Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Eu peguei em saudades tuas Fui plantá-las no meu jardim Porque sei que assim continuas Aqui bem juntinho a mim E cantando a saudade eu sei Algo aqui há-de nascer Se tristeza eu semeei Alegria hei-de colher Alegria hei-de colher Pedrinhas que houver eu hei-de tirar E todas as ervas daninhas à volta E o que vier virá lembrar O que a vida prende a saudade solta E sombras que houver eu hei-de afastar E todas as ervas daninhas à volta E o que vier virá (...)
  Letra   Na minha voz nocturna nasce um rio Que não se chama Tejo nem Mondego Que não leva barqueiro nem navio Que não corre por entre o arvoredo É um rio todo feito de saudade Onde nenhuma estrela se reclina Sem reflectir as luzes da cidade Vai desaguar no cais a minha sina É um rio que transporta toda a mágoa Dum coração que parte e se despede Um rio de tanta dor e tanta água E eu que o levo ao mar morro de sede É um rio que transporta toda a mágoa D (...)
16 Out, 2015

Sem Ti · Mariza

  Letra   Olhaste para mim E deste-me a mão E sem dizeres nada Fiquei sem palavras Tiraste-me o chão Digo-te adeus Queria ficar E a cada partida Voo de asa ferida Que quer pousar Sem tina chuva é forte Na janela do meu quarto Sem ti o vento norte Anda louco por aí Sem ti o mar se agita Entre a terra e o céu Sem ti sou metade Sem ti não sou eu Conheces-me bem Melhor que ninguém Agarro um sorriso Que levo comigo Quando regressar Quero-te abraçar E ficar (...)
  Letra   Hoje a semente que torna na terra E que se esconde no escuro que encerra Amanha nascerá uma flor. Ainda que a esperança da luz seja escassa A chuva que molha e passa  Vai trazer numa luta amor.   Também eu estou à espera da luz Deixou-me aqui onde a sombra seduz. Também eu estou à espera de mim Algo me diz que a tormenta passará.   REFRÃO: É preciso perder para depois se ganhar E mesmo sem ver, acreditar. É a vida que segue e não espera pela gente Cada passo (...)
  Letra   Anda o sol na minha rua Cada vez até mais tarde Anda o sol na minha rua Cada vez até mais tarde A ver se pergunta à lua A razão por que não arde. A ver se pergunta à lua A razão por que não arde.   Tanto quer saber por quê, Mas depois fica calado. E nunca ninguém os vê Andarem de braço dado. E nunca ninguém os vê Andarem de braço dado.   Se me persegues de dia Se à noite sempre me deixas, Não digas que é fantasia A razão das minhas queixas. (...)
29 Set, 2015

Mariza - Alma

  Letra   Puedo decir que está vacia cada una de estas calles   puedo decir que veo gente y sin embargo no veo a nadie   puede decir que solo los coches  me duermen puedo demostrar que no respiro el aire que todos respiran   puedo deicr que soy el ultimo testigo de un jardin perdido que nadie habita y ahora que mi tiempo ya se acaba no puedo explicar porque te has ido no puedo deicr tu nombre sin escalofrios   alma me duele ser el alma te busco como un loco (...)
    Letra   Ai, esta angústia sem fim Ai, este meu coração Ai, esta pena de mim Ai, a minha solidão Ai, esta pena de mim Ai, a minha solidão Ai, minha infância dolorida Ai, meu bem que não foi Ai, minha vida perdida Ai, lucidez que me dói Ai, minha vida perdida Ai, lucidez que me dói Ai, esta grande ansiedade Ai, este não ter sossego Ai, passado sem saudade Ai, minha falta de apego Ai, passado sem saudade Ai, minha falta de apego Ai de mim, que vou vivendo Em meu (...)
11 Set, 2015

Mariza - Paixão

  Letra   há um caminho inseguro uma espécie de muro um degrau sobre os dois   uma energia constante um rodopio de amante  à espera de ser dois   uma carta que se atrasa cigarros de brasa há cinza no chão   um desvendar de segredo e a mão quase a medo a pegar-te na mão   como é que eu hei-de apagar esta paixão como é que eu hei-de apagar esta paixão   há um passado um presente gravado na mente cismado na dor   um arrepio disfarçado um (...)
  Produzido por Javier Limón, vencedor de vários Grammy Awards, “Mundo” é o seu primeiro disco novo em cinco anos. O que resta depois de se ter dado a volta ao mundo? Há 14 anos, quando uma jovem cantora lançou o seu primeiro disco, poucos acreditariam que a viagem então começada teria sido tão longa e teria ido tão longe. E mesmo o sucesso obtido por essa estreia, Fado em Mim (2001), não faria forçosamente prever o que se seguiu. Quatro outros álbuns (Fado Curvo, (...)
11 Ago, 2015

Mariza - Minh' Alma

    Letra   Alma ai! Minh' Alma Diz-me quem eu sou Alma ai! Minh' Alma Diz-me para onde vou Lisboa vem namorar-me lá vou eu Pelas ruas do passado a correr O meu fado é o futuro mas eu juro Meu amor Que namoro o meu passado Sem lhe dizer para onde vou Alma ai! Minh' Alma Diz-me quem eu sou Alma ai! Minh' Alma Diz-me para onde vou Quando saio de ao pé de mim eu sou o mar Doutras terras, doutras gentes que não vi O meu canto é o meu sonho não morreu Meu amor Meu amor eu sou o povo (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email