Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

A minha geração

acreditou em promessas

engrossou a procissão

foi indo na conversa

 

aceitou o futuro

como se fosse presente

a cenoura e o burro

qual dos dois vai à frente

 

a minha geração

deu tudo por uma casa

mistério e padrão

de uma vida hipotecada

 

encheu-se de rotinas

começou pelo casamento

uma vida preenchida

sem nada por dentro

 

a minha geração

a minha geração

a minha geração

 


a minha geração

a minha geração

a minha geração


a minha geração

ainda fuma uns charros

essa espécie de refrão

que acende o passado


transferiu para os filhos

os sonhos adiados

chamou-lhe destino

nos versos de um fado


a minha geração

a minha geração

a minha geração

 

a minha geração

a minha geração

a minha geração


trocou a felicidade 
por bens de consumo
mas jura e acontece
que quer ir mudar o mundo

jogou à cabra cega
deixou-se apanhar
a vida é uma arena
onde nos querem lixar

a minha geração
a minha geração
a minha geração
a minha geração
a minha geração
a minha geração

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email