Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

    letra   olha a lua partida ao meio de tao baixinha que esta quase leva as copas das árvores e o cabelo dos homens altos. se eu fosse muito guloso comia esta lua em forma de queijo. olha a nuvem, a nuvem branca quer tapar o nosso queijo nuvem gorda e sem vergonha invejosa da luz da lua. tu já viu que esta noite não tem vento? olha a lua partida ao meio se eu pudesse sentava nela e ficava espiando a terra e me via olhando ela!
    letra   Ela sorriu, e ele foi atrás Ela despiu-o, e ela o satisfaz Passa a noite, passa o tempo devagar Já é dia, já é hora de voltar. Aqui ao luar, ao pé de ti, ao pé do mar Só o sonho fica, só ele pode ficar. Aqui ao luar, ao pé de ti, ao pé do mar, Só o sonho fica, só ele pode ficar. INSTRUMENTAL Ela sorriu, e ele foi a trás Ela despiu-o, e ela o satisfaz Passa a noite, passa o tempo devagar Já é dia, já é hora de voltar. Aqui ao luar, ao pé de ti, ao (...)
    letra   Sei que não sou o melhor poeta Mas posso ser o teu melhor amigo Ando a juntar a música á letra Para te ajudar quando corres perigo   Por isso aceita esta minha oferta E passa um bom bocado comigo Sei que não sou o melhor poeta Mas posso ser o teu melhor amigo   Dias em que a coisa se aguenta Outros onde tudo parece negro Sopra na brasa até vir a chama O fogo ajuda a afugentar o medo   Tenta manter a tua porta aberta O caminho é longo e eu conto contigo Se (...)
O Cine-Teatro de Estarreja (CTE) acolhe a sétima edição dos Concertos Íntimos e Pedro Abrunhosa, António Zambujo e Tim são os artistas convidados para mostrarem a suas versões mais intimistas e próximas do público. O primeiro a chegar é Pedro Abrunhosa, a 19 de janeiro. Dois anos depois de ter conhecido o Cine-Teatro de Estarreja, o músico portuense está de regresso com mais canções para um concerto de proximidade, no qual revisitará temas do seu reportório e versões de (...)
    Letra   (Refrão) Cala o teu Medo ou o Medo Fala Por ti! Se tu gritas em segredo é dificIl Te ouvir... Anda tudo surdo e mudo Ninguém quer reagir... Um por todos e todos por cada E cada um por si...(Raios!) Vai a Roma quem boca tem Diz o ditado né? Isso pra quem fala bastante! (E se deixam) Caso contrario não vais a lado nenhum e continuas a andar...  ...sempre distante.... (Ou seja): Só papa quem chora, Quem cora não papa e lá chora Por razoes diferentes. Só mata quem gala, (...)
    letra   Adeus ó serra da Lapa Adeus que te vou deixar O minha terra ó minha enxada Nao faço gosto em voltar Companheiros de aventura Vinde comigo viajar A noite é negra a vida é dura Nao faço gosto em voltar Dou-te o meu lenço bordado Quando de ti me apartar Eu quero ir ao outro lado Nao faço gosto em voltar O meu dinheiro contado É para quem me levar O meu caminho está traçado Nao faço gosto em voltar Moirar a terra insegura? Fugir da serra e do mar? Meus (...)
    Letra   Terra do fogo No sul da Argentina Oito da matina e um frio de rachar Sai a patrulha para militar Estendendo a roupa toda remendada Usada pelos seus irmãos Sonha com um tango Dançado com as mãos Conchita Morales Viu los federales E logo ali temeu Pelas lindas formas que sua mãe lhe deu Anda Conchita Carita bonita Vais ter de agradar Ao senhor militar Ela não sabia Se era noite ou dia Se ainda chovia Quando acordou No chão da caserna onde ele a deixou Ela andou (...)
    letra   Subo e desço este rio Da miranda ao araínho Sob a torreira e o frio Faço a escarpa brotar vinho   Sonhei que era o mississipi E que menphis era no pinhão Vindimando ao som de adufe Bandolim e acordeão   (Refrão)   Rio abaixo rio acima A dar aos remos no rabelo Rio abaixo rio acima Sayago paira por cima O sonho vira pesadelo Vinha eu no meu caíco A ouvir das águas do douro Velhas lendas de fronteira Entre o cristão e o mouro Quando vi um pescador (...)
    letra   Todos os dias há alguém quer não acorda Enquanto outros lutam para dar a volta Todos os dias no pescoço está a corda De quem um dia vai deixar de andar à solta   Todos os dias há alguém que não come Para poder tirar barrigas da miséria Pais que trabalham o dia inteiro e passam fome Escondendo aos filhos que viver é coisa séria Viver é coisa séria   E há gente que não quer ver E há gente que não quer ver E há gente que não quer, não quer, ver   T (...)
    letra   O amor precisa da sorte De um trato certo com o tempo Pra que o momento do encontro seja pra dois  o exato momento O amor precisa de sol E do barulho da chuva De beijos desesperados De sonhos trocados da ausência de culpa Talvez o amor só seja assim pra mim E pra você não seja nada disso Mas eu prometo tentar aprender a te amar do jeito que for preciso (3x) Do jeito que for preciso, do jeito que for preciso,  Do jeito que for preciso... Mas se o amor quiser (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email