plataforma, e nos ajudem a massificar o seu reconhecimento”, disse.

 

Na gala da próxima sexta-feira participam Mafalda Arnauth, Pedro Moutinho, Maria Ana Bobone, Rodrigo Costa Félix, José Gonzalez e Ana Laíns, que serão acompanhados pelos músicos Sandro Costa, António Neto e Jorge Carreiro. A apresentação estará a cargo de Tânia Ribas de Oliveira e de José Carlos Malato. “Um ponto de honra que nos une a todos é que cada evento será objeto de uma prestação de contas rigorosa, e divulgada na plataforma digital, de modo a que todos os interessados saibam exatamente quanto dinheiro foi angariado, como e onde foi aplicado”, sublinhou Ana Laíns à Lusa.

 

Retirada do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:08 | link do post | comentar

Domingo, 09.02.14
António Zambujo encerra digressão nos EUA com concerto no Carnegie Hall

O músico português António Zambujo encerra no sábado a maior digressão da sua carreira nos Estados Unidos e Canadá com um concerto no Carnegie Hall, uma das salas mais emblemáticas de Nova Iorque.

 

"Obviamente que é um privilegio, é uma das salas mais referidas a nível mundial, uma das mais conhecidas. É uma emoção pensar na história do local, nas pessoas que por lá passaram, mas é uma emoção moderada", disse o músico à agência Lusa.

 

Zambujo iniciou esta digressão no final de Janeiro com um concerto em Los Angeles, na Califórnia, e outros dois em Folsom e São Francisco. Seguiu depois para Phoenix, no Arizona, Kirkland, em Washington, Vancouver, no Canadá, Mineapolis, no estado com o mesmo nome, e na quinta-feira tinha actuação programada em Miami, na Flórida.

 

"Tem corrido muito bem, tem sido muito agradável. Estamos a repetir algumas cidades da última digressão e é bom ver que há pessoas que voltam, o que significa que fidelizámos público, e ainda trazem outras pessoas com elas", explicou António Zambujo.

 

Em palco, o fadista é acompanhado por Bernardo Couto na guitarra portuguesa, José Miguel Conde no clarinete, João Moreira no trompete, e Ricardo Cruz no contrabaixo.

 

Zambujo diz que o concerto que tem apresentado "tem a sua base no último disco, mas não é fechado, e passa por músicas de outros álbuns."

"Quinto", o seu último álbum, foi álbum de Platina em Portugal e considerado pela revista Bliz o melhor português do ano. Nos Estados Unidos, foi editado pela World Village.

 

Na altura do lançamento, Zambujo garantiu à Lusa que o triângulo musical formado pelo Alentejo, Brasil e o Fado "é para manter" e, neste sentido, este trabalho "é uma confirmação de caminhos trilhados", mas "em termos de influências haverá sempre adições e nunca subtracções".

 

António Zambujo disse à agência Lusa que começa a gravar o próximo álbum no verão e espera que este esteja pronto no final do ano.

 

"Para já, ainda temos muitos concertos. Mas todos estas viagens, todos estes concertos vão influenciar o novo trabalho. Um disco é sempre um registo de um determinado momento e este não vai ser diferente", explicou Zambujo.

 

Na última digressão do fadista nos Estados Unidos, em 2012, o jornal The New York Times publicou uma critica muito positiva do artista.

 

"Zambujo presta reverência à história do fado. O seu concerto incluiu canções ligadas aos cantores mais indeléveis do fado: Miss [Amália] Rodrigues e Alfredo Marceneiro. No entanto, ele vai levando o fado, discretamente, para territórios mais seus, ligando o fado tanto à música regional do sul de Portugal, onde cresceu, como à pop brasileira, que tem alguma da graciosidade do fado", escreveu o crítico Jon Pareles no jornal norte-americano.

 

Ainda em Fevereiro, o fadista actua no Luxemburgo (12) e quatro cidades francesas, Bischheim (13), Béthune (14), Rezé (15) e Saint Florent (16).

António Zambujo apresenta-se depois em conjunto com Ana Moura nos coliseus de Lisboa e Porto, nos dias 19 e 21 de Março

 

Retirado do Sol



publicado por olhar para o mundo às 21:35 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.02.14

Noites de música gratuita nos casinos de Lisboa e do Estoril

Com dois sets por noite, a música ao vivo destaca-se, de quarta-feira a domingo, como a  principal proposta no Arena Lounge do Casino Lisboa e no Lounge D do Casino Estoril. A entrada é livre.

Os Akunamatata reencontram-se, de 6 a 9 de fevereiro, com os visitantes do Casino Lisboa. A banda regressa ao Arena Lounge para interpretar clássicos do rock e do pop. A vocalista Irina Furtado será acompanhada por Nuno CC, na guitarra, Bruno Stélio, no baixo, e Alex Zuk, na bateria. Com um elenco de versões, os Akunamatata prestam homenagem a nomes como Joss Stone, Brandi Carlile, Pink, Xutos & Pontapés, Mettalica, AC/DC ou Rage Against the Machine. 

Os Motown Mojo asseguram a animação de 13 a 16 de fevereiro, inspirando-se, essencialmente, no funk e na soul. A vocalista Bárbara Wahnon será acompanhada por Mariana Rosa, na guitarra, Carlos Cardoso, no baixo, e Daniel Antunes, na bateria. O projectoconta com algumas influências Disco e é inspirado, sobretudo, pelo espírito motown.

De 20 a 23 de fevereiro, os Space Cake propõem uma viagem pelo universo da pop e do rock. A banda presta homenagem a estrelas como os Queen, The Police, Fairground Attraction ou James Brown. A vocalista Ana Paula Cardoso será acompanhada por João Loureiro, na guitarra, Miguel Gomes, no baixo, e Luis Fernandes, nos teclados. 

Por sua vez, os Boogie Nights recuperam, nos dias 27 e 28 de fevereiro, as sonoridades dos anos 1970, recriando alguns dos mais famosos hits de reconhecidos grupos, como os Bee Gees, Kool and the Gang, Village People, Boney M e Jackson 5. A banda presta um tributo à época do disco sound, onde até a indumentária e caracterização da banda são exuberantes.

Arena Lounge - Jukebox

No Arena Lounge, a Juke Box é, de quinta-feira a sábado, pouco depois da meia-noite, a grande aposta dos serões do Casino Lisboa. Fique a par do elenco de DJs dia-a-dia:

6 - Casalmaravilha
7 - Miguel Kellen
8 - Diogo Pires
13 - Ka§par
14 - Lad
15 - Yugo Dee
20 - Pan Sorbe
21 - Johnny Deep
22 - Luis Patraquim
27 - Señor Pelota
28 - Bruno Safara

Há mais música gratuita no Casino Estoril

A banda Satisfaction (na foto acima) reencontra-se, de 5 a 9 de fevereiro, com os visitantes do Casino Estoril. O vocalista Duarte Arribança sublinha: "Interpretamos vários êxitos da música pop, rock e soul que marcaram, essencialmente, as décadas de oitenta e noventa". Os Satisfaction recriam, assim, canções como "Roxane", de Sting, "Wonderful Tonight", de Eric Clapton, "Miss You", dos Rolling Stones, "Come Together2, dos Beatles, ou "Night and Day", de Frank Sinatra.

Pela primeira vez no Casino Estoril, os Dial F for Funk actuam, de 12 a 16 de fevereiro, no Lounge D. Famosa por animar festas, Dial F é um convite à dança, prazer e diversão ao som de temas funk, disco e rock. A vocalista Bárbara Lagido será acompanhada, em palco, pelo baixo de Alexandre Morais, a guitarra de Flávio Neves, o teclado de Zé Liaça e a bateria de Kae.

Noutra estreia, os Tertúlia Viola Trio protagonizam, de 19 a 23 de fevereiro, a animação musical no Lounge D. Trata-se de um projecto unplugged com voz de Eduardo Espinho, guitarra de Eduardo Espinho e Vitor Guerreiro e bateria de Ivo Martins.  A proposta é um clima intimista ao som de hits funk, soul e blues, desde a década de 1970 até aos dias de hoje.

Já os Heat sobem ao palco do Lounge D, de 26 de fevereiro a 2 de março. A vocalista Salomé Caldeira será acompanhada por João Vitorino, na guitarra, Reinaldo Simões, no baixo, João Colaço, na bateria e André Mendes, no teclado.

O primeiro set de cada noite arranca às 22 horas, o segundo tem início agendado para a meia-noite. 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa e do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 03.02.14

Carlos do Carmo

 

Carlos do Carmo

Apresenta ‘Fado é Amor’, em Abril,
nos Coliseus com os convidados do disco

 

Aldina Duarte, Camané, Carminho, Mafalda Arnauth, Marco Rodrigues, Mariza, Raquel Tavares e Ricardo Ribeiro estarão ao lado de Carlos do Carmo, como convidados especiais, dos concertos nos Coliseus de Lisboa e Porto, dias 5 e 12 de Abril respectivamente.

 

Em foco estará o reportório escolhido por Carlos do Carmo para o disco editado em Outubro do ano passado. ‘Fado É Amor’ foi lançado no âmbito das comemorações do 50.º aniversário de carreira do fadista e contou com a participação dos maiores fadistas da actualidade. Por tudo isto, este será um concerto irrepetível.

 

Os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais com lugares sentados a partir dos 20€. 



publicado por olhar para o mundo às 22:14 | link do post | comentar

Domingo, 02.02.14

Festival Sons de Vez regressa em fevereiro com Jorge Palma, Mundo Cão e Noiserv

Arranca a 8 de fevereiro, em Arcos de Valdevez, a 12ª edição do Festival Sons de Vez, com Jorge Palma, Mundo Cão, Noiserv e Melech Mechaya, entre outros, no cartaz.

 

A Casa das Artes de Arcos de Valdevez volta, em 2014, a ser o palco da mostra de música moderna portuguesa, que se prolongará até 29 de março, distribuída por oito sábados.

 

O certame arranca com um concerto de Jorge Palma e prossegue a 15 de fevereiro, com a música entregue aos bracarenses Ermo, com “Vem por aqui”, editado pela Optimus Discos, na bagagem. Na primeira parte do seu concerto, atuam os ATIC, projeto de tendências pop e eletrónica com sonoridades cénicas e ambientais.

 

A 22 de fevereiro atuam os Mundo Cão, banda de Pedro Laginha, que acaba de editar “O Jogo do Mundo”, logo seguidos, a 28 de fevereiro, pelos Keep Razors Sharp, coletivo que junta músicos dos Sean Riley & The Slowriders, The Poppers ou Riding Panico, entre outros.

 

A 8 de março, é Noiserv e o seu “Almost Visible Orchestra” que tomam conta do palco da Casa das Artes de Valdevez. Seguem-se, a 15 de março, os Fitacola e, a 22, os Melech Mechaya, apontados como a primeira e mais proeminente banda de música Klezmer em Portugal.

 

O Sons de Vez encerra a 29 de maço, com um concerto d’ O Bisonte.

 

A edição 2014 do certame incluirá, também, em duas datas e antes das performances musicais, a projeção dos documentários “Meio Metro de Pedra” e “Música em Pó”, do realizador Eduardo Morais. A mostra é acompanhada, igualmente, por uma exposição fotográfica, que retrata alguns dos momentos mais marcantes da edição trasata.

 

Todos os espetáculos têm início às 23h00 e os ingressos podem já ser adquiridos nas instalações da Casa das Artes, de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 18h00, ou no próprio dia dos eventos. Podem também ser feitas reservas pelo número 258 520 520, num limite máximo de quatro ingressos por pessoa. O preço dos bilhetes varia consoante o espetáculo.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:46 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.01.14

Dead Combo

 

«A BUNCH OF MENINOS»
É O REGRESSO DOS DEAD COMBO


Novo álbum vai ser editado a 10 de Março


 

A 21 de Março, a dupla ocupa o palco
do mítico Coliseu dos Recreios, em Lisboa

 

Depois de um 2013 inesquecível, marcado pelas comemorações de uma década de carreira, os Dead Combo estão de volta aos álbuns: «A Bunch of Meninos» vai ser editado, pela Universal Portugal, no dia 10 de Março. Para apresentar o novo registo, a dupla de Tó Trips e Pedro Gonçalves faz as malas e parte para uma digressão nacional, que arranca no dia 8 de Março, no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, e que se estenderá até ao próximo mês de Junho. Com passagem garantida pelos principais teatros portugueses, este périplo dos Dead Combo terá como momento especial o concerto de 21 de Março, onde, em formato intimista e para uma plateia com lotação limitada, a dupla irá, literalmente, ocupar o palco do Coliseu dos Recreios, uma das mais emblemáticas salas do país.

 

 

 

Composto por 13 novas canções, assinadas integralmente por Tó Trips e Pedro Gonçalves, «A Bunch of Meninos» foi gravado em Setembro de 2013, nos Atlantic Blue Studios. Produzido por Hélder Nelson e pelos Dead Combo, o álbum conta com as participações especiais de Alexandre Frazão (bateria e percussão) e António Sérginho (percussão).

 

«A Bunch of Meninos» é a narração de uma aventura de perseguição e sobrevivência, misto de dura realidade e estranho sonho, passado numa qualquer cidade sinuosa e cinzenta, como fica demonstrado no texto de Pedro Gonçalves que acompanha o disco:«Saíram pela porta das traseiras, no meio do espesso nevoeiro que se tinha colado à pele da cidade. A já ténue luz das ruas transformara-se em fantasmas que desapareciam. Eu fiquei sentada na poltrona cor de sangue, apontando o revólver àquela cambada de meninos. Eram seis, mal encarados, bem vestidos, mal cheirosos, lacaios como sempre. Enquanto eles os dois corriam pelas ruas em direcção ao infinito, eu mantinha-os à distância de uma bala. Depois entrou o de bigode, o mexicano do casaco de pele de coelho. Foi quando partiram os seis em busca deles. “Tus amigos…. Esos que se hacen llamar músicos, están muertos!” – disse. Ri-me. Levantei-me e saí. Dias mais tarde, encontrámo-nos num hotel distante e celebrámos termos escapado vivos daquele buraco em que se tinha transformado a cidade. “A Bunch of Meninos”, gritávamos, enquanto esvaziávamos mais uma garrafa. Quando acordei, com o sol a rasgar o branco das cortinas, estava só, mais uma vez…»

 

Estes são os primeiros espectáculos confirmados na digressão nacional dos Dead Combo:

 

8 Março - Centro Cultural Vila Flor (Guimarães)
14 Março - Fórum Municipal Luísa Todi (Setúbal)
15 Março - Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha
21 Março - Coliseu de Lisboa – Palco
22 Março - Teatro Aveirense (Aveiro)
29 Março - Escola de Artes e Ofícios (Ovar)
3 Abril - Oficina Municipal de Teatro (Coimbra)
5 Abril - Centro de Artes e Espectáculos de Portalegre
10 Maio - Teatro Faialense (Horta / Açores)
17 Maio - Auditório Municipal Augusto Cabrita (Barreiro)
22 Maio - Teatro Garcia de Resende (Évora)
23 Maio - Teatro Municipal de Faro
5 Junho - Teatro José Lúcio da Silva (Leiria)
7 Junho - Theatro Circo (Braga) 



publicado por olhar para o mundo às 19:34 | link do post | comentar

A Naifa

 

Álbum de versões, «As Canções d'A Naifa», dá origem ao novo espetáculo do grupo

 

O grupo A Naifa inicia a 8 de fevereiro, no Barreiro, uma nova digressão pelo país, que assinala dez anos de vida e um novo espetáculo, com o repertório do álbum «As Canções d'A Naifa».

Entre fevereiro e maio, Mitó Mendes, Luís Varatojo, Sandra Baptista e Samuel Palitos celebrarão na estrada uma década d'A Naifa, que incluirá repertório de eleição de outros artistas, espelhado no mais recente álbum.

«As Canções d'A Naifa» reúne nove músicas, do pop rock português ao fado, entre as quais «Libertação», gravada por Amália Rodrigues, «Inquietação», de José Mário Branco, «Sentidos Pêsames», dos GNR, «Tourada», de Ary dos Santos e Fernando Tordo, e «Bolero do Coronel Sensível que Fez Amor em Monsanto», com letra de António Lobo Antunes.

Na digressão, o grupo irá ainda repescar temas dos álbuns «3 Minutos Antes de a Maré Encher», «Uma Inocente Inclinação Para o Mal» e «Não Se Deitam Comigo Corações Obedientes».

A digressão começa a 8 de fevereiro, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, no Barreiro, seguindo depois para Coimbra, Ponta Delgada, Évora, Estarreja, Seixal, Almada, Caldas da Rainha e Braga, a 10 de maio.



publicado por olhar para o mundo às 12:28 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.01.14

Rui Veloso apresenta-se em formato trio nos Coliseus do Porto e Lisboa

Rui Veloso leva o seu mais recente espetáculo, em formato trio, ao Porto e a Lisboa em março.

 

O músico sobe ao palco do Coliseu do Porto no dia 28, atuando no Coliseu dos Recreios no dia seguinte.

 

Na companhia dos músicos Alexandre Manaia e Berg, Rui Veloso irá apresentar, “num formato intimista e de grande cumplicidade entre músicos e público, os seus grandes êxitos e outros temas que há muito não sobem ao palco”.

 

Os bilhetes, já à venda nos locais habituais, custam entre €20 e €40.

 

Retirado de Palco Principal



publicado por olhar para o mundo às 13:21 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.01.14

Sérgio Godinho

 

Sérgio Godinho

‘Liberdade’ dá o mote a 3 concertos
no Teatro S. Luiz, em Lisboa, em Abril


 

“Liberdade” é de todas as palavras e conceitos que uso na minha vida, e por arrasto nas canções, a que mais acarinho e que mais defendo, aquela que dá ao norte a sua bússola.”

Sérgio Godinho

 

Ao longo de três dias, Sérgio Godinho revê, através do seu repertório, os quarenta anos do Portugal democrático. Desde a música empenhada, bandeira de causas e consciência social, ao diário íntimo e plural, uma visão de nós próprios a partir do trabalho de um dos mais importantes criadores de imaginário destas últimas quatro décadas.

 

Serão três concertos especiais, sempre às 21h30, na sala principal do Teatro Municipal de São Luiz, em Lisboa, em que as “liberdades” que desde sempre povoam a obra de Sérgio Godinho, definirão o corpo principal do repertório dos concertos. Para além das canções, “caríssimas” companheiras de Sérgio Godinho, contará com a presença de convidados especiais a anunciar oportunamente.

 

Em complemento, às apresentações na Sala Principal, Sérgio Godinho é ainda curador dos finais de noite no Jardim de Inverno do São Luiz e para os quais convidará três nomes emergentes do panorama nacional. A ligar estas apresentações, a (re)interpretação de “Liberdade”, tema composto exactamente em 1974 e publicado originalmente em “À Queima Roupa”.

 

O espectáculo “Liberdade” percorrerá ainda nos meses de Abril e Maio alguns teatros nacionais.

 

Sérgio Godinho editou no final do ano passado ‘Caríssimas Canções’,  o CD ao vivo que resultou dos concertos que o artista deu com o mesmo nome, baseados no livro de crónicas “Caríssimas 40 Canções – Sérgio Godinho & As Canções dos Outros”. Aqui, Godinho, acompanhado por Nuno Rafael, Manuela Azevedo e Hélder Gonçalves, interpretou músicas de intérpretes, compositores e autores que o marcaram no seu percurso artístico.

 

Canções de Bob Dylan, Serge Gainsbourg, Jim Morrison, Caetano Veloso, Ray Davies, Chico Buarque, The Rolling Stones, The Beatles, Violeta Parra ou Zeca Afonso tomam agora novos contornos, numa experiência surpreendente.



publicado por olhar para o mundo às 12:45 | link do post | comentar

Sábado, 25.01.14

António Zambujo

 

ANTÓNIO ZAMBUJO CONQUISTA
A AMÉRICA DO NORTE

Disco de Platina em Portugal, «Quinto» continua
a apaixonar o público de todo o mundo

Dia 8 de Fevereiro, António Zambujo actua
no lendário Carnegie Hall, em Nova Iorque

 

O triunfo de  «Quinto», o mais recente registo de originais de António Zambujo, não pára: a partir de amanhã, dia 25 de Janeiro, o fadista lança-se numa digressão pelos Estados Unidos e Canadá, que o leva a actuar em cidades como Los Angeles, São Francisco, Vancouver ou Miami, culminando com um concerto marcado para 8 de Fevereiro, no lendário Carnegie Hall, em Nova Iorque.

 

Mas o público americano já conhece bem a voz doce e a música apaixonante de António Zambujo – ou não tivesse o português recebido rasgados aplausos do incontornável The New York Times. Na verdade, António Zambujo tem captado as atenções do público, a reverência da crítica e o entusiasmo dos pares: Caetano Veloso, por exemplo, escreveu, mesmo, «António Zambujo é um caso especial na história do fado…aos meus ouvidos, Zambujo é um dos melhores cantores do mundo na actualidade».

 

Os concertos agendados para os Estados Unidos terão «Quinto»como ponto de partida. Editado em 2012, o magnífico álbum deAntónio Zambujo, e a primeira aventura discográfica do fadista sob a chancela da Universal Music Portugal, liderou o top iTunes, encontra-se há 87 semanas no top nacional de vendas e, em Portugal, atingiu a marca de Disco de Platina

 

Veja, aqui, as datas da digressão de António Zambujo, na América do Norte:

 

25 Jan: Los Angeles, Luckman Fine Arts

27 Jan: Folsom, Harris Theater

30 Jan: São Francisco, Yoshi’s

31 Jan: Phoenix, MIM

1 Fev: Seattle, Kirkland

2 Fev: Vancouver, Capilano

4 Fev: Minneapolis, Dakota

7 Fev: Miami, Aventura PAC

8 Fev: Nova Iorque, Carnegie Hall



publicado por olhar para o mundo às 12:04 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.01.14

Camané

 

Camané iniciou em Janeiro uma DIGRESSÃO por quatorze cidades portuguesas para dar a conhecer “O MELHOR” de dezoito anos de gravações na EMI/WARNER, celebrados recentemente com o lançamento de uma colectânea de fados que inclui algumas novidades – “O Melhor 1995/2013” - e com um memorável concerto que encheu o Coliseu dos Recreios de Lisboa no passado dia 14 de Novembro.

 

Depois  de esgotar as salas de Águeda e de Beja, Camané continua a dar o seu “Melhor “ em  Setúbal (24 JAN), Ílhavo (25 JAN), Portalegre (8 FEV), Almada (14 FEV), Vila Real ( 15 FEV ) , Espinho (20 e 21 FEV), Lamego (22 FEV), Famalicão (28 FEV), Arcos de Valdevez (1 MAR), Bragança (8 MAR) , Castelo Branco (14 MAR)  e Fafe (11 ABRIL)



publicado por olhar para o mundo às 21:00 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Mísia leva "Delikatessen ...

Melech Mechaya - Concerto...

Ash is a Robot em Tour

Tradiio - Toulouse e Impl...

D.A.M.A - Digressão em te...

Luísa Sobral em digressão...

Linda Martini - Reedição...

Noiserv realiza temporada...

Orquestra de Foles - 2 co...

Caixa de PAndora apresent...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds