Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

    Letra   É amanha dia 1º de Agosto  E tudo em mim é um fogo posto  Sacola ás costas, cantante na mão  Enterro os pés no calor do chão  É tanto o sol pelo caminho  Que vendo um, não me sinto sózinho  Todos os anos, em praias diferentes  Se buscam corpos sedosos e quentes  Adoro ver a praia dourada  O estranho brilho da areia molhada  Mergulho verde nas ondas do mar  Procuro o fundo pra lhe tocar  Estendido ao sol, sem nada dizer  Sorriso aberto de puro prazer
 Os The Ting Tings actuam no dia 4 de Agosto (DR)   Os britânicos The Ting Tings, o norte-americano Nicolas Jaar e os portugueses Xutos & Pontapés são as mais recentes confirmações para o Festival Sudoeste TMN, que se realiza entre os dias 1 e 5 de Agosto, na Zambujeira do Mar, anunciou esta sexta-feira a promotora Música no Coração.   Este é assim o regresso dos The Ting Tings a Portugal, depois de em 2009 terem passado pelo festival Optimus Alive. À Zambujeira do Mar, a (...)
Letra   DO Eu perdi o DO da minha viola Da minha viola eu perdi o DO DORMIR é muito bom, é muito bom – bis È bom camarada, é bom camarada È bom, é bom, é bom bis É bom! DO, RE Eu perdi o RE da minha viola Da minha viola eu perdi o RE REMAR é muito bom, é muito bom – bis È bom camarada, é bom camarada È bom, é bom, é bom bis É bom! DO, RE, MI Eu perdi o MI da minha viola Da minha viola eu perdi o MI MIAR é muito bom, é muito bom – bis È bom camarada, é bom camarada È bom, é bom, é bom bis
Letra Quer eu queira quer não queira  Esta cidade  Há-de ser uma fronteira  E a verdade  Cada vez menos  Cada vez menos  Verdadeira  Quer eu queira  Quer não queira  No meio desta liberdade  Filhos da puta  Sem razão  E sem sentido  No meio da rua  Nua crua e bruta  Eu luto sempre do outro lado da luta  A polícia já tem o meu nome  Minha foto está no ficheiro  Porque eu não me rendo  porque eu não me vendo  Nem por ideais  Nem por dinheiro  E como eu (...)
Letra O nosso amor de sempre Brilhará, p'ra sempre Ai, meu amor O que eu já chorei por ti Mas sempre P'ra sempre Vou gostar de ti Juro, meu amor que sempre Voltarei, p'ra sempre Ai, meu amor O que eu já chorei por ti Mas sempre P'ra sempre Gostarei de ti Ai, meu amor O que eu já chorei por ti Mas sempre P'ra sempre Vou gostar de ti
Letra Aqui estou eu Sou uma folha de papel vazia Pequenas coisas Pequenos pontos, vão-me mostrando o caminho (Refrão:) Ás vezes aqui faz frio, Ás vezes eu fico imóvel, Pairando no vazio Ás vezes aqui faz frio Sei que me esperas Não sei se vou lá chegar Tenho coisas pra fazer Tenho vidas para acompanhar (Refrão:) às vezes lá faz mais frio, às vezes eu fico imovel, Pairando no vazio perfeito vazio às vezes faz lá mais frio Bem vindos à minha casa Ao meu lar mais profundo (...)
Letra Marés doces, utopia Sonhos e maré vazia Caranguejo persistente Fuça no lodo E a gente Passa apressada adiante Só pensando na vazante Que leva o barco prá foz  Ouve-se do cais uma voz Perguntar se temos nós A certeza de voltar Porque com tanta destreza Nos esquecemos sobre a mesa Das cartas de marear ... Tantas vezes, tantos dias Por causa de temosia Nós perdemos a vontade De ouvir outra verdade De deixar entrar o ar Só pensando em acabar Mesmo que fiquemos sós Ouve-se (...)
Letra "Onde Vais?" Perguntas tu,  Ainda meio a dormir. "Não sei bem" Respondo eu,  Sem saber o que vestir. "Porque sais?, Ainda é cedo,  E tu não sabes mentir." "Nem eu sei, Só sei que fica tarde  E eu tenho de ir." Bem depois, De estar na rua,  Instalou-se uma dor Por nós dois, Talvez sair  Tivesse sido o melhor... Se assim foi, Então porque me sinto a morrer de amor? Tenho a noite  A atravessar Doi-me não ir,  Mas não me deixas voltar... Se gosto de ti, Se gostas (...)
  Letra   Todos os dias te vejo Todas as noites te quero E vou procurando um Sinal em ti Que me faça rir  Eu espero e nunca mais vem Vou tirando fotocópias E vou pensando em ti Vou advinhando  Todos os desejos  E todos os beijos Que temos para trocar  De tanto querer De tanto gostar De tanto te amar Eu nao te quero perder Ai se ele cai Vai-se partir Meu coração Vai-se partir Todos os dias te tenho Todas as noites te abraço Vou aproveitando Tudo o que tu tens Tudo o (...)
    Letra   Com mãos de veludo, negras como a noite Tu deste-me tudo e eu parti... Um homem trabalha no outro lado do rio, com as suas duas mãos repara o navio Tá sozinho e triste, mas tem de aguentar,  já falta tão pouco para poder voltar (Refrão) Vai ficar tudo bem, isso eu sei (2x) Quando o sol se juntar ao mar e eu te voltar a beijar. Só mais uma vez, só mais uma vez só mais uma, só mais esta vez Com um adeus começa outro dia igual Ficou a promesa, escondida no (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email