Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Logo à entrada do Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), já se sentia a agitação e o nervoso miudinho de noite de estreia. Ainda na rua, a multidão que se aglomerava à porta e a placa “Lotação Esgotada”, faziam antever uma noite memorável.   Um a um, Luís Duarte, João Santiago, Pedro Ferreira, Filipe Ferreira e José Rebola subiram ao palco do TAGV, debaixo de uma forte salva de palmas na cidade que os viu nascer para a música. O tema “Desilusionista” marcou o (...)
 «Desnecessariamente Complicado» - AnaquimTeatro Académico de Gil Vicente (TAGV) 16 março, 21:30   EUR 15,00 / EUR 12,50 (-25 e + 65 anos, estudantes)   "Desnecessariamente Complicado" marca o regresso dos conimbricenses Anaquim com um álbum em que a brilhante verve poética de José Rebola está agora ainda mais afiada e em que a música está mais próxima do rock, embora sem nunca pôr de parte a paleta sonora que antes os caracterizava: o swing, a country, o jazz manouche, o (...)
  Os Anaquim voltam a colocar «o dedo na ferida» mas desta vez com recurso a uma sonoridade mais rock. A crítica social continua a ter um lugar dominante no trabalho da banda portuguesa, que agora presenteia os fãs com «Desnecessariamente Complicado». Depois do álbum de estreia «As Vidas dos Outros», o coletivo de José Rebola apresenta um novo trabalho que segue a mesma linha de raciocínio do anterior e que, como tal, se centra na visão da personagem animada Anaquim sobre (...)
    Letra   Aceito que nem tudo é perfeito Que este traçado estreito está fadado à colisão Entendo que sem querer vamos cedendo esses guias que aconselham sempre a pior direção Mas penso que pela teima do bom senso Podemos deixar suspenso esse trágico final Insisto que em toda esta aventura Não temos que ter pendura desses que nos querem mal Desnecessariamente complicado A gente é que gosta de complicar Vamos maturamente analisando O que é tão infantil de descartar Pod (...)
Letra   Vês passar o barco rumando p’ró o sul Brincando na proa gostavas de estar   Voa lá no alto por cima de ti um grande falcão és o rei és feliz   E quando tu vês o Mississipi tu saltas pela ponte e voas com a mente   Nuvens de tormentas Estão sobre ti Corre agora corre e te esconderás entre aquelas plantas ou te molharás   E sonharás que és um pirata tu... sobre uma fragata tu... sempre à frente de um bom grupo de raparigas e rapazes   (...)
  Letra   Na minha rua há restos de vidas Restos de famílias De mães desaparecidas E outras há que deram vida às vidas que por ali param Vindas de passagem e de passagem lá ficaram Na minha rua há restos de cartazes Restos de eleições Do 'SIM' ao aborto e outras frases Que eu não votei mas fiz pressão para que outro alguém votasse Minha consciência pssa a vida num impasse Na minha rua há restos de mim por todo o lado Espalhados pelo tempo e pelo espaço Na minha rua (...)
      Letra   Eu sou tão bom a falar das vidas dos outros Há sempre um conselho a dar p'rás vidas dos outros Nada é eterno e se aguentarmos todo o mal tem fim É fácil ter calma quando a alma não me dói a mim Eu sou tão bom a tornar todo o mal inerte Se é aos outros que lhes custa que o passado aperte Mas quando a inquietude vem toda para o meu lado Deita-se, desnuda e não desgruda até me ter vergado É tão simples quando estou de fora A ver passar as nuvens pelo ar Aplaudir (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email